Amaranthe: "O novo álbum é mais sólido e será mais viciante"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Edilson Luiz Piassentini, Fonte: Underground Newz
Enviar correções  |  Ver Acessos

Formado em 2008 em Gotemburgo na Suécia, o Amaranthe surgiu como uma grande revelação no cenário mundial, conquistando rapidamente muitos fãs pelo mundo.

Teoria da Conspiração: Slipknot troca membros em shows ao vivo?Iron Maiden: as 20 melhores músicas da "Era de Ouro"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com dois ótimos álbuns lançados e prestes a lançar seu mais novo trabalho, hoje tivemos o prazer de entrevistar a vocalista Elize Ryd, que nos atendeu com muita simpatia para nos contar sobre a trajetória da banda, sobre o novo álbum Massive Addictive que será lançado agora em outubro.

Confiram essa exclusiva entrevista com Elize Ryd para a página underground Newz!

UNDERGROUND NEWZ - Olá Elize, muito obrigado por nos conceder uma parte do seu tempo para essa entrevista. Conte-nos um pouco sobre as influencias do Amaranthe, e a partir de que ponto surgiu a banda?

ELIZE RYD - Obrigado por ter me perguntado! A minha ideia pessoal naquela época era para entrar na indústria da música de alguma forma. Eu e um amigo começamos uma banda juntos e eu entrei em contato com muitos músicos diferentes em Gotemburgo, e através deles eu conheci Jake que precisava de um vocalista convidado do sexo feminino para o seu projeto Dreamland. Olof ouviu Fade Away e entrou em contato comigo porque ele precisava de uma voz feminina em seu álbum do Dragonland, o Astronomy. Nós três ficamos muito amigos e começamos a sair muito, e ajudar uns aos outros a escrever músicas e gravar. Eu e Jake gravamos a primeira demo Avalanche juntos, e quando Olof percebeu, a idéia de criar um projeto juntos seria fantástico. Jake e Olof já tinha decidido criar um projeto All Star. E eu e Olof queriamos trabalhar juntos também, assim fazendo com que todos nós se envolvesse no mesmo projeto - o sonho de todo mundo poderia se tornar realidade de uma só vez e em conjunto. Todos nós queríamos a mesma coisa. Todo mundo em torno de nós que escutava nossas demos amavam a combinação e o som raro. Fomos contactado por vários assessores e uma oferta de contrato de gravação estava em nossas mãos muito rápido. Estamos vindo a crescer sem parar desde então.

UNDERGROUND NEWZ - Posso te dizer que nunca vi outra banda que faça um som parecido com o do Amaranthe. Para mim isso é o ponto mais forte da banda, a sua própria identidade. É correto dizer que o Amaranthe acabou criando seu próprio estilo?

ELIZE RYD - Absolutamente, e isso aconteceu porque e, Olof e Jakefomos atendidos. Somos três pessoas totalmente diferentes que adoram o que fazemos. Ninguém estava recuando em suas visões, e por alguma estranha razão elas funcionaram juntos. Levei todos os meus sonhos e todos as minhas visões, e as minhas idéias musicais que não era de metal funcionaram direito no estilo. Mas combinando isso com grandes músicos, tornou-se algo, e para mim foi um grande som também. Assim como você disse, eu também nao tinha ouvido nada parecido como o Amaranthe antes disso tudo :) Nós criamos algo único na nossa cabeça.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

UNDERGROUND NEWZ - Um dos grandes destaques da banda, além do som extremamente técnico aliado a peso e com belas harmonias, é a presença de três vocalistas, com você nos vocais femininos, Jake nos vocais masculinos e Henrik nos vocais rasgados. A mistura desses vocais foi uma experiência muito boa. Como surgiu essa idéia dos três vocalistas na banda?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

ELIZE RYD - A idéia original veio de Olof e Jakes, e era de ser um "All Star Project", trazendo diferentes vocalistas convidados. Mas essa idéia mudou depois do primeiro convite :)

UNDERGROUND NEWZ - O Primeiro auto-intitulado álbum da banda e o segundo álbum The Nexus são excelentes e teve uma grande aceitação da mídia e do público, fazendo com que a banda conquistasse rapidamente uma grande legião de fãs. The Nexus mostra outra perspectiva se comparando ao álbum Amaranthe. Como foi o processo de composição de cada álbum, e fica claro que o Amaranthe não é uma banda que vive sempre do mesmo, que busca sempre uma inovação?

ELIZE RYD - Sim, você está absolutamente certo sobre isso. Sempre buscamos o desenvolvimento sem alterar muito o nosso som. O primeiro álbum demorou cerca de três anos para escrevermos. O segundo menos de um ano, essa é a maior diferença.

UNDERGROUND NEWZ - Para o mês de outubro desse ano, está previsto o lançamento do novo álbum da banda, chamado Massive Addictive. O que poderia nos adiantar sobre o novo álbum? Acredito eu que os fãs estão ansiosos por este álbum!

ELIZE RYD - Espero que eles estejam, e espero que gostem tanto quanto eu. É mais sólido e ainda mais viciante do que os álbuns anteriores. Um toque a mais em tudo, som atualizado, brilhante e ficou muito bem produzido. É Amaranthe!

UNDERGROUND NEWZ - Falando agora sobre você. Como surgiu a paixão pela música? Hoje, além do Amaranthe, você participa de outros projetos? Sabemos que você participou de bandas como Kamelot, Dragonland, Nightwish e o projeto de Timo Tolkki, o Avalon. Poderia nos contar sobre essas experiências?

ELIZE RYD - Eu cresci com a música e cantava todos os dias. Minha paixão pela música está no meu sangue. Eu gosto de muitos estilos diferentes de música, de modo a me tornar capaz de ter bons desempenhos quando convidada e isso tem sido incrivelmente gratificante para mim. É revelador poder expressar emoções através de músicas diferentes, é assim que eu vejo isso, muito mais do que apenas fazer uma declaração vocal em um álbum de outra pessoa. Eu participei de alguns projetos ultimamente, e tem sido uma grande honra ter a oportunidade de tocar com grandes pessoas e artistas extraordinários. Vejo também como uma grande oportunidade para me desenvolver como artista.

UNDERGROUND NEWZ - Quais as bandas você anda ouvindo hoje em dia e quais seus estilos preferidos?

ELIZE RYD - Eu escuto de tudo, desde música clássica e pop até a banda de sludge metal dos meus irmãos, Abandon. Aprecio muitos estilos. Mas o meu estilo favorito de todos os tempos é o estilo Musical, o maior estilo de todos eu acho. Nada pode ser mais teatral.

UNDERGROUND NEWZ - Hoje a presença das mulheres no metal tem crescido constantemente. As bandas vêm mostrando muita qualidade com a presença feminina. O que você pensa sobre isso? Acredita que as mulheres conquistaram de vez seu espaço no metal?

ELIZE RYD - Tenho certeza de que esse é o fato! E eu estou extremamente muito feliz com isso. Eu estou acima de tudo feliz em ver que o mundo está se desenvolvendo nessa perspectiva. A igualdade está se estabilizando em todo o mundo, e que isso se mostra na música também.

UNDERGROUND NEWZ - Voltando ao Amaranthe, entre tantos fãs que a banda tem, os brasileiros estão na expectativa de ver a banda aqui no Brasil. O que vocês conhecem sobre o Brasil, sobre o público brasileiro e se existe algum lugar em especial que gostariam de conhecer? E claro, quando teremos um show do Amaranthe por aqui?

ELIZE RYD - Eu fui ao Brasil com Kamelot, e foi uma experiência totalmente incrível. Eu sei que o Brasil é grande no futebol, e eu estava torcendo por sua equipe ser campeão do mundo, após a Suécia ter perdido a vaga. Tenho bons amigos aqui na Suécia que vem originalmente do Brasil. Eu sei que as mulheres são extremamente bonitas lá, e elas dançam muito bem. E também os homens. Vocês têm muitos ritmos e músicas que eu gosto muito de dançar.

UNDERGROUND NEWZ - Elize, novamente muito obrigado pela simpatia e humildade em nos conceder essa entrevista. Eu como grande fã da banda e em nome da Underground Newz desejamos muito sucesso para a banda. Deixe um recado para os fãs e seguidores da página!

ELIZE RYD - Obrigado por tudo! Estamos esperando para ver vocês o mais breve possível! Muito amor e muitos beijos e abraços! :)) Elize




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Amaranthe"


Originalidade: 10 Bandas ou Projetos InusitadosOriginalidade
10 Bandas ou Projetos Inusitados


Teoria da Conspiração: Slipknot troca membros em shows ao vivo?Teoria da Conspiração
Slipknot troca membros em shows ao vivo?

Iron Maiden: as 20 melhores músicas da Era de OuroIron Maiden
As 20 melhores músicas da "Era de Ouro"


Sobre Edilson Luiz Piassentini

Amante do metal desde os 13 anos de idade, fã indiscutível de King Diamond e Mercyful Fate, e também um grande apreciador das cervejas estilo Weiss e um dos editores do site Rock N'Breja! Rock e Cerveja, a combinação perfeita.

Mais matérias de Edilson Luiz Piassentini no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280