RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Cannibal Corpse: site elege os cinco melhores álbuns

Por Francisco Silva Júnior
Fonte: About.com
Postado em 30 de janeiro de 2011

O CANNIBAL CORPSE é uma das poucas bandas de death metal que recebeu atenção da grande mídia e é conhecida fora do meio metálico. Eles levantaram a ira do candidato presidencial republicano Bob Dole, foram proibidos de tocar músicas mais antigas na Alemanha, entraram nas paradas da Billboard em meados da década de 1990 e fizeram uma aparição no filme de Jim Carrey "Ace Ventura - Um Detetive Diferente". Mais importante do que toda a badalação do mainstream é a sua música. A banda é talvez a mais influente, a que mais vende e a mais antiga banda de death metal (embora alguns irão dizer que é o DEICIDE). Aqui estão os seus cinco melhores álbuns, segundo o site About.com.

Mais Listas de Melhores e Piores

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

1. The Bleeding (1994)

O último álbum do CANNIBAL CORPSE com o vocalista Chris Barnes (sem contar as gravações prévias do álbum "Created To Kill", mais tarde renomeado "Vile") não tem a técnica apurada dos seus álbuns sucessores, mas ainda assim é o seu melhor. É mais lento e tem mais groove do que os seus álbuns anteriores, mas as músicas são muito melhores. Três das músicas: "Staring Through The Eyes of the Dead", "F—ed With a Knife" e "Stripped, Raped and Strangled" tem sido tocadas nos shows desde 1994. Barnes oferece o seu melhor desempenho vocal e lírico de sua longa carreira no death metal. Neste álbum, Jack Owen e Rob Barrett (substituindo o guitarrista original Bob Rusay) despejam alguns dos mais memoráveis riffs do death metal dos anos 90. É o melhor do CANNIBAL CORPSE e um clássico do death metal.

2. Kill (2006)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

A mudança do CANNIBAL CORPSE para o death metal técnico se iniciou a sério quando George "Corpsegrinder" Fisher entrou para a banda e culminou com este álbum. O baixista Alex Webster durante vários anos foi perguntado sobre a tão bem conhecida mestria musical, letras e capas de álbuns da banda. Em "Kill", as letras e as artes são deixadas de lado. A música é a fonte de toda a carnificina aqui – principalmente em músicas como "Make Them Suffer". "Kill" foi o primeiro álbum da banda produzido pelo guitarrista da banda HATE ETERNAL Erik Rutan, que também trabalhou no "Evisceration Plague".

3. Tomb of the Mutilated (1992)

Este álbum tem seguido toda a carreira do CANNIBAL CORPSE graças à arte de sua capa muitas vezes censurada e os títulos macabros de suas músicas. A banda ainda estava aprendendo o seu ofício, por isso algumas das músicas soam confusas e repetitivas. Mas este é o álbum mais famoso da banda e contém a música que é sua marca registrada "Hammer Smashed Face", isto garante esta posição.

4. Gallery of Suicide (1998)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

O CANNIBAL CORPSE teve avanços realmente criativos no final dos anos 1990. Este é o segundo álbum com George Corpsegrinder Fisher na banda, e o primeiro com o guitarrista Pat O'Brien. O álbum foi um pouco controverso devido a direção mais experimental em músicas como "Blood Drenched Execution" e "Gallery of Suicide". A entrega de Fisher é implacável e O'Brien já chega acrescentando profundidade. Este álbum contém o destaque "From Skin To Liquid".

5. Gore Obsessed (2002)

Um grande salto na evolução técnica do CANNIBAL CORPSE, "Gore Obsessed" inclui músicas como "Pit Of Zombies" e "Hatchet To The Head". Álbuns anteriores como "Butchered At Birth" e "Eaten Back To Life" receberem mais atenção do que este álbum, uma jóia esquecida no catálogo da banda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Francisco Silva Júnior

Francisco é natalense, casado, pai de um filho, doutor em Engenharia Elétrica e trabalha como professor da área de computação desde 2006. Seus maiores hobbies são o rock e o futebol. É corintiano fanático, colecionador de CDs e fã de muitas bandas de rock e metal, dos mais variados estilos, como Nirvana, Oasis, Muse, Pink Floyd, Iron Maiden, Metallica, Megadeth, Judas Priest e outras. Atualmente tem se interessado mais por bandas de metal extremo como Belphegor, Inquisition, Deicide, Incantation, Marduk, Dark Funeral e outras.
Mais matérias de Francisco Silva Júnior.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS