Matérias Mais Lidas

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemCinco curiosidades sobre "The Sick, The Dying... And The Dead!", do Megadeth

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemKiss: Tommy Thayer responde se Gene Simmons e Paul Stanley se dão bem

imagemNey Matogrosso relembra como foi abrir o Rock in Rio de 1985

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemEric Clapton comenta a lenda do pacto com o diabo feito por Robert Johnson

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemVídeos dos shows no Hellfest do Sepultura, Epica, Nightwish, Blind Guardian e outros

imagemTico relembra trauma que o fez entrar na Fazenda e briga bizarra com Sérgio Mallandro

imagem"Não existe esta coisa de New Wave of British Heavy Metal", diz Paul Di'Anno


Stamp

Como o Aerosmith foi salvo pelo Run-D.M.C. com parceria em "Walk This Way"

Por André Garcia
Em 14/03/22

Antigamente, antes do surgimento da internet, as rádios e a mídia eram especializadas, separadas por gêneros que eram água e óleo. Com isso, os fãs formavam tribos isoladas umas das outras, algo que a partir dos anos 80 começou a mudar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um ótimo exemplo foi "Beat It", do Michael Jackson, de 1982, que as rádios de rock tocavam pela guitarra de Eddie Van Halen e as rádios de R&B tocavam pelo cantor. Com isso, pela primeira vez, muita rádio rock tocou Michael Jackson, e muita rádio de R&B tocou Van Halen.

Em 1986, Aerosmith estava fora de moda e tinha perdido o contato com os hits em meio a graves conflitos internos, acabando assim esquecido pelos fãs em meio às mudanças musicais da virada dos anos 70 para os 80. O Run-D.M.C., por outro lado, estava na crista da crescente onda do hip hop, e tinha tudo para explodir em seu vindouro terceiro álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Curiosamente, conforme publicou o site ultimateclassicrock.com, o primeiro elo entre Steven Tyler e companhia e DJ Run, Jam-Master Jay, e Darryl "D.M.C." McDaniels, o Run-D.M.C., foi feito pelo filho de Joe Perry.

"Eu ouvi uma música do Run-D.M.C. vindo do quarto do meu filho, Aaron", contou o guitarrista em entrevista ao Wall Street Journal, em 2014. "Aquilo era novo para mim, e eu gostei. Soava como um trem de carga. Um mês depois eu recebi uma ligação do produtor deles, Rick Rubin, dizendo que queria fazer um rap em cima de uma música nossa."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu vasculhei toda a minha coleção atrás de uma música para o Run-D.M.C. criar pontes com outros gêneros musicais", disse Rick Rubin ao VH1. "'Walk This Way' tinha uma sensibilidade peculiar ao rock, mas, ao mesmo tempo, com poucas mudanças poderia funcionar como um hip hop."

O trio, que já conhecia a música, não se impressionou com a ideia por não saber como aquilo se encaixaria em seu estilo. Mesmo assim, a contra gosto, para agradar ao produtor fizeram o que chamaram de "versão fraca" da música.

"A gente não queria gravar aquilo", confessou McDaniels. "Oito horas depois recebemos uma ligação para voltarmos ao estúdio. Quando a gente chegou, lá estavam Joe Perry tocando o riff, e Steven Tyler na cabine cantando. Eu e Run sabíamos que a gente teria que levar a sério para não ficar para trás. Nós entramos na cabine e mandamos tão bem que Steven Tyler falou: 'Ae, deixa eu entrar aí com vocês!'"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A nova "Walk This Way" foi lançada em 4 de julho de 1986, chegando à quarta colocação nas paradas de pop e oitava nas paradas de R&B - a versão original dez anos antes não passou da décima. Mas o mais importante foi o clipe, que caiu nas graças da MTV mostrando ambos os grupos literalmente derrubando a barreira entre o rock e o rap, como pode ser visto abaixo.

O sucesso da faixa foi bom para todo mundo: Rick Rubin confirmou mais uma vez seu faro comercial; o Run-D.M.C. superou a marca de um milhão de cópias vendidas com "Raising Hell"(1986), primeiro álbum de hip hop a chegar ao topo das paradas de R&B; e o Aerosmith se redimiu com os fãs lançando "Permanent Vacation"(1987), que abriu as portas para seu reencontro com o sucesso comercial nos anos 90.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em apresentação no Grammy, em 2020, ambos se juntaram para tocar ao vivo "Walk This Way", como pode ser visto no vídeo abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net



publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mugshots: Roqueiros famosos atrás das grades

Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.