Matérias Mais Lidas

Cannibal Corpse: o que Corpsegrinder faz com os bichos de pelúcia que pega em máquinasCannibal Corpse
O que Corpsegrinder faz com os bichos de pelúcia que pega em máquinas

Eric Clapton: sem evidências, ele diz que vacina contra Covid pode afetar fertilidadeEric Clapton
Sem evidências, ele diz que vacina contra Covid pode afetar fertilidade

Pabllo Vittar: usando camiseta de banda de hardcore crust do interior de São PauloPabllo Vittar
Usando camiseta de banda de hardcore crust do interior de São Paulo

Roger Waters: Mark Zuckerberg, um dos idiotas mais poderoso do mundoRoger Waters
"Mark Zuckerberg, um dos idiotas mais poderoso do mundo"

Crypta: Os seis heróis de Fernanda Lira no baixoCrypta
Os seis heróis de Fernanda Lira no baixo

Rush: Glen Peart, pai do baterista Neil Peart, morre um ano e meio após o filhoRush
Glen Peart, pai do baterista Neil Peart, morre um ano e meio após o filho

AC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palcoAC/DC
As ordens de Malcolm para quem ia subir ao palco

Baixistas: os 30 maiores de todos os tempos - até um youtuber entrou na listaBaixistas
Os 30 maiores de todos os tempos - até um youtuber entrou na lista

Chorão: quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e RenatoChorão
Quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e Renato

Covers: dez bandas de rock e metal que gravaram álbuns para homenagear seus ídolosCovers
Dez bandas de rock e metal que gravaram álbuns para homenagear seus ídolos

Michael Sweet: Eu adoraria ser guitarrista do Judas PriestMichael Sweet
"Eu adoraria ser guitarrista do Judas Priest"

Metallica: a fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à bandaMetallica
A fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à banda

Contra-baixo: as melhores introduções do Heavy MetalContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

AC/DC: a reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vezAC/DC
A reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vez

Toyah Willcox e Robert Fripp: Confira versão de Sweet Dreams, do EurythmicsToyah Willcox e Robert Fripp
Confira versão de "Sweet Dreams", do Eurythmics


Stamp
Pentral

Miyavi: planos como artista e sua passagem pelo Brasil

Por Emanuel Seagal
Fonte: JaMe Brasil
Em 03/11/09

Na terça-feira, dia 13 de outubro, o multi-facetado miyavi esteve de volta ao Brasil para mais uma apresentação. Enquanto ainda estava se apresentando na França, o artista cedeu ao JaME Brasil uma entrevista exclusiva a respeito da sua turnê, planos como artista e sua passagem pelo Brasil.

Primeiramente, parabéns pela sua nova empresa, seu casamento e o nascimento da sua filha. Este está sendo um período bem animador para você, não é?

miyavi: Sim, uma grande e importante fase para mim.

Como está indo a turnê até agora? Você está em Paris, não é?

miyavi: Sim, estou em Paris agora. Tudo está bem, você sabe, abri minha companhia, casei, tive um bebê... Tem sido um trabalho árduo e demorado, mas está indo muito bem. A turnê começou e já tivemos muitas apresentações, tocamos na Suíça, Alemanha e Rússia. É, a turnê está indo muito bem.

Você pode nos dizer um pouco mais sobre o conceito do "NEO TOKYO"? O que é "NEO TOKYO"?

miyavi: A razão pela qual eu batizei essa turnê de NEO TOKYO SAMURAI BLACK é porque eu queria desenvolver e ampliar o que eu realizei na última turnê. Da última vez, eu tentei misturar a cultura tradicional japonesa com elementos da cultura de rua, por isso eu tinha um beatboxer, um sapateador, um tocador de taiko, etc. Dessa vez, eu quero focar mais em mim mesmo, no miyavi e no que o miyavi é capaz de fazer, o que o miyavi pode mostrar ou... Você sabe, eu queria fazer um "neo style" mais importante para esta turnê.

Parece ser uma versão muito mais condensada de você. Dessa vez é muito mais sobre você.

miyavi: Sim, sim. Estou trazendo alguns integrantes suportes na guitarra, teclado e só, será uma apresentação muito simples. Mas mesmo assim, tenho certeza que vai agitar a audiência.

Eu vi alguns dos vídeos que você colocou no YouTube. Parece que você anda se divertindo bastante.

miyavi: É verdade, sabe, eu só queria... Divulgar isso no meu website porque eu queria compartilhar tudo que eu andei vendo, aprendendo e ganhando através desse mundo com pessoas de todos os cantos que não podem ir aos meus shows.

Você parece estar utilizando diversas mídias virtuais agora, como MySpace, Facebook, YouTube e agora Twitter. O quão importante é se conectar com seus fãs desse jeito?

miyavi: Participar desses meios é o primeiro passo para interagir com pessoas que estão me apoiando, especialmente agora que os shows estão acontecendo em todo lugar onde há fãs esperando por mim. O segundo passo foi montar meu fã-clube mundial C.W.I.F, apesar de todas as dificuldades e delongas no percurso. Além disso, organizar tudo no meu website, como meu Twitter e outras ferramentas, me permite entrar em contato com meus fãs e eles podem ver tudo que eu estou fazendo durante essa turnê, principalmente através do YouTube. É realmente, muito, muito importante me conectar com as pessoas.

Alguma coisa estranha ou engraçada que aconteceu na turnê até agora e que você possa nos contar? Algum lugar que você visitou?

miyavi: Na verdade, sabe, eu ainda não vi nada. Eu não saí para qualquer lugar nessa turnê, mesmo quando eu fui a Berlim e tive um dia de folga, eu não saí do hotel. Então, não. (risos)

Eu sei que você está tocando uma nova música nessa turnê, ela já tem um nome?

miyavi: Na realidade não. É algo que eu ainda tenho que pensar a respeito dessa nova música, mas não, eu ainda não a nomeei.

Você pode nos falar alguma coisa sobre ela?

miyavi: Então, a música é sobre a forma como eu cresci com amor, portanto eu continuarei a expôr isso ao mundo.

Além da música nova, você também tem tocado Super Hero. Ela tem um ritmo bem animado, mas sua letra é quase amarga, não é?

miyavi: É verdade, mas mesmo assim, mesmo que ela seja meio sombria, você deve ser otimista. Mesmo que estejamos numa posição difícil, nós precisamos ser mais positivos.

Você recentemente abriu seu fã-clube para o exterior. Como tudo está indo até agora?

miyavi: Foi um passo importante para mim, abrir o meu fã-clube para todo o mundo. Eu quero que meus fãs saibam disso, que eles entrem no clube e se encontrem em algum lugar, exatamente como meu fã-clube japonês. Fãs de todo o mundo já estão participando.

Falando um pouco sobre o Brasil agora, essa será a segunda vez que você tocará por aqui, mas agora numa casa de shows muito maior. O que você acha sobre isso?

miyavi: Sobre ir ao Brasil?

Sim.

miyavi: É claro que estou muito animado, porque eu me diverti muito na minha última passagem ao Brasil e as pessoas eram muito loucas e animadas. Estou muito feliz de poder voltar.

Alguma lembrança da sua primeira visita ao Brasil?

miyavi: Ah sim, eu fui a um estádio assistir um jogo, comi sushi nos bastidores do show e os organizadores me deram uma camiseta do time brasileiro. Tudo foi perfeito.

Por fim, deixe uma mensagem para os co-miyavis brasileiros que estarão indo ao show!

miyavi: Foi uma experiência ótima para mim tocar no Brasil em minha última turnê, então eu estou bastante feliz de poder voltar e vê-los novamente. Eu os verei no show, paz!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Arte Musical
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com Iron Maiden e Black Sabbath até chegar ao metal extremo e se apaixonar pelo doom metal. Considera Empyrium e X Japan as melhores bandas do mundo, Foi um dos coordenadores do finado SkyHell Webzine, escreveu para outros veículos no Brasil e exterior, e sempre esteve envolvido com metal, seja com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa. Escreve para o Whiplash! desde 2005 mas ainda não entendeu a birra dos leitores com as notícias do Metallica. @emanuel_seagal no Instagram.

Mais informações sobre

Mais matérias de Emanuel Seagal.