Shawn Drover: "Um sólido álbum Metal do Megadeth"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Nesso, Fonte: Megadeth World
Enviar Correções  

Aaron Wilschick, do site puregrainaudio.com, conduziu uma excelente e muito completa entrevista com Shawn Drover antes do MEGADETH sair para a turnê "Canadian Carnage" em junho.

Megadeth: assista a "Metal Stream of the Year", com shows de LOG, Trivium e In FlamesMetal: por que os metalheads vivem presos no passado?

"Quando se está fala sobre as cinco melhores bandas de Metal de todos os tempos, poucos discordariam do fato que o Megadeth está entre os melhores de todos os tempos. O lendário Dave Mustaine começou essa banda há mais de vinte e cinco anos atrás e mesmo hoje eles continuam firmes. Embora Mustaine tenha mudado a formação da banda por diversas vezes pelos anos, ele parece estar muito contente com a atual formação com Chris Broderick, James Lomenzo e o cidadão de Montreal, Shawn Drover, tomando conta da bateria. O grupo está atualmente em processo de mixação e masterização do álbum 'Endgame', que está com data de lançamento marcada para 15 de setembro. Recentemente tivemos a sorte de ter a oportunidade de falar com Shawn Drover sobre como é estar em uma das maiores bandas de metal de todos os tempos, como é trabalhar com Dave e o que podemos esperar do novo álbum".

Você está no Megadeth por cerca de cinco anos. Como você encontrou Dave e eventualmente foi convidado para se juntar à banda?

Shawn: "Bem, encontrei Dave através do Glen, meu irmão, que estava com Dave quando ele formou a primeira banda. Glen foi o primeiro cara na banda, na re-formação do Megadeth. Ele teve o trabalho cerca de um mês antes de eu ser chamado e essa foi a maneira pela qual ele (Dave) me escolheu. Uma vez que ele tinha Nick Menza na banda e não deu certo por uma razão qualquer então Dave e Glen conversaram sobre isso e disseram 'ei, o que você acha de chamarmos o Sean?'. Então foi assim que eu entrei e isso foi exatamente antes do início da turnê, algo como seis dias antes, então foi uma coisa muito rápida e quando me dei conta estava em um avião indo para o Arizona ensaiar. Foi assim que inicialmente conheci o Dave".

Como foi inicialmente para você estar em uma das maiores bandas de Metal de todos os tempos? Foi difícil se adaptar?

Shawn: "Na verdade não, devido à situação, quando Glen entrou na banda ele tinha um mês para se preparar, absorver tudo e ser algo como 'yeah eu sou o guitarrista do Megadeth!' Eu estava tão empolgado pelo Glen quando ele entrou no grupo, eu pensava que eles são uma grande banda como você disse, então para mim quando fui chamado, tive que aprender músicas que estavam no novo álbum que eu nunca tinha ouvido e algumas faixas de álbuns que eu não conhecia dos anos 90. Então eu não tive a chance de sair explanando 'oh meu Deus, eu estou no Megadeth!' Isso é meio sem jeito, depois de fato, de alguma maneira funcionou pra mim, você entende o que eu digo? Eu teria feito exatamente da maneira que foi, pular dentro, sair em turnê, ensaiar em cima da hora e então deixar tudo acontecer já que está tudo indo bem".

O Megadeth está atualmente se preparando para embarcar para a turnê "Canadian Carnage" com Slayer, Machine Head e Suicide Silence. Como que a turnê e essas bandas foram escolhidas?

Shawn: "Essa é uma boa pergunta. Isto provavelmente é algum tipo de negócio com gerenciamento e eu não estou completamente envolvido com isso. Tudo que posso dizer é que estou muito feliz de estar acontecendo, já estava para acontecer faz tempo e acho que muitos fãs ficarão felizes com essas bandas. Acho que será ótimo".

Nós temos um website em Toronto e eu sei que você é de Montreal. Você sempre volta ao Canadá quando você tem um tempo?

Shawn: "Com certeza, toda minha família mora em Toronto, bem na área Mississauga, então estou sempre por lá, várias vezes durante o ano. Quando não estou em turnê, claro, então sim, absolutamente, estou sempre por lá".

Estive lendo que o décimo segundo álbum de estúdio do Megadeth está muito perto de ser finalizado. Você pode nos informar algo sobre isso, sobre como ele soa e o que podemos esperar?

Shawn: "Bem, ele está completo, as faixas estão gravadas e está sendo mixado e masterizado conforme falamos. Está perto de estar 100% pronto e então entregamos à gravadora. Como ele soa? Pra mim, ele soa como um sólido álbum Metal do Megadeth. Do que estou ouvindo, parece haver um pouco de tudo para todos, muitos elementos diferentes do que o Megadeth tem feito no passado e eu acho que muitos fãs vão gostar dele. Se você é fã do pesado, rápido e thrash ou mais meio-termo ou uma coisa mais lenta, material lento ou pesado, tem um pouco de tudo nele".

O que seria diferente entre esse e o último álbum, o 'United Abominations'?

Shawn: "É apenas como qualquer outro álbum do Megadeth, não que dois álbuns do Megadeth soem da mesma forma. Você não pode indicar dois álbuns do Megadeth que soem parecidos, pode? Eu acho de verdade que é outro presente da banda, possui ótimas músicas de Metal. Sonicamente eu acho que ele é incrível, as músicas estão muito bem arranjadas... É um álbum pesado, então é ótimo e espero que muitas pessoas compartilhem dessa opinião, mas teremos de esperar pra ver. Não gosto de compará-lo a nenhum outro álbum. Você tem que se manter constante, você não pode contar com o passado, tem que continuar pra frente. Então tudo que posso dizer é que é um bom e sólido álbum de Metal, um bom álbum".

Confira a entrevista completa no Megadeth World.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Megadeth: assista a Metal Stream of the Year, com shows de LOG, Trivium e In FlamesMegadeth
Assista a "Metal Stream of the Year", com shows de LOG, Trivium e In Flames

Megadeth: eram dezenove músicas novas, caiu pra dezoitoMegadeth
Eram dezenove músicas novas, caiu pra dezoito

Em 12/06/1985: Megadeth lançava o seu primeiro álbum, Killing Is My Business...

Bruce Dickinson: se ele cantasse no Megadeth, por Raphael MendesBruce Dickinson
Se ele cantasse no Megadeth, por Raphael Mendes

Kiko Loureiro: veja a capa de Open Source, o novo álbum solo do guitarristaKiko Loureiro
Veja a capa de Open Source, o novo álbum solo do guitarrista

Megadeth: novo álbum solo de Kiko Loureiro terá participação de Marty FriedmanMegadeth
Novo álbum solo de Kiko Loureiro terá participação de Marty Friedman

Thrash metal: os 40 melhores discos de estreia segundo o LoudwireThrash metal
Os 40 melhores discos de estreia segundo o Loudwire

Kiko Loureiro: o dilema ao precificar crowdfunding, com até guitarra de US$ 9 milKiko Loureiro
O dilema ao precificar crowdfunding, com até guitarra de US$ 9 mil

Kiko Loureiro: título e conceito de novo álbum solo do guitarristaKiko Loureiro
Título e conceito de novo álbum solo do guitarrista

Lista: os piores álbuns de 10 bandas brilhantesLista
Os piores álbuns de 10 bandas brilhantes


David Ellefson: o único artista tatuado autêntico foi Bon ScottDavid Ellefson
O único artista tatuado autêntico foi Bon Scott

Metallica: Dave Mustaine resenha o Hardwired... To Self-DestructMetallica
Dave Mustaine resenha o "Hardwired... To Self-Destruct"


Metal: por que os metalheads vivem presos no passado?Metal
Por que os metalheads vivem presos no passado?

Slipknot: Veja membros atuais sem máscaraSlipknot
Veja membros atuais sem máscara


Sobre Paulo Nesso

Paulo Nesso, ou apenas Nesso, é paulista, mora em Americana-SP, profissional da área de T.I. Sempre trabalhou com informática. Aos 13 anos conheceu o metal e ao ouvir os primeiros acordes de "Holy Wars" apaixonou-se pelo thrash do Megadeth. Fundador do megadethworld.com, um portal com mais de uma década de história, acompanha a evolução do Whiplash! desde seu início. São Paulino doente, adora carros e tecnologia, faz de suas paixões seus hobbies e tem um enorme prazer em levar conhecimento aos fãs de Dave Mustaine & Cia.

Mais informações sobre Paulo Nesso

Mais matérias de Paulo Nesso no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin