Matérias Mais Lidas

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemA história da capa de "Christ Illusion", que fez o Slayer ter problemas

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemAntes mesmo do fim do primeiro semestre, Mike Portnoy escolhe seu "Álbum do ano"

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemSem ter o que fazer, guitarrista do Journey comprou 150 guitarras durante a pandemia

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian


In-Edit

Blackmore: como ele criou o riff de Smoke On The Water?

Por Angélica Souza
Fonte: Fender.com
Em 09/11/09

A Fender.com conduziu em 2009 uma entrevista com o lendário guitarrista Ritchie Blackmore (DEEP PURPLE, RAINBOW, BLACKMORE'S NIGHT). Seguem abaixo alguns trechos da conversa.

Fender.com: Como membro fundador do DEEP PURPLE e do RAINBOW, é muito interessante que você também tenha se tornado bem-sucedido em um gênero totalmente diferente. Quando você sentiu pela primeira vez uma inclinação pela música com inspiração renascentista?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ritchie Blackmore: "Eu senti uma inclinação pela música renascentista desde que ouvi a canção 'Greensleeves', quando tinha 11 anos. Depois novamente em 1972, quando ouvi David Munrow & Early Music Consort of London. Sempre ouvia esta música em casa ou nos hotéis na estrada. Era fascinado pelo som das flautas daquela época".

Fender.com: Sua introdução de guitarra para "Smoke on the Water", do DEEP PURPLE, é largamente considerada um dos mais famosos riffs do rock'n'roll. A letra da música foi inspirada pelas experiências que a banda teve quando um incêndio atingiu o Cassino de Montreux em Montreux, na Suíça, mas como surgiu este famoso riff?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ritchie Blackmore: "Ian Paice (baterista do DEEP PURPLE) e eu sempre costumávamos tocar juntos, somente nós dois. Foi um riff natural para tocar na hora. Foi a primeira coisa que veio a minha cabeça durante aquela sessão".

Fender.com: É dito que você nunca toca o mesmo setlist quando viaja ou toca a mesma canção da mesma forma duas vezes. É este estilo improvisacional um desejo de ser único, uma contínua busca pelo perfeccionismo, ou você apenas fica entediado facilmente ao ser repetitivo?

Ritchie Blackmore: "A última opção. Fico muito entediado e distraído facilmente. Nunca consigo lembrar partes, linhas, qualquer coisa do conjunto. Nunca poderia ser um ator".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fender.com: É verdade que quando seu pai lhe comprou sua primeira guitarra aos 11 anos era na condição de que alguém lhe ensinaria corretamente a tocar senão ele esmagaria sua cabeça com ela?

Ritchie Blackmore: "Sim, é verdade. Ele realmente disse isso. Acho que ele estava pensando que eu novamente ficaria entediado facilmente e pensou que fosse uma fase passageira - que eu não continuaria tocando o instrumento. Inicialmente eu queria ser trompetista, mas o instrumento era muito caro. Depois, um baterista, mas elas eram muito caras. Então meu pai me comprou uma guitarra. Era mais barata. Eu queria ser Eddie Calvert; ele era trompetista, quando eu tinha 8 anos".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fender.com: Você poderia falar sobre sua evolução como guitarrista, das primeiras lições clássicas ao DEEP PURPLE e sobre o baixista e produtor do RAINBOW, Roger Glover, ter lhe ajudado a reconhecer que, embora tocar com velocidade pode parecer vistoso, diminuir a marcha e segurar uma nota é também uma verdadeira arte?

Ritchie Blackmore: "Percebi que quando comecei a tocar guitarra queria ser muito rápido. Depois percebi, quando este efeito diminuiu, que tocar mais devagar e com mais sentimento e emoção era muito mais difícil. Levou alguns anos para me acostumar a tocar lentamente. Agora eu acho mais difícil tocar rápido".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fender.com: "Secret Voyage" foi descrito como um álbum que leva seus ouvintes a uma "busca musical - uma viagem através do tempo e espaço". O single "Locked Within the Crystal Ball" faz isto com uma tradicional melodia escrita pelo Rei Alfonso X de Castela servindo como semente para seu arranjo e composição final. Candice chamou isso de "Blackmor-izador". Você pode descrever este processo criativo com mais detalhes?

Ritchie Blackmore: "Isto apenas desenvolve-se naturalmente. O trabalho fica muito mais fácil quando você já tem uma melodia que existe para trabalhar. Às vezes funciona adicionando instrumentos modernos. Às vezes não. Acho que deu certo em 'Crystal Ball'".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fender.com: Você também revisitou um clássico do RAINBOW, "Rainbow Eyes", neste álbum. Ela ficou conhecida como uma das mais leves canções do RAINBOW, descrita como algo celeste. Ela se encaixou bem como uma canção do BLACKMORE'S NIGHT, e como você determinou o novo arranjo?

Ritchie Blackmore: "Qualquer coisa melódica serve para ser incluída nesta banda. Originalmente ela era muito acústica e desta vez acrescentamos a guitarra elétrica para dar uma dimensão diferente".

Para ler a entrevista completa (em inglês), acesse este link.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: Qual o melhor riff da história do rock na sua opinião?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Blackmore: como ele criou o riff de Smoke On The Water?


Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt