Soulfly: baixista Tony Campos fala à Blog n Roll Produções

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Blog n Roll Produções, Fonte: Blog n Roll Produções
Enviar correções  |  Comentários  | 

Desde a fundação do Soulfly, Max Cavalera vem revelando grandes talentos em sua carreira, não foi diferente com Tony Campos (baixista). O garoto que no colégio ouvia o “Beneath The Remains” realizou o sonho de ser o cara das 4 cordas de Max no Soulfly e ele mesmo fala ser uma honra estar tocando com ele. Confira aí um papo curto, mas interessante com Tony Campos, falando um pouco de sua carreira e do Brasil, exclusivo para a Blog n Roll Produções.

2342 acessosMax, Igor e Sepultura: vídeo compara performances ao vivo5000 acessosCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história

Blog n Roll: Algum dia você se imaginou tocando ao lado de Max Cavalera?

Tony Campos: Eu nunca pensei que iria chegar a conhecer o cara, muito menos tocar com ele. Eu estava na escola quando Beneath the Remains saiu, e mexeu com a minha mente. Foi um álbum muito influente para mim, e tocar com Max é uma grande honra.

Blog n Roll: Você passou por muitas bandas, como Static-X, Asesino, Ministry, Otep e Prong. Agora você está à frente no Soulfly, como você pode descrever a diferença entre cada banda e, em sua opinião, o Soulfly traz de novo pra música?

Tony Campos: Eu nunca fui do Otep. Eu só toquei e ajudei a escrever algumas músicas em um dos álbuns. Meu amigo Ulrich Wilde estava produzindo, e foi muito divertido trabalhar com ele novamente.O Otep gostou de alguns dos riffs que eu escrevi, e ela fez seus vocais sobre ele. As músicas saíram brutais. Eu ainda faço parte de Asesino, apesar de não termos muito tempo hoje em dia, o Fear Factory mantém o Dino ocupado e Soulfly me mantém muito ocupado. Sempre foi um projeto paralelo, então fazemos isso quando há tempo. Eu realmente gostei de tocar com Prong. Escrever e gravar músicas com Tommy Victor para o álbum “Carved Into Stone” foi uma grande experiência. Espero trabalhar com eles novamente. Estar no Ministry foi incrível. Eu nunca tinha tocado com tanta gente antes, então foi uma experiência nova. Como fã, estar em uma banda com Al Jourgensen e Tommy Victor, os dois caras da minha antiga banda, Static-X, foi inacreditável. Esse foi uma das tours mais divertidas que já fiz. Cheguei a tocar em alguns álbuns do Ministry também e nunca pensei que isso aconteceria também.

Tony Campos: Estar no Soulfly é incrível. Eles gostam de trabalhar tanto quanto eu. Max me deixa fazer muitos vocais, o que é muito divertido. Eu posso tocar com um dos meus heróis, tocar algumas das minhas músicas favoritas, e estar sempre na estrada. Eu tive muita sorte, desde o fim do Static-X em 2009, quase todas as bandas em que trabalhei, foi uma em que me mataria pra fazer parte. Trabalhar com os caras que me influenciaram diretamente a ser o músico que sou hoje é incrível.

Blog n Roll: Na faixa “O Plomo Plata”, do álbum “Enslaved” você canta em espanhol e Max em português. Como foi essa experiência para você?

Tony Campos: Foi ótimo. A idéia foi do Max. Ele estava lendo um livro sobre Pablo Escobar, e disse que seria legal fazer uma música sobre ele em Português e Espanhol. Há uma música no novo álbum sobre El Comegente da Venezuela, onde trocamos os vocais como essa.

Blog n Roll: Você veio em 2012 com o Cavalera Conspiracy para fazer alguns shows, qual foi a sua impressão do nosso país?

Tony Campos: Foi ótimo. Foi a minha terceira vez no Brasil, e eu nunca tinha ido a muitas cidades que tocamos. O tempo estava lindo. Os fãs lá fora são incríveis. Metaleiros de verdade!

Blog n Roll: Você pode enviar uma mensagem para seus fãs no Brasil?

Tony Campos: Obrigado Brasil, por nos trazer de volta. Vocês são incríveis. Prepare-se para um show brutal. E como Max fala: "Bring da shit!"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Max, Igor e SepulturaMax, Igor e Sepultura
Vídeo compara performances ao vivo

2539 acessosSepultura: Jean Dolabella comenta sobre documentário da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

Andreas KisserAndreas Kisser
A política de Israel não mudou por causa do Roger Waters

SepulturaSepultura
Max Cavalera comenta a marcante capa de "Chaos A.D."

Andreas KisserAndreas Kisser
O Brasil passa por um momento idiótico, ou você é A ou é B

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Soulfly"0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"

Capas de álbunsCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

CuriosidadeCuriosidade
Artistas que odeiam suas próprias músicas

Zakk Wylde e Dave GrohlZakk Wylde e Dave Grohl
A treta por causa de canções para Ozzy

5000 acessosHetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica5000 acessosEddie: a foto que supostamente inspirou Derek Riggs5000 acessosMetallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas da década passada5000 acessosBon Jovi: Richie fala do ultimato de Jon que o tirou da banda5000 acessosKerrang: os melhores singles já lançados5000 acessosAfro-Americanos: 10 nomes que estão destruindo no metal

Sobre Blog n Roll Produções

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online