RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemNarrador Luiz Carlos Jr. manda ver em cover de "Holy Diver"; assista vídeo

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemA banda que Mustaine achou que pudesse ser a nova encarnação dos Beatles (e não foi)

imagemA opinião curta e grossa de Tony Iommi sobre documentário de Ronnie James Dio

imagemJoão Gordo e Casagrande conversam sobre soluções inteligentes para a Cracolândia

imagemAnthrax: Scott Ian revela qual música ele apagaria da história da banda

imagemBillie Joe Armstrong acorda antes de setembro acabar e mostra o corpo em Miami Beach

imagemComo o Pixies influenciou o maior hit do Nirvana, segundo Kurt Cobain

imagemCorey Taylor chama vocalista do Maroon 5 de idiota

imagemSteve Harris explica a mudança no tracklist do "The Number of the Beast"

imagemTony Iommi revela característica que "realmente curtia" em seu amigo Dio

imagemFãs comparam Padre Kelmon com "Padre Quemedo" e Bruno Sutter entra na onda

imagemMetallica anuncia show especial apenas com músicas dos dois primeiros álbuns

imagemMetallica queria que o Mars Volta tocasse uma música. Não tocaram. O Metallica tocou.

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi


NFL Steve Harris

Se não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

Por Bruce William
Postado em 11 de agosto de 2022

Durante entrevista com Frank Godla, do Metal Injection, Max Cavalera revelou sua primeira memória musical.

"Minha primeira lembrança na música foi assistir o Queen. Quando ouço o 'Live Killers' me lembro de ter visto o Queen com meu irmão em 1981 em São Paulo. Foi o show que nos trouxe ao rock and roll - a gente detestava música, todos tipos de música".

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Max conta que aquele concerto foi como uma chave que foi virada e o transformou do dia pra noite: "E no dia seguinte nos tornamos rock'n'rollers, imediatamente no dia seguinte, foi como uma experiência religiosa, aquele show mudou muito a minha vida", explica. "Sempre serei grato ao Queen, nunca encontrei nenhum deles. O Queen é, provavelmente, a razão para que Max Cavalera exista", finaliza.

Em outra entrevista que foi tema de artigo publicado aqui no Whiplash.net em agosto de 2015, de autoria do Nacho Belgrande, Max Cavalera começa respondendo qual foi o primeiro disco que ele comprou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Foi o 'Live Killers' do Queen. Eu acho que tinha uns 11 anos de idade na época. Era 1981 e o Queen veio ao Brasil para tocar em São Paulo. Um primo nosso levou a mim e a Igor para o show, e nós adoramos – ficamos pirados! No dia seguinte, eu fui até uma loja para achar qualquer coisa do Queen, e encontrei uma fita cassete de 'Live Killers'. Igor comprou 'Alive', do Kiss também. Essas foram as duas fitas cassete que tínhamos no começo, e nós as ouvíamos sem parar".

Quando Max Cavalera cortou o cabelo por causa do Metallica

Depois Max conta ainda sobre uma "chantagem" que ele sofreu e acabou cedendo para conseguir o que queria: "Alguns anos depois, esse mesmo primo nos apresentou aos Ramones, Ozzy Osbourne e Accept também. Na verdade, teve uma vez que ele estava tentando fazer com que eu me endireitasse e fosse um bom garoto, então ele me chantageou e disse que se eu cortasse meu cabelo, ele me daria o disco que eu quisesse. Eu queria 'Ride The Lightning', do Metallica, e acabei cortando meu cabelo por uma cópia, mas o cabelo cresceu de volta, e eu fiquei com o LP, então valeu a pena. No Brasil, dizemos que 'se cabelo fosse importante, não cresceria na bunda!' Haha!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E, mais uma vez, Max ressalta a importância da banda de Freddie Mercury em sua vida: "O Queen foi a primeira banda que eu descobri, eu sempre gostei de Queen. Não havia nada que aquela banda não pudesse fazer – eles faziam de tudo! E vê-los no auge em 1981 foi demais".

O primeiro show que Max Cavalera assistiu

Mais adiante, Max fala sobre o primeiro show que assistiu na vida: "Foi esse do Queen em São Paulo em 1981. Nós não curtíamos música antes daquilo – éramos mais interessados em futebol. Mas aquele show do Queen mudou tudo porque tinha a energia do futebol, mas com algo a mais, que era o rock. Pra mim aquilo era muito empolgante, e aquele show mudou minha vida. No Brasil, naquela época, só havia um show internacional por ano, e depois que o Queen veio, rolou The Police, Van Halen e Kiss. Eu não vi nenhum desses, mas eu vi ao Queen".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Max Cavalera fala ainda sobre Freddie Mercury, o lendário vocalista do Queen: "Eles foram os pioneiros do rock de arena, e Freddie Mercury era o mestre. Ele simplesmente sabia como controlar o show e fazer com que a plateia dissesse o que ele queria. Ele tinha carisma, voz, ele tinha tudo, cara; foi uma merda quando ele morreu. Eu sempre respeitei muito ao Queen".

Outro músico que Max também adorava e reverenciava era o icônico Eddie Van Halen: Eu fui um grande fã do Van Halen, principalmente dos primeiros anos", conta Max. "É algo que não aparece na música do Sepultura, é mais uma coisa pessoal, uma relação de fã. Eu colecionava fitas K7 de shows ao vivo e de bootlegs, adoro mais os bootlegs que os discos oficiais pois as versões ao vivo são mais fantásticas, eles tocavam bem mais legal ao vivo. Os discos (de estúdio) são maravilhosos", prossegue o músico, "mas eu sei de pessoas que reclamam dos discos do Van Halen terem pouca duração, eu não penso assim, acho que eles são perfeitos. Você ouve o disco, ele acaba, você ouve de novo, isto é maravilhoso, é como um pequeno pedaço de carne saboroso, você come aquilo e quer comer mais".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Freddie Mercury prateado foi ressuscitado no Domingão do Huck

Para Roger Taylor, Sacha Baron Cohen interpretando Freddie Mercury seria "uma m*rda"

O curioso artista com cachê mais caro já pago pelo Rock in Rio (e não foi o Queen)

Rock in Rio: Guns N' Roses veio ao Brasil em avião que já levou Cirque du Soleil e Queen

Assista as performances com dezenas de convidados ilustres no tributo a Taylor Hawkins

Roger Taylor diz que o Queen combinou não se meter com músicas sobre políticas

Veja o lendário Freddie Mercury se aquecendo antes do último show de sua vida

Queen: Brian May recebe título de Doutor em Ciências pela University of Hull

Brian May diz o que acha que Freddie Mercury teria achado do filme Bohemian Rhapsody

Brian May sobre "The Cosmos Rock": "Tem coisas muito boas, e é subestimado"

Amy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos

Lars Ulrich e Brian Johnson participarão de show tributo a Taylor Hawkins

Se não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

Sérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

A opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

A opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

Queen e Elton John: crossover entre os filmes poderia ter acontecido, revela diretor

Lista: trechos de músicas gravadas por bandas de rock e metal para você tatuar - Parte 1

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William.