Empresários: alguns dos mais marcantes do Rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Se você é um viciado em música e tem algumas curiosidades ou se simplesmente ama a música, como qualquer fã de rock que goste de compartilhar pequenos momentos deste folclore cheio de loucuras envolvendo seus músicos favoritos. De Keith Moon dirigindo um conversível em uma piscina de hotel para Ozzy Osbourne mordendo a cabeça de uma pomba, essas histórias são verdadeiras montanhas de entretenimento tanto para um viciado em rock quanto para um novato.

0 acessosBlend Guitar: em vídeo, Top 10 Heavy Metal Bands5000 acessosAquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-cola

Mas por trás de todos essa selvageria e histórias inacreditáveis ​​está uma pessoa tão demente e excêntrica quanto os próprios músicos, seus empresários. Considere-os lobos em pele de rock 'n' roll. Considere-os excursionistas famintos por dinheiro e poder. Você pode chamá-los de tudo o que quiser, mas você tem que admitir histórias como as de LED ZEPPELIN, Peter Grant regando o equipamento de gravação com baldes de água ou Kim Fowley espalhando bosta de cachorro por tudo quanto é lado e por aí vai...

Abaixo está uma lista das mentes mais perigosas, danificadas e intransigentes que deixaram o rock mais interessante tanto pelo seu envolvimento e loucura.

Don Arden (Black Sabbath, Small Faces)
Don Arden (Black Sabbath, Small Faces)

A lenda da carreira de Arden gira em torno de janelas. Quando um membro do Nashville Teens teve a coragem de pedir mais verbas a ele, ele ameaçou atira-lo da janela de seu escritório. Mais tarde, quando Arden ficou sabendo que o então empresário dos BEE GEES, Robert Stigwood, estava tentando roubar seus clientes do Small Faces, ele e alguns amigos foram para o escritório de Stigwood e penduraram-no na sua varanda até que ele reconsiderasse. Mais tarde, a filha de Arden, Sharon Osbourne, passaria a assumir uma posição tão intransigente na gestão de seu marido Ozzy Osbourne, mas não dando tanta ênfase para janelas.

Sharon Osbourne (Ozzy Osbourne, Motorhead)
Sharon Osbourne (Ozzy Osbourne, Motorhead)

A famosa Sharon Osbourne teve uma relação tensa com seu falecido pai, mas ela ainda aprendeu muito com o cara. Durante uma apresentação no Ozzfest 2005, ela bagunçou com o show do IRON MAIDEN durante vários momentos da apresentação. Ela explicou que o vocalista Bruce Dickinson era um idiota e estava desrespeitando o festival desde que começaram a turnê.

"Eu sei que você gostaria de continuar a falar sobre isso, porque isso foi o que mais deu manchete para o Iron Maiden nos EUA em 20 anos, mas vamos em frente, vamos?" Osbourne escreveu para o empresário do Maiden, Rod Smallwood, em uma carta aberta que ela mesma assinou como "A 'Verdadeira' Dama de Ferro".

John Sinclair (The MC5)
John Sinclair (The MC5)

Em 1966, John Sinclair era o empresário mais radical que uma banda de rock poderia ter. E para os punks de Detroit do MC5, ele era bem radical. Quando Sinclair tencionava atolar a música com muita retórica política revolucionária, a banda optou por cair no encanto do futuro empresário de Bruce Springsteen, Jon Landau. Quando Sinclair descobriu sobre a traição, ele disse à banda: 'Vocês queriam ser maior do que os Beatles, e eu queria que vocês fossem maiores do que Mao Tsé-Tung".

Colonel Tom Parker (Elvis Presley)
Colonel Tom Parker (Elvis Presley)

Não é preciso ser um neurocirurgião para dizer que Colonel Tom Parker é o maior arquétipo de todos os empresários do rock do passado e do presente. A maneira que Parker levou um menino simples do campo a fazer rios de dinheiro, deu a muitos por aí a esperança de que eles também podiam ser capazes de fazer um dinheirinho ou dois graças ao rock.

Peter Grant (Led Zeppelin, Bad Company)
Peter Grant (Led Zeppelin, Bad Company)

Peter Grant tinha o estilo intimidador de Don Arden, que ia desde fazer com que promotores de shows entregassem mais de 90% da receita até pessoalmente destruir qualquer loja de discos que ousasse vender um produto pirata das bandas que estavam sob sua responsabilidade. Este gigante, sozinho, fez do rock um grande negócio.

Dee Anthony (Humble Pie, Montrose, Peter Frampton)
Dee Anthony (Humble Pie, Montrose, Peter Frampton)

Em seu excelente livro sobre a gênese do comércio do rock intitulado "Mansion on the Hill", Fred Goodman cita Dee Anthony e três regras simples para o sucesso:

1) Pegue o dinheiro
2) Lembre-se de pegar o dinheiro
3) Não se esqueça de sempre se lembrar de pegar o dinheiro

Anthony era um nativo do Bronx e tinha o intuito de empresariar nomes como de Tony Bennett antes de ouvir o toque da caixa registradora do rock ecoando em seus ouvidos no final dos anos sessenta. Ele convenceu o então guitarrista do Humble Pie, Peter Frampton, a seguir carreira solo. Dee levou-o para a vitória acertando em cheio com o álbum ao vivo, "Frampton Comes Alive!" mas teve consequências graves que levaram Frampton a se afundar nas drogas e dívidas incapacitantes, enquanto Anthony realizava festinhas em sua casa em Beverly Hills.

Confira a lista completa (em inglês) clicando no link abaixo:
http://www.noisecreep.com/2012/09/25/10-craziest-rock-manage...

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores. :-)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

InglaterraInglaterra
Político acusado de ser nazista por causa do Sabbath

0 acessosBlend Guitar: em vídeo, Top 10 Heavy Metal Bands1889 acessosZakk Sabbath: banda de Zakk Wylde lança EP em junho446 acessosArquivo KZG: Gastão Moreira entrevista o Black Sabbath em 1992593 acessosHeavy Lero: Black Sabbath na edição #100, por Gastão e Clemente0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Collectors RoomCollectors Room
Óculos de Ozzy é um dos ítens da coleção de Almir Figueredo

DioDio
Escolhendo suas músicas de Heavy Metal/Rock favoritas

Rob HalfordRob Halford
Qual a canção mais demoníaca que existe no metal?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 01 de outubro de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Maiores e Melhores0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

Collectors RoomCollectors Room
Posters, bonecos e Coca-Cola na coleção de Aquiles Priester

PoeiraPoeira
Geordie, o início da trajetória do vocalista Brian Johnson

Morreu DormindoMorreu Dormindo
As últimas horas de vida de Lemmy Kilmister

5000 acessosNazareth: 40 anos de rock5000 acessosSeparados no nascimento: James Hetfield e Mano Menezes5000 acessosNirvana: o bizarro gosto gráfico de Kurt Cobain3597 acessosBruce Dickinson: uma otimista homenagem do animador Val Andrade5000 acessosMetallica: Cliff Burton não era um grande fã do Iron Maiden5000 acessosDave Navarro relembra overdose de drogas

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online