James Hetfield: "As pessoas sempre reclamam de algo"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Douglas Morita, Fonte: Metal Remains
Enviar correções  |  Comentários  | 

Fish Griwkowsky, da Sun Media, entrevistou recentemente o guitarrista/vocalista do METALLICA, James Hetfield. Alguns trechos da conversa podem ser conferidos abaixo.

4601 acessosMetallica: Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington5000 acessosGuitarras: as 15 músicas mais complicadas para tocar

Sun Media: Como você reage ao fato dos fãs falarem que este é o melhor álbum em anos, talvez décadas? Você não toma isso como um insulto?

James: "É meio que bom. Não, há muitas outras coisas para serem consideradas como insultos. Nós nos sentimos bem com cada um dos discos, mas este parece ter tido uma resposta positiva extra. Com o 'St. Anger' (de 2003), o tempo dirá. Não nos considerando como Led Zeppelin ou algo assim, mas o terceiro álbum de Zep, eles foram xingados, mas agora é um dos meus favoritos. O tempo dirá. Ele tem que apagar todas as outras coisas associadas a ele. Como 'Load' e a foto (de semem e sangue). E 'St. Anger' e todo o filme sobre o colapso do Metallica. Este, saiu direto. Bem surpreendente".

Sun Media: Quanto o Rick Rubin como produtor teve a ver com isso, trazendo os solos de volta e as músicas longas?

James: "Ele teve muito a ver em nos deixar confortáveis com isso. Muitos de nossos medos sobre não progredir como uma banda estavam se mostrando. Não olhar para trás, pois este é um sinal de falha. Descansar em suas conquistas, se sentar no sofá. No caminho nós esquecemos algumas das ferramentas essenciais que nos tornam único. Ele nos ajudou a acolher nosso passado. Lars (Ulrich) e eu sempre batalhamos. Eu preciso ter uma música curta, digamos do mesmo tanto de uma frase curta. Se uma música de oito minutos soa como se tivesse dez, há um problema".

Sun Media: Eu gosto mais de "All Nightmare Long" das músicas novas. Quem você está caçando nela?

James: "Eu gosto de manter o mais vago possível, para que ela possa se ligar em sua vida. Ela quase não entrou. O refrão é uma sobra do 'St. Anger'. Foi uma tentativa de voltar ao mito de H.P. Lovecraft com 'The Thing That Should Not Be', 'The Call of Ktulu'. Era sobre os cães de Tindalos, que era outra mente louca - sobre estes lobos que caçam através de seus pesadelos e a única forma de escapar deles é ficar com os anjos. Você não consegue nem escapar através do sono".

Sun Media: Você acha que as pessoas esqueceram que você é um artista, lá no fundo. Você tem algo a dizer.

James: "Nós somos um alvo grande, fácil. Por causa do Napster. Por causa do filme. Coisas nas quais as pessoas podem facilmente atirar contra. Eu vou sentar e falar sobre o sentimento de ir ao palco e o barato que isso dá para mim, o novo barato, e o respeito que as pessoas têm ao vir para nos ver ao vivo, em um tempo como este. E você tem um criança que está morrendo e uma das coisas que ela quer é conhecer o Metallica - e você vai e 'com certeza'. Nós fazemos isso porque nós sentimos isso. As pessoas sempre reclamam sobre algo. Se você se encarar e se mantiver firme, você está bem. Não tem como errar".

A entrevista completa, em inglês, pode ser conferida clicando aqui.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MetallicaMetallica
Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MetallicaMetallica
Os 10 melhores riffs de acordo com o Teamrock.com

MetallicaMetallica
Veja Lars abrindo versão deluxe de Ride The Lightning

MetallicaMetallica
Banda pensou em comprar garagem onde ensaiava

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

GuitarrasGuitarras
As 15 músicas mais complicadas para tocar

Kiss FmKiss Fm
As 500 mais pedidas na programação em 2008

FotosFotos
Confira 10 das mais curiosas no mundo do Rock - Parte 1

5000 acessosIron Maiden: Nado sincronizado ao som de "The Trooper"5000 acessosAngra e Detonator: "Sem nenhuma dúvida, esse cara comprou a mídia!"5000 acessosGuitarristas: você consegue identificar todos nesta imagem?5000 acessosBlack Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo5000 acessosSeparados no nascimento: Lady Gaga e Eddie4905 acessosMegadeth: Dave Mustaine diz que havia uma "estranheza" entre ele e Friedman

Sobre Douglas Morita

Douglas Morita acha que se existem constantes em sua vida, uma delas definitivamente é o Metallica. Fã da banda desde que se conhece por gente, criou o site Metallica Remains em 1998 e considera o grupo como sua principal - porém, obviamente, não única - influência musical. Além do Metallica, tenta ouvir de tudo um pouco, sem se limitar a estilos ou rótulos.

Mais matérias de Douglas Morita no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online