Imperium Infernale: entrevista com a banda no Portal do Inferno

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por F.Custódio Moreira, Fonte: Portal do Inferno
ENVIAR CORREÇÕES  

Idealizado há dez anos pelo vocalista Áscaris, o Imperium Infernale é um grande representante do black metal brasileiro. A banda lançou no ano passado o primeiro álbum, intitulado Primitivo, e de cara recebeu muitos elogios da mídia e fãs pela originalidade em suas composições, mais "cruas", como explica o próprio vocalista, que difere este trabalho de outros registros observados no gênero.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista ao Portal do Inferno, Áscaris fala sobre as particularidades do Imperium Infernale; sobre o espaço para as bandas de black metal no Brasil e as dificuldades que encontram para se destacar na cena; e opina sobre temas polêmicos e recorrentes do estilo, como homossexualidade no metal, nazismo, white metal, satanismo, entre outros. Confira:

Portal do Inferno: Primeiramente, como surgiu o nome Imperium Infernale?

Áscaris: Quando criei o projeto, em 2003, queria um nome simples que fosse compreendido em diversas línguas, sem tradução alguma e que deixasse claro que se trataria de uma banda de black metal. Ou seja, deveria ser explícito e por vezes escrachado. Isso também acaba sendo um meio de sempre me lembrar do que se trata a música que fazemos e não desvirtuarmos a coisa. Um estigma, mas intencional e benéfico em se tratando de manter a objetividade.

Portal do Inferno: Então o Imperium Infernale não era uma banda, mas sim, um projeto? Considerando que você também é vocalista do Eternal Malediction, você não tinha a intenção de levar para frente?

Áscaris: Naquela época, a ideia era fazer mesmo um projeto, na verdade tudo ficaria naquele demo CD de duas músicas que lancei em 2006. Quando o Eternal Malediction começou a entrar num período de inatividade, por problemas de formação, eu comecei a me frustrar, pois queria seguir fazendo black metal de alguma forma. Então, em 2008, comecei a criar alguns riffs e músicas pensando em algo fora e consegui a parceria com Morbius para compor. Poderíamos nomear de outra forma, mas achei mais sensato dar continuidade a algo que eu já tinha iniciado anos antes, mesmo que de forma bem tímida, que começar tudo do zero mais uma vez.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Portal do Inferno: Do Eternal Malediction para o Imperium Infernale existe uma grande diferença na sonoridade. Particularmente, acho que o Imperium Infernle é mais cru. Quais são suas influências para fazer compor para o Imperium Infernale?

Áscaris: Sim, no Eternal Malediction a coisa era intencionalmente mais rebuscada e progressiva, pois não queríamos limitar nossa música a um único estilo sonoro, por mais que a base fosse o black metal. Além disso, tudo era a combinação de ideias diferentes do núcleo criativo da banda e não costumávamos limitar essas ideias entre nós. No Imperium Infernale tudo começou com as minhas ideias, que sempre foram as mais cruas, afinal, eu não sou músico, sou apenas um cara que berra. E mesmo tendo um parceiro de criação, ele compreende que devemos manter uma limitação, uma linha sonora, e segue nela. Em termos de influências, posso citar nomes como Rotting Christ (antigo), Celtic Frost, Satyricon, Darkthrone, Impaled Nazarene, entre outros. Mas não pensamos em soar como banda X ou Y quando estamos criando.

Confira entrevista completa no link:
http://www.portaldoinferno.com.br/entrevistas/5432-imperium-...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Imperium Infernale"


Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Separados no nascimento: Andre Matos e Steve PerrySeparados no nascimento
Andre Matos e Steve Perry


Sobre F.Custódio Moreira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280