Matérias Mais Lidas

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemO segredo da longevidade do baixista do Guns N' Roses tem inspiração nos Stones

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemJames LaBrie fala sobre a possibilidade de trabalhar novamente com Mike Portnoy

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemMalmsteen ameaça cancelar show por que vocalista Jeff Scott Soto estava no local

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemDez músicas muito legais do Iron Maiden que não são cantadas por Bruce Dickinson

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemQuando Pete Townshend faltou a um show do The Who pra ir assistir o Pink Floyd

imagemLes Claypool, do Primus, explica por que não se tornou baixista do Metallica

imagemMetallica divulga vídeo de "Whiskey In The Jar" ao vivo em Curitiba


Stamp

Guns N' Roses: por que as pessoas gostam tanto da banda?

Por Jorge Felipe Coelho
Fonte: Rádio Catedral do Rock
Em 23/02/20

Às vésperas de mais uma apresentação no país, dessa vez no festival Lollapalooza, em São Paulo, o Guns N’ Roses pode ser entendido como um dos casos de popularidade mais singulares da história do rock n’ roll. No Brasil, o grupo continua sendo um dos que possui o maior número de fãs, ainda hoje figurando entre os recordistas em audições nas plataformas digitais.

A banda possui, fundamentalmente, dois álbuns primorosos: Appetite for Destruction, de 1987, e Use Your Illusion, de 1991. Este último, lançado em dois volumes. Há quem diga que funcionaria melhor em uma edição simples, mas não é o foco da análise aqui. O fato é que a discografia do grupo ainda possui dois álbuns de menor expressão. GN’R Lies é uma composição do EP independente de 1986 com algumas poucas canções acústicas, e The Spaghetti Incident? É um álbum de covers de bandas punk dos anos 70 e 80 que fechou a tampa da era clássica do grupo em 1993.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após isso, ao longo de 15 anos, Axl Rose passou pelos mais variados tipos de problemas psicológicos, legais, internações, prisões e tudo mais, até encontrar outros músicos, formar um novo grupo e gastar absurdos 13 milhões de dólares para lançar em 2008 o seu "quase álbum solo" Chinese Democracy. Outro fato é que o Guns N’ Roses retornou com sua formação clássica (exceto por Izzy Stradlin e Steven Adler) em 2016, está em turnê mundial desde então com Axl sem voz e sem lançar material novo algum. Podemos dizer que a formação clássica não lança trabalho original desde Use Your Illusion, em 1991. Pasmem, faz 29 anos!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Repercutindo esses e outros fatos sobre o Guns N’ Roses, o músico e youtubber Rodrigo Flausino foi a uma grande exposição sobre a banda que está acontecendo até 8 de março no Shopping Anália Franco, em São Paulo. Lá, conferiu itens relacionados ao grupo e conversou com fãs da banda em busca de entender a curiosa e incrível popularidade do Guns ao longo de décadas sem trabalhos novos. Segue o vídeo abaixo:.

O Guns N’ Roses se tornou lendário ao marcar toda uma geração com música, estilo e atitude. À parte brincadeiras com a voz esgotada do Axl "Mickey" Rose e mesmo não gostando dos shows atuais, eu adoro a banda da era antiga e sua musicalidade. Considero o Slash um mestre das melodias, a alma do som original da banda, e concordo com o Rodrigo, pois acho que eles não precisaram de uma discografia extensa para serem tão marcantes no mundo do rock n’ roll. Realmente um caso raro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Agora deixe-me viajar escutando pela milésima oitava vez, desde 1991, a "belezura sensual" que é o solo de November Rain. Certamente vai tocar daqui a pouco em uma rádio por aqui.

Leia mais no Boletim do JF, disponível no link abaixo:
http://radiocatedraldorock.com/news-58-boletim-do-jf-03

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Steven Adler: é difícil para ele ver o Frank Ferrer tocar suas músicas



Sobre Jorge Felipe Coelho

Quando criança, lia as letras dos encartes e ouvia discos de vinil na saleta de casa antes e depois de ir pra escola. Aos 9 anos de idade já tinha ido ao seu primeiro show guitarreiro. Hoje, administrador de formação, colaborou com a Rádio Cult FM, faz o Boletim do JF na Rádio Catedral do Rock e o Podcast Faixa a Faixa do Rock, continuando a ouvir, falar e escrever sobre a sua paixão: o rock n' roll.

Mais matérias de Jorge Felipe Coelho.