Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemMorre aos 43 anos Andrew LaBarre, ex-guitarrista e vocalista da banda Impaled

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal


Stamp

As composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

Por André Garcia
Em 23/05/22

Núcleo criativo dos Beatles, John Lennon e Paul McCartney nos anos 60 formaram uma das maiores e influentes parcerias da história da música popular. Infelizmente, como nada dura para sempre, eles cresceram e seguiram caminhos separados a partir de 1970, com o fim da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde então, John Lennon costumava ser indiferente e muito crítico quando o assunto era os fab four. No entanto, a Far Out Magazine garimpou suas entrevistas e conseguiu chegar às suas músicas preferidas dos Beatles de autoria de Paul McCartney: "Hey Jude", "Here, There and Everywhere", "All My Loving", "Oh! Darling" e "Let it Be".

Hey Jude


"Essa é a melhor dele. Ela começou como uma música para meu filho Julian, porque Paul estava indo visitar ele, depois se transformou em 'Hey Jude'. Eu sempre achei que ela fosse sobre mim e Yoko, mas ele diz que é sobre ele e sua [esposa]."
John Lennon em entrevista para a Hit Parader, em 1972

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Ele disse que a letra é sobre Julian. Ele sabia que eu estava me separando de Cyn [Cynthia Powell] e deixando Julian naquela época. Ele estava indo lá dar um oi para Julian, para quem ele era como um tio. Ele apareceu lá com Hey Jude, mas, a meus ouvidos, ela sempre soa como uma música sobre mim."

"Agora estou soando como aqueles fãs que ficam imaginando coisas [nas músicas]... Mas pense comigo: Yoko tinha acabado de surgir [em minha vida]. Ele estava dizendo 'Hey Jude' — Ei, John. Subconscientemente, ele estava dizendo: 'Siga em frente, me deixe'. O anjo que havia nele estava me dando sua benção, [mas] o demônio que havia nele não gostava nada daquilo, porque não queria perder seu parceiro."
John Lennon em entrevista para a Playboy, em 1980

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Here, There and Everywhere


"Essa é uma de suas grandes [músicas]. Ela é totalmente dele, acredito eu. E uma das minhas músicas preferidas dos Beatles."
John Lennon

"Eu estava no quarto com John no hotel onde estávamos hospedados. E a gente tinha uma fita cassete, acho que era isso na época, do álbum ['Revolver']. Nós botamos pra tocar 'Here, There and Everywhere', e ele disse: 'Nossa, essa música é muito boa.' Ele nunca tinha elogiado uma música minha."
Paul McCartney em entrevista para Howard Stern

All My Loving


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"É um trabalho bom pra c*cete"
John Lennon

Oh! Darling


"Eu queria ter escrito essa música. Ela soa como algo que eu teria escrito"
John Lennon

Let it Be


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A Far Out Magazine incluiu essa música na lista, mas, contraditoriamente, outra publicação do mesmo site diz que John Lennon odeia "Let it Be": "Aquilo é Paul", disse ele. "O que eu posso dizer? Não tem nada a ver com os Beatles".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Heróis de quadrinhos e capas de discos: uma mistura curiosa

Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.