Queen: porque Freddie Mercury teve seus bens queimados após morrer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William
Enviar Correções  

Freddie Mercury deixou este mundo em novembro de 1991, vítima de problemas relacionados com a AIDS. E logo em seguida, grande parte de seus bens foram queimados, a pedidos do próprio Freddie. Mas qual foi motivo deste pedido feito pelo cantor?

Dejavu do Rock: Comerciais Rock n' Roll (vídeo)

Megadeth: Mustaine fala sobre satanistas, gays e gatos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Acontece que Freddie, nome verdadeiro Farrokh Bulsara, nasceu no Zanzibar em 1946, e seus pais eram Parsi-Indianos que o criaram no Zoroastrismo, e como explicou ao Express.co.uk Joanna Espin, curadora de um museu postal que detém os selos que pertenciam a Freddie: "Quando Freddie Mercury morreu, muitos dos seus bens foram queimados seguindo as crenças religiosas de sua família".

Joanna conta que, quando levou o acervo a um evento organizado por fãs do Queen deixou os presentes "enlouquecidos". "Um dos motivos pelo qual achamos que estes selos não foram destruídos é por eles terem vindo do pai de Freddie, que montou o álbum para o filho quando ele tinha entre 9 e 12 anos de idade. E como este é um dos poucos ítens pessoais que sobraram, se tornou algo particularmente raro e especial", explica a curadora, que adiciona: "O jeito como ele montou o trabalho é bem diferente de um álbum de selos tradicional, pois era mais focado em cores, padrões e formas do que em locais e datas".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

FONTE: Express.co.uk
https://www.express.co.uk/entertainment/music/1316069/Freddi...


Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280