Six Hours Sundown: filha de Steve Harris fala com o LoKaos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Enviar correções  |  Ver Acessos

Por: Stefanie Chasseraux e Carl Casagrande, de Londres

Formada há apenas dois anos, a banda britânica Six Hours Sundown já é considerada uma das mais novas promessas do rock atual. Tendo como frontwoman Lauren Harris, filha do legendário baixista do Iron Maiden, Steve Harris, a banda já começou com um passo na frente das outras, mas o talento dos músicos, obviamente, contribuiu muito para isso. Olly Smith na bateria; Tom Gentry, guitarra; e Mitch Witham no baixo, completam a Six Hours Sundown, que passou essa semana por Londres. E lógico, o Lokaos aproveitou e conversou um pouco com a turma.

Lokaos: Pessoal, como vocês "enxergam" a cena rock/metal nos dias hoje?!

Olly Smith: Eu acho que está muito complicado, realmente muito complicado. Esta ficando cada vez mais e mais difícil para as bandas chegarem a algum lugar com sua música. Ainda escutei outro dia uma frase que resume bem a situação atual: Há um tempo existiam centenas de bandas vendendo milhões de discos e agora tem milhões de bandas vendendo centenas de discos. Todo mundo que você conhece tem uma banda, todo mundo toca guitarra, algum instrumento. Acho que você tem que fazer o melhor e trabalhar bastante. Não existe muito que se possa fazer além disso.

Lokaos: Lauren, em qual idade você começou a cantar?

Lauren Harris: Eu comecei a cantar entre os 9 e 10 anos de idade no London Choir School. Eu não levava muito a sério até quando eu sai da escola e comecei a cantar em pubs. Após isso, resolvi começar a levar mais a sério e ter aulas com um excelente professor de canto e ter aulas com frequência. Eu canto desde muito cedo, lembro de deixar minha família toda louca por ficar cantarolando dentro de casa o tempo todo.

Lokaos: Como vocês se preparam para subir ao palco durante seus shows/turnês?

Lauren: Eu aqueci minha voz hoje por volta de 13hrs (fazendo referência ao show que o Six Hour Sundown fez no dia da entrevista). O que tento fazer é tipo 30 minutos, 1 hora de aquecimento e depois o que faço são pequenos aquecimentos no camarim antes do show, mas sabe como é, camarim sempre tem muita gente, barulho, então você não consegue aquecer da forma ideal, daí faço apenas exercícios bobos no camarim antes de subir no palco. Eu me sinto muito mais confortável quando tenho tempo, em casa, de aquecer tranquilamente.

Tom Gentry: Eu normalmente toco por 1 hora na parte da manhã e fico tocando, aquecendo, uns 20 minutos antes de subir no palco.

Lokaos: Mais especificamente com relação às turnês, como vocês mantêm a forma?

Lauren: Particularmente falando, eu tenho meu regime pessoal e sempre 1 mês antes de sair em turnê eu entro em uma sequência de treinamento e corridas para manter a forma. Eu sou do tipo de pessoa que se tem alguma virose ao redor, eu sempre a pego. Preciso sempre estar atenta e ter bastante cuidado com minha saúde, tomando sempre vitaminas etc. O artista tem que se manter em forma, não existe outra opção.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Olly Smith: Eu gosto de correr e corro com regularidade, até porque é necessário para poder queimar as gordurinhas que eventualmente aparecem (risos). Isso ajuda muito. Acho que sempre os primeiros 3, 4 shows de tour são complicados, mas logo depois você já capta a vibração e seu corpo entra no ritmo ideal. Você, na verdade, nunca sabe o quão em forma esta ou não até tocar noites seguidas.

Lauren: É engraçado porque sempre que faço o primeiro show de uma tour, acordo na manhã seguinte sem conseguir mexer meu pescoço e ai você se pergunta, como se preparar para isso?! Acorda de manhã e fica "batendo cabeça" para deixar seu pescoço em forma? (risos gerais). Você não tem como se preparar para certas coisas.

Olly Smith: Eu acho, Lauren, que você deveria fazer estes exercícios para o pescoço por 1 hora todas as manhãs! (risos).

Lokaos: Na situação de vocês saírem de férias por um período indeterminado, sem tocar e sem ensaiar, como vocês retornam às atividades musicais?

Lauren: Eu nunca começo com força total, pois já fiz isso no passado e tive que abandonar ensaios por ficar com a voz cansada rapidamente. Eu não forço a voz. O que você pode fazer depois de duas semanas sem cantar é apenas cantar, mas sem agressividade e com leveza, até ter sua voz de volta no patamar que está acostumado, acredito eu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Olly: Para mim é muito importante manter as corridas, você sabe como é: férias, você bebe um pouco mais, come um pouco mais. Mas se você está em uma banda, tem que ter a responsabilidade e entender. Estar bem quando for ensaiar ou se apresentar com seus companheiros de banda. Volta-se de férias e sente-se fora de forma para ensaios ou shows é sua responsabilidade voltar para contribuir da forma esperada dentro da sua banda.

Lokaos: Vocês podem nos falar um pouco da carreira musical de vocês...

Tom: Eu comecei tocando piano quando tinha 8 anos de idade. Eu fui começar a tocar guitarra quando ouvi meu pai escutando um vinil do Black Sabbath, eu tinha uns 11 anos de idade. Desde então, deixei o piano de lado e me concentrei apenas na guitarra. Toquei em várias bandas covers, mas nunca nada muito sério até entrar na Six Hour Sundown.

Olly: Eu comecei a tocar em bandas com 14, 15 anos de idade. Fiz meu primeiro show com 15 anos em um pequeno pub aqui na Inglaterra. Inicialmente eu era guitarrista, comecei a tocar guitarra com 13 anos. Depois de tocar em algumas bandas, eu fui ser técnico de bateria para a Lauren Harris e tirei o batera da banda dela fora e agora aqui estamos (risos gerais). Ah, preciso mencionar que em algum ponto disso tudo eu comecei a tocar bateria! (risos novamente).

Lauren: Comecei cantando em pubs assim que sai da escola aos 17 anos com amigos. Depois de tempos surgiu a oportunidade de fazer a minha própria banda, o que eu não pensava em levar tão a sério. Tudo surgiu de forma natural e acabei formando a Lauren Harris Band. Foi praticamente isso, meu primeiro trabalho profissional foi com minha própria banda.

Lokaos: O que vocês escutam quando estão muito bravos ou de mau humor? Qual é aquela banda que vocês olham no iPod e dizem: "isso vai me levantar o astral!"?

Olly: Pantera! Certamente Pantera, pois a agressividade dupla torna a vibração positiva, então, para mim é sempre Pantera para levantar meu astral!

Tom: Alice Cooper ou Black Sabbath, sempre alguma coisa assim.

Olly: O problema é que nada levanta o astral da Lauren (risos gerais). Nada funciona. Normalmente bolo de chocolate, isso sim ajuda!

Lauren: É verdade... Bolo de chocolate realmente funciona! (risos) Para melhorar meu humor, eu escuto a alguma coisa dos anos 80, tipo Def Leppard, Billy idol!

Lokaos: Quais são os planos da Six Hour Sundown para o futuro próximo? Quando o disco deve sair, turnês etc.?

Olly: Estamos vendo para abrir alguma turnê bacana aqui na Europa antes do álbum ser lançado.

Lauren: O álbum deve ser lançado no verão de 2012, o single definitivamente e seu respectivo vídeo clipe antes, por volta de fevereiro 2012. Estamos tentando começar a escrever nossa história, pois esta banda esta começando do nada e ninguém nos conhece, de fato.

Olly: Precisamos sair em turnê, abrindo para uma banda renomada, tocar para grandes públicos para ai sim, as pessoas saberem quem é a Six Hour Sundown. Existe uma competição muito grande em conseguir estes espaços de abertura para nomes grandes, existem muitas e muitas bandas lá fora querendo estes espaços também.

Lokaos: Sei que é meio cedo para perguntar isso, mas existem planos de visitarem a América do Sul?

Lauren: Nossa, eu realmente quero retornar a América do Sul, sem duvida são os melhores e mais loucos fãs do planeta! A energia entre as pessoas é completamente diferente de qualquer outra parte do mundo, você não tem como descrever sem estar lá!

Pra saber um pouco mais sobre a banda e ficar por dentro da turnê, clique em
http://www.myspace.com/sixhoursundownmusic




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Six Hours Sundown"Todas as matérias sobre "Lauren Harris"Todas as matérias sobre "Steve Harris"


Steve Harris: um pai mais normal do que pensam, diz filhoSteve Harris
Um pai mais normal do que pensam, diz filho

Iron Maiden: Não sabíamos se haveria futuro para nósIron Maiden
"Não sabíamos se haveria futuro para nós"


MMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalMMA
Os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal

Fotos de Infância: Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie PaulFotos de Infância
Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280