Dave Mustaine: Gigantour e como foi reaprender a tocar guitarra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
ENVIAR CORREÇÕES  

Jeff Niesel do Cleveland Scene recentemente conduziu uma entrevista com o frontman do MEGADETH, Dave Mustaine. Confira abaixo alguns trechos da conversa:

Bruce Dickinson: A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Cleveland Scene: Fale sobre o Gigantour. Qual foi o conceito original para a turnê e como isso mudou?

Mustaine: A primeira vez que fizemos o Gigantour, o impulso para o festival foi a lesão no meu braço. Eu não poderia mais tocar. Eu pensei que seria legal, enquanto eu estivesse me recuperando, em montar um festival e apreciar vários guitarristas de bandas. Foi assustador, você ir de um cara virtuoso para um cara com apenas uma mão funcionando e a outra engessada por 17 meses. A primeira vez foi em 2005, e tocamos com o DREAM THEATER, SYMPHONY X e um monte de outras bandas. Alguns anos, tiveram bandas modernas e legais. Outros anos, tiveram bandas mais velhas e mais estabelecidas. Este ano, é o mais agressivo de qualquer um dos line-ups.

Cleveland Scene: Você acha que isso diz algo sobre a maneira de como a cena musical mudou?

Mustaine: Não. Não é tanto a maneira de como a música mudou. Esses caras já existem faz um bom tempo. É apenas a forma de como os planetas se alinharam neste ano. Essas bandas tem 5 ou 10 anos de idade. Oito anos atrás, quando comecei o Gigantour, eles não estavam disponíveis. O guitarrista do BLACK LABEL SOCIETY, Zakk Wylde, ainda estava com O Ozzy. Com o baixista e vocalista do NEWSTED, Jason (Newsted), eu não acho que ele estava pronto para fazer algo assim. Ele ainda estava experimentando com o VOIVOID. É uma questão de todos os planetas se alinharem.

Cleveland Scene: Fale sobre como foi re-reaprender a tocar guitarra?

Mustaine: Isso aconteceu duas vezes. A primeira vez foi em 2002. Eu estava sentado em uma cadeira de mal jeito e meu braço adormeceu. Na segunda vez, eu estava indo para um quiroprático (Nota: tratamento de subluxacções do sistema musculo-esquelético) e o cara tinha acabado de passar por um divórcio e ele acabou com as minhas costas e me machucou. Eu disse a ele: "Você me machucou". Ele me disse para tomar ibuprofeno. Eu não fui atrás disso, mas em seguida, dois dedos na minha mão ficaram dormentes quando eu estava no Mayhem Festival. Eu tive que terminar a turnê tocando com dois dedos. Qualquer pessoa que conhece as músicas do Megadeth, sabe que você não conseguiria fazer isso. Eu fui para a cirurgia de emergência e encontraram um osso desajeitado do tamanho de um espinho de uma rosa em minha medula espinhal. Eles o tiraram e eu fiquei melhor. Tenho que te dizer que viver com a dor foi difícil. Isso é o que a música "Kingmaker fala.

Leia a entrevista completa (em inglês) no link abaixo:
http://www.clevescene.com/cleveland/bulletproof/Content?oid=...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Megadeth"


Scott Weiland: Dave Mustaine deu conselhos para o falecido cantorScott Weiland
Dave Mustaine deu conselhos para o falecido cantor

Loudwire: os supergrupos fictícios mais estranhosLoudwire
Os supergrupos fictícios mais estranhos


Bruce Dickinson: A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?Bruce Dickinson
A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Goo336x280