Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemMorre aos 43 anos Andrew LaBarre, ex-guitarrista e vocalista da banda Impaled

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal


Stamp

A fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

Por Gustavo Maiato
Em 21/05/22

O RPM marcou a história do rock nacional e é famosa até os dias de hoje não só por hits como "Rádio Pirata" e "Alvorada Voraz", mas por ter sido uma das bandas que mais vendeu discos na história do país.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista recuperada pelo Podcortes Retrô concedida na década de 1990, Paulo Ricardo explicou os motivos que levaram o RPM a acabar na época. Segundo o músico, tudo estava bem com a banda, que passava por uma excelente fase.

"Nós tínhamos um determinado plano. O rock do Brasil quando começamos era para poucas pessoas. Não era algo popular. A ideia era em 10 anos vender 100 mil cópias. Em 2 anos, vendemos mais de 3 milhões. Isso tudo acelerou um processo que teria uma determinada velocidade. O nosso disco ao vivo foi o estouro pirata de ‘London, London’. Não havia plano de gravar, mas estourou. Então, tínhamos músicas novas, aí gravamos. Era tipo US$ 1 por cópia vendida que ficava de royalties para o conjunto. Ficou vendendo bem por 1 ano", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O problema começou justamente por causa desse sucesso, que levou cada integrante a sentir confiança de voar com suas próprias asas. Para Paulo Ricardo, a diferença fundamental entre ele e o tecladista Luiz Schiavon no que diz respeito ao direcionamento musical da banda levou o grupo ao fim na ocasião.

"O que aconteceu foi que cada um de nós se sentiu muito seguro. Todos se garantindo muito. O nosso ex-baterista P. A. resolveu cantar. O Luiz Schiavon queria levar para um lado tecno, com uma música menos natural e rock. Nesse momento de decisão, houve esse racha. Eu e o Nando queríamos guitarras, o Schiavon queria algo mais frio. Acho que existiu um projeto, e naquele momento, todos concordavam. A partir daí, o grupo precisava evoluir. Eu e o Nando queríamos algo mais pesado, com o teclado com mais swing, meio blues. Ao invés do tecno pop que marcou os anos 1980. O Luiz, como tecladista, se sentiu diminuído. Aí, aconteceu um racha", concluiu.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, fotógrafo de shows, youtuber e escritor. Ama todos os subgêneros do rock e do heavy metal na mesma medida que ama escrever sobre isso.

Mais matérias de Gustavo Maiato.