RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemManowar confira apresentação única em São Paulo para setembro

imagemAs frases que Taylor Hawkins disse repetidamente para Ozzy Osbourne semanas antes de morrer

imagemJohn Lennon queria regravar todas as músicas dos Beatles, segundo produtor George Martin

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemA inesperada opinião de Bell Marques (ex-Chiclete com Banana) sobre o rock progressivo

imagemSite chileno cita data do Iron Maiden no país e medalhões como possíveis bandas de abertura

imagemAngra anuncia sua turnê "The Best Of 30 Years" com setlist renovado

imagemCristina Scabbia se queimou com óleo fervendo e ficou com "mapa da Europa" no rosto

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemPaul McCartney: a banda de Metal que o levou ao lado negro da força

imagemC.J. sobre seu primeiro show com os Ramones: "Foi Cuspe, moeda, garrafa, sapato…"

imagemPink Floyd: Nick Mason comenta as músicas que formam a trilha sonora de sua vida

imagemA nobre razão pela qual Kerry King parou de beber antes dos shows do Slayer


Stamp

Gene Simmons conta como lidou com antissemitismo e se tornou um "camaleão"

Por Emanuel Seagal
Postado em 19 de outubro de 2022

Gene Simmons participou do "Howie Mandel Does Stuff", podcast apresentado pelo ator Howie Mandel e sua filha, Jackelyn Shultz, onde falou sobre sua carreira, seus filhos e preconceito. Embora conhecido mundialmente pelo seu pseudônimo, seu nome é Chalm Witz, nascido em Israel, filho de imigrantes da Hungria. Durante a conversa, ele foi questionado se sofreu com antissemitismo como seu colega de banda, Paul Stanley, que acusou os ex-integrantes Ace Frehley e Peter Criss de serem antissemitas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

"Um pouco. Não é como ser negro ou hispânico, pois às vezes você consegue disfarçar, 'Oh, sou italiano' ou 'sou grego'; judeus tem essa habilidade, mas basicamente… meu nome de nascimento é Chalm Witz, e entendi que isso não iria funcionar. Percebi sozinho que para ter sucesso eu teria que ser uma espécie de camaleão", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O apresentador comentou que atualmente Gene é um grande apoiador de Israel e não evita dizer ser judeu. "Por muito tempo eu não falei a respeito, pois não era relevante. Estou compartilhando o planeta com todo mundo, e todas as diferenças que achamos que temos uns com os outros, quando o primeiro alienígena chegar, ele não terá a mínima ideia do que você está falando. 'Eu sou da Sérvia.' 'Oh! Bem, eu sou do Zimbábue.' E o alienígena dirá, 'Sim, e daí? Vocês são todos terráqueos'", concluiu.

Em outro momento, Gene ficou intrigado com a vida de Jackelyn, sendo filha de um comediante como Howie Mandel, e falou sobre seus próprios filhos, Nick e Sophie. Segundo ele, o crédito é todo da sua esposa, Shannon Tweed. "Ela colocou sua ética, moralidade e tudo mais. Eles são filhos dela e são maravilhosos, bem sucedidos, pessoas incríveis, os quais são nossos filhos, mas tive muito pouco a ver com isso", afirmou. Segundo o músico não é possível ter tudo, pois ele passou a maior parte do tempo fazendo shows pelo mundo todo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O baixista/vocalista, quando colocado contra a parede, disse que não é verdadeira a lenda de que ele dormiu com 5 mil mulheres. "4,800?", questionou a apresentadora. "(Esse número) está mais perto (do verdadeiro)", afirmou Gene, rindo, e sendo interrompido pelo alarme do seu celular, que avisava ser hora de tomar seus remédios.

Confira o bate-papo completo, em inglês, clicando no player abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Exilio Angel

Kiss: Os conselhos de Gene Simmons para empresários e pais


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com Iron Maiden e Black Sabbath até chegar ao metal extremo e se apaixonar pelo doom metal. Considera Empyrium e X Japan as melhores bandas do mundo, Foi um dos coordenadores do finado SkyHell Webzine, escreveu para outros veículos no Brasil e exterior, e sempre esteve envolvido com metal, seja com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa. Escreve para o Whiplash! desde 2005 mas ainda não entendeu a birra dos leitores com as notícias do Metallica. @emanuel_seagal no Instagram.
Mais matérias de Emanuel Seagal.