Pastore: Conquistas, Mudanças e Novos Desafios

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Renato Sanson, Fonte: Road to Metal, Press-Release
ENVIAR CORREÇÕES  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

O site ROad to Metal entrevistou o vocalista Mario Pastore, em um papo bem descontraído, onde o mesmo fala das mudanças e conquistas da banda PASTORE.

Confira alguns trechos da entrevista realizada por Carlos Garcia:

RtM: Num espaço de tempo relativamente curto, você lançou 02 álbuns, sendo que atualmente isso não é tão comum! O que o motivou? A boa repercussão do primeiro álbum ou as composições já estavam prontas, e a banda tendo criatividade para produzir material, não teria porque não lançar logo. Digo isso porque atualmente, a maioria demora, seja por questões de mercado (acho que esta questão, principalmente), de tempo para compor ou até de falta de criatividade mesmo. Qual sua opinião a respeito disso também?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pastore: Na verdade o Japão nos pediu um novo CD em Outubro para lançar em março de 2012 lá ,e como o "Price" teve boa repercussão e temos um bom contrato com a Hydrant Music, corremos como loucos e em dezembro o CD estava gravado. Tínhamos um bom entrosamento em composição, o Gazal nas bases e eu na criação das linhas vocais, os outros membros tiveram boa cooperação também, então o resultado foi rápido e satisfatório.

RtM: E sobre os títulos dos álbuns? "The Price of Human Sins" e "The End Of Our Flames", acredito que tenham uma co-relação, até porque sei que você sempre comenta a respeito de como está a humanidade hoje, que parece mesmo que estamos vivendo um "final dos tempos", tal o desrespeito com a vida, a falta de respeito do homem com seus semelhantes e a natureza.

Pastore: Sim, eu acredito que estamos vivendo o tempo previsto como tempo do fim, e o Pastore não é White Metal, mas falamos do comportamento humano caótico, deixando uma mensagem de alerta que as pessoas com mais sensibilidade irão perceber. Parafraseando o The End, que foi sugerido pelo Raphael Gazal, a humanidade chegará a extinção da forma que a maioria vive, sem respeito pela vida e alimentando o egoismo, a ingratidão, a frieza de sentimentos e o materialismo exacerbado.

RtM: Falando sobre esse cuidado e profissionalismo apresentado no trabalho da banda Pastore, desde as composições, passando pela produção sonora e gráfica de grande nível, além de cuidados com a divulgação, seja com fotos promocionais e clipes, acredito que esse seja o caminho de conseguir se destacar, ou seja: Investimento e trabalho sério! Pois muitas bandas reclamam de falta de espaço e condições, e de que falta apoio do público. Até acho que falta apoio e espaço, mas não basta ficar reclamando, tem que procurar se diferenciar nesse concorrido mercado, afinal hoje existem milhares de bandas. Qual sua opinião a respeito?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pastore: Agradeço pelas palavras e digo o seguinte, acho que existe um pouco de cada coisa, o público vai em massa assistir bandas covers, mas não prestigia bandas autorais, as bandas competem entre si e muitas vezes de forma desleal. Outra coisa é que o público prestigia mais o de fora mesmo e é preconceituoso. Outro dia tinha um babaca me xingando no Face, um fã me defendeu e disse: "Você conhece o cara para falar!?" O moleque idiota respondeu: "Não e não quero conhecer!?!" Depois dessa eu pensei: "O que podemos esperar se uma pessoa nem parou pra ouvir e já mete o pau?"

Confira a entrevista completa no link abaixo:

http://roadtometal.com.br/2013/04/pastore-conquistas-mudancas-e-novos.html




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Pastore"


Pastore: esse é o país do Carnaval, e não do MetalPastore
Esse é o país do Carnaval, e não do Metal


Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Separados no nascimento: Andre Matos e Steve PerrySeparados no nascimento
Andre Matos e Steve Perry


Sobre Renato Sanson

Renato Sanson é gaúcho, dono do blog Heavy And Hell, redator e editor do site Road to Metal, fãnatico por Iron Maiden e também fãnatico por Thrash Metal, dentre suas atividades já foi colaborador do site Arena Heavy e vem somando em seu currículo diversas entrevistas internacionais e nacionais e com um objetivo trassado, unir o Metal nacional e mostrar a todos que temos a melhor cena do mundo. Siga Renato Sanson no Twitter: @RenatoSanson e conheça seus dois veículos de comunicação: Heavy And Hell / Road to Metal.

Mais matérias de Renato Sanson no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280