RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO profundo significado do "Trem" nas letras de Raul Seixas, segundo o próprio

imagemFilhinha de Tarja Turunen se junta à mãe e toca hit do Nightwish na bateria

imagemCinco países com muita tradição no mundo do heavy metal

imagemO que o Metallica tem que as outras bandas não tem? Lars Ulrich explicou o segredo já em 1985

imagemO hit dos Beatles que Paul McCartney faz ligeira indireta para indesejada Yoko Ono

imagemLemmy Kilmister sobre saída de Dee Dee dos Ramones: "Aquilo acabou com Joey"

imagem"Já fui chamada de Barbie do metal, mas não dou a mínima", diz Simone Simons

imagemGráfico em vídeo mostra cantoras de metal mais populares entre 2004 e 2023

imagemO inesperado único cover que Engenheiros do Hawaii tocava no começo da carreira

imagemA participação de Marisa Orth em novo disco de João Gordo que impressionou o punk

imagemFã usa ChatGPT para recriar "Ride The Lightning" do Metallica

imagemU2: "Songs of Surrender" está vendendo mais que a soma do resto do top 5

imagemO sufoco que Derrick Green passou em uma pizzaria ao se mudar pro Brasil

imagemMustaine diz que doença de Bruce Dickinson fez Megadeth trocar de baterista e guitarrista

imagemComo é feita a divisão de solos de guitarra no Megadeth, de acordo com Dave Mustaine


Pomba
Stamp

Metallica: segundo Jason, acidente que quase fez James perder a vida salvou a banda

Por Mateus Ribeiro
Postado em 28 de janeiro de 2022

James Hetfield, o famoso guitarrista e vocalista do Metallica, passou por um momento terrível dia 8 de agosto de 1992, quando a banda tocou em Montreal (CAnadá). Durante a execução de "Fade To Black", um efeito pirotécnico quase tirou a vida do frontman, que não sabia onde deveria se posicionar. James ficou ferido, mas felizmente, sobreviveu ao acidente.

Bruce Dickinson

Quase 30 anos depois, Jason Newsted falou sobre o fato com Steffan Chirazi, editor da So What! (revista do fã-clube da banda). Segundo o baixista, que fez parte do Metallica por 14 anos, o acidente salvou a banda.

"Aquele acidente nos uniu até um ponto que eu acho que nunca teria acontecido a menos que um incidente como esse tivesse acontecido... James foi fodidamente heroico, cara. Direto, ele foi heroico. Você sabe como uma pequena queimadura do bule dói? Esse [acidente] foi com o braço inteiro dele. É realmente um momento que de alguma forma salvou e reabasteceu nossa banda", afirmou o baixista, em trecho da conversa transcrito e publicado pelo site Loudwire.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como era de se imaginar, os demais integrantes do quarteto ficaram assustados com o ocorrido, conforme Jason relatou em outro ponto da entrevista. "Estávamos perturbados, Kirk [Hammett, guitarrista] e eu estávamos viajando. Lars [Ulrich, baterista] nem estava no vestiário [depois que tudo aconteceu]. Ele só tinha uma toalha na cabeça. Kirk e eu estávamos tentando ficar em pé. Estávamos imaginando, imaginando, imaginando".

Algumas horas após o fato, Tony Smith, gerente de turnê do Metallica na época, tranquilizou Jason, Kirk e Lars. "[Tony disse] Ele vai ficar bem, ele vai ficar bem, ele é durão pra caralho".

Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Jason também relembrou a recuperação de James, que não queria ser visto como coitadinho. "Nós nem sabíamos se conseguiríamos tocar novamente com ele. Sim, ele estava tomando morfina e qualquer outra merda, mas ele ainda era ele mesmo. (...) Nós nos reagrupamos atrás dele, apoiando-o, através do amor fraterno. Absoluto amor fraterno. Era mais importante que ele estivesse bem do que qualquer outra coisa, mas ele dizia: ‘Vamos, porra’'. Não havia essa de ‘pobre de mim’. Por causa disso - porque nosso líder mostrou esse tipo de fogo - ficamos mais do que felizes em apoiá-lo como nunca antes... Eu sabia que teria que me esforçar e fazer mais algumas coisas. Todos nós sabíamos disso e entramos direto nisso".

Após três semanas longe dos palcos, o Metallica voltou a se apresentar, em Avondale (Arizona, EUA). Enquanto se recuperava das queimaduras, James Hetfield fez shows apenas cantando e o roadie John Marshall (guitarrista do Metal Church) tocou guitarra, como pode ser visto abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze B


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.
Mais matérias de Mateus Ribeiro.