Omfalos: entrevista com a banda no TramaVirtual

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Arthur Matos, Fonte: Equivokke/Karasu Records, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Recentemente o vocalista Misanthrope concedeu uma entrevista para o site TramaVirtual. Foram discutidos vários assuntos como influências artísticas, formação da banda, integrantes e até sobre o novo álbum. Confira alguns trechos da conversa comandada por Ricardo Tibiu:

Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasHomossexualidade: 5 nomes da cena rock/metal que assumiram

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como e quando surgiu o Omfalos?

O Omfalos surgiu como embrião de banda em 2007, o Marcos tinha umas músicas que não cabiam no Miasthenia e ele resolveu montar um projeto para dar destino a estas composições. Depois de algumas formações e tentativas que não deram tão certo, o projeto ficou adormecido até mais ou menos o meio de 2008, que foi quando eu estava voltando de um período morando no Canadá. Assim que nos conhecemos a gente teve muitas afinidades dentro da música e tivemos a ideia de resgatar aquelas músicas e dar uma cara nova pra elas. Disso tudo aí, resolvemos firmar que o núcleo da banda seríamos apenas nós dois e alguns eventuais convidados. Ajeitei as letras, fomos a meu home studio e começamos essa brincadeira que já foi muito mais longe do que poderíamos imaginar.

Ter um trecho da música de Fando y Lis, de Alejandro Jodorowsky, já mostra que o Omfalos é uma banda que foge do óbvio. Além da música, que outras referências culturais/artísticas adentram o universo de vocês?

Boa pergunta. A gente adora vários tipos de manifestações artísticas, somos muito influenciados por filmes, livros e até mesmo por artistas plásticos e de performance. Eu particularmente sou fascinado por artistas de vanguarda, gosto do aspecto desafiador destas estéticas mais transgressoras e acho que isto é muito bem vindo em um nicho musical tão hermético e estanque como o Metal. O fã de Metal gosta de se considerar super aberto e transgressor, mas na maioria das vezes não é bem assim, pois é muito reduzido o espaço para inovações das bandas sem que essas sejam execradas por estes mesmos.

Quais são os próximos planos?

Estamos com alguns shows marcados esse ano e acho que vai ser bom pra nossos amigos conhecerem nossa formação ao vivo. Estamos bem ensaiados e tenho certeza que conseguiremos dar uma performance bem intensa para o público. Fora isso, já estamos com nosso segundo play quase pronto. Estou gravando aqui os vocais e acho que esse CD vai surpreender muita gente. Em primeira mão já adianto aqui que o nome vai ser Cotton Candy Rendezvous.

Para conferir a entrevista completa acesse:
http://tramavirtual.uol.com.br/noticia/2012/04/holofote-omfalos

Para adquirir o debut álbum do OMFALOS, "Idiots Savants" basta entrar em contato com a Equivokke/Karasu pelos e-mails: [email protected] (Brasil), e [email protected] (Japão).

Links Relacionados:

http://twitter.com/#!/Omfalosband

http://www.myspace.com/omfalossavants

http://www.lastfm.com.br/music/Omfalos

http://www.facebook.com/pages/Omfalos/160612164012257

http://www.karasukiller.com/equivokkedistro.htm

http://www.karasukiller.com/releaseskkr.htm

http://equivokkerecords.bandcamp.com/

http://twitter.com/#!/EQUIVOKKE

http://equivokke.blogspot.com.br/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Omfalos"


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Homossexualidade: 5 nomes da cena rock/metal que assumiramHomossexualidade
5 nomes da cena rock/metal que assumiram


Sobre Arthur Matos

Nascido no Triângulo Mineiro, Arthur Matos trabalha no mercado livreiro e é fundador e editor do site Just Kill The Time. Estudante de Relações Internacionais e administração, teve contato com o Rock desde cedo e logo se viu imerso em um mundo onde não há saída. Fã de (quase) todas as vertentes do Rock, tenta ajudar a cena que tanto gosta de uma forma ou de outra, seja trabalhando com bandas, comprando um CD ou vendendo os mesmos. Acredita que Varg é o gênio do mal mais talentoso do mundo. Também acredita que o Iron Maiden nunca deveria acabar.

Mais matérias de Arthur Matos no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL