Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagem"Babá de Artista" do Rock in Rio diz que Iron Maiden não dá trabalho e são "gentleman"

imagemMetallica e as duas músicas do "Black Album" que retratam traumas de James Hetfield

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii com citação de canção soviética sobre defender a pátria

imagemRoger Waters defende Rússia e China e ataca EUA em entrevista

imagemDinho lembra quando entrevistou Robert Plant sem poder falar sobre Led Zeppelin

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemDez músicas que o Iron Maiden nunca tocou ao vivo - Parte I


Dream Theater 2022

Reckoning Hour: com menos de dois anos, quinteto chama atenção

Por audio blast
Em 23/04/13

Com menos de dois anos de estrada. o quintento de heavy metal Reckoning Hour vem chamando atenção da cena carioca. Formada por Haquim (bateria), J.P (vocal), Philip Leander (guitarra), Yan Marks (baixo) e Mitch Gritlet, o grupo se prepara para o lançamento do EP "Rise of the Fallen" que acaba de ser finalizado. Para saber um pouco mais sobre os planos futuros da banda, conversamos com o baterista Haquim.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Quais são os planos após o lançamento do EP Rise of the Fallen?

Divulgar o EP tocando por aí até as mãos explodirem! Afinal de contas um dos principais motivos para se gravar um material é conseguir mais e melhores shows.

Infelizmente hoje em dia a importância de uma mídia física está ficando cada vez mais insignificante em comparação a mídia digital para o mercado. O que você acha quanto a isso?

Esse é o caminho, temos que seguir na mesma direção, não adianta se apegar ao passado. Pessoalmente eu acho muito bom, abre portas, o trabalho ganha uma visibilidade mundial na mídia digital, mas ao mesmo tempo tem que se tomar bastante cuidado porque ninguém ainda sabe realmente como lidar com tamanha velocidade e visibilidade, ainda é um mundo novo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Alguma coisa mudou em você desde que você começou a fazer parte da Reckoning Hour?

Musicalmente com certeza! Meu foco de estudo mudou, passei a escutar coisas diferentes e até compor de maneira diferente.

Dizem que os guitarristas em geral tem o costume de mudar um pouco a essência do baterista nas musicas, isso é verdade?

Com certeza eles tentam! Mas acho que não é algo exclusivo dos guitarristas, qualquer musico com muita personalidade vai sempre tentar moldar os músicos a sua volta, as vezes até inconscientemente (ok, 80% desses músicos são guitarristas, 20% vocalistas), mas é possível usar isso para o bem, conversando todo mundo se entende.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Qual o seu propósito maior na banda?

Realização. Fazer um trabalho de qualidade com 4 amigos e parceiros e ter esse trabalho reconhecido, o que vier a mais é consequência.

O som do Reckoning Hour possui uma pegada bem técnica, existe alguma influencia que inspire você na hora da criação? Algum baterista?

As minhas maiores influencias sem a menor sombra de dúvida são: Mike Portnoy (Adrenaline Mob, Avenged, Dream Theater, Transatlantic, Soweto, Banda do Domingão e etc.), Jason Rullo (Symphony X) e Lars Ulrich (Metallica). Por causa da Reckoning eu estou ouvindo uma galera tipo Dirk Venbeuren (Soilwork), Jason Costa (All That Remains) e Joey Jordison (Slipknot) e etc.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Diga um álbum atual que todo baterista deveria ouvir.

Iconoclast e Paradise Lost(Symphony X), Octavarium(Dream Theater) e The Living Infinite(Soilwork).

Entre em contato com a banda:
https://www.facebook.com/reckoninghour

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Gibson: os 50 melhores covers da história do rock

Nirvana: Dave Grohl comenta sobre o funeral de Kurt Cobain