Foo Fighters: Dave Grohl sai em defesa de professores em áudio de quase 9 minutos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Foo Fighters Brasil
Enviar Correções  

Dave Grohl, frontman do Foo Fighters, fez a primeira publicação em áudio de seu projeto "Dave's True Stories", onde conta histórias de sua vida e, agora, também opina sobre situações da sociedade. A publicação é intitulada "In defense of our teachers" ("Em defesa dos nossos professores") e aborda a situação atual das escolas nos Estados Unidos, que devem ser reabertas nas próximas semanas, em meio à pandemia, após pressão exercida pelo presidente Donald Trump.

Bandas extremas: 10 álbuns que causaram surpresa

Black Sabbath: Tony Iommi explica diferença entre Dio e Ozzy

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O músico do Foo Fighters brinca que odiava a escola quando estava em idade escolar e que chegou a abandonar os estudos no 11° ano para seguir carreira musical - algo que ele não recomenda. Ele afirma que, hoje em dia, é "assombrado por um sonho de estar de volta àqueles corredores lotados" e lembra que sua mãe, Virginia (na foto com ele), era professora de colégio público.

"Como mãe solteira de dois filhos, ela dedicou incansavelmente sua vida ao serviço dos outros, tanto em casa quanto no trabalho. Desde o amanhecer antes do amanhecer para garantir que minha irmã e eu fomos banhados, vestidos e alimentados a tempo de pegar o ônibus para classificar os papéis até altas horas da noite, muito tempo depois que o jantar esfriou, ela raramente teve um momento para si mesma. Tudo isso enquanto trabalhava em vários empregos para complementar o seu escasso salário anual de US$ 35 mil", diz Grohl, conforme traduzido pelo site Foo Fighters Brasil.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O líder do Foo Fighters citou que artistas como Tom Morello (Rage Against the Machine), Adam Levine, Josh Groban e Haim são filhos de funcionários de escola e que muitos professores não são compreendidos. Em seguida, ele se posiciona contra a reabertura das escolas em meio à pandemia e reforça a importância do ensino à distância no momento, apesar das várias complicações inerentes ao formato.

"A maioria das escolas já sofre com a falta de recursos; como eles poderiam pagar a montanha de medidas de segurança que precisarão ser implementadas? E embora a idade média de um professor de escola nos Estados Unidos seja no início dos anos 40, colocando-os em um grupo de menor risco, muitos professores de carreira, administradores, funcionários de lanchonetes, enfermeiras e zeladores são mais velhos e têm maior risco. [...] Só posso imaginar se minha mãe agora era forçada a voltar para uma sala de aula abafada e sem janelas. O que aprenderíamos dessa lição?", diz.

O texto completo, traduzido para o português, pode ser lido no site Foo Fighters Brasil. Ouça a mensagem de áudio, em inglês e sem legendas, no player a seguir.

Comente: Concorda com a opinião de Dave Grohl?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bandas extremas: 10 álbuns que causaram surpresaBandas extremas
10 álbuns que causaram surpresa

Black Sabbath: Tony Iommi explica diferença entre Dio e OzzyBlack Sabbath
Tony Iommi explica diferença entre Dio e Ozzy


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline