Matérias Mais Lidas

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemMax e Iggor Cavalera: setlists, fotos e vídeos de shows na Audio, em São Paulo

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemRage Against The Machine cancela turnê europeia por conta de contusão do vocalista

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemAmy Lee escolhe a melhor música do Evanescence para apresentar a banda


Dream Theater 2022

Yngwie Malmsteen: um fritador não influenciado por ninguém

Por André Biasuz
Fonte: Blabbermouth
Em 09/12/08

Pat Prince, do site Powerline A.D., conduziu em dezembro de 2008 uma entrevista com a lenda sueca da guitarra YNGWIE MALMSTEEN, que falou abertamente sobre seu gênio difícil e sua postura considerada arrogante por alguns.

Powerline A.D.: Você acha que compete com alguns guitarristas que estão por ai na estrada hoje em dia?

Yngwie: "Nunca. E não é porque eu sou arrogante… Eu só não tenho esse habito de sair e comprar um álbum. Se eu estou escrevendo algo, vou me focar nas minhas composições. A última coisa que eu quero pensar enquanto estou compondo ou gravando é o que as outras pessoas estão fazendo por ai. Quando era pequeno eu tinha meus heróis musicais, como Bach, Vivaldi e Paganini, mas nem eles eu ouço mais".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Powerline A.D.: Bem, certamente algum guitarrista lhe serviu de influência, como Jimi Hendrix…

Yngwie: "Não, isso não é verdade".

Powerline A.D.: "Não? Eu li que quando criança você viu Hendrix na TV e foi esse o impulso para você começar a tocar?"

Yngwie: "Sim, eu tinha sete anos e vi ele na TV. No dia que ele morreu mostraram um video dele colocando fogo em sua guitarra, e o impacto da imagem me instigou a tocar. Não ouvi nada. Se você ouvir meus álbuns, vai notar que não são influenciados por ele. Talvez, quem sabe alguma balada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Powerline A.D.: Nenhuma influência dos guitarristas europeus como Michael Schencker e Uli Roth?

Yngwie: "Quando eu era muito, mas muito pequeno, tinha de 7 a 10 anos, era Ritchie Blackmore. E depois disso, eu parei de ouvir guitarristas, todos eles".

Powerline A.D.: Nos anos 80, quando você veio para os EUA pela primeira vez para tocar no STEELER, houve muito falatório. Me lembrou os anos 60 em Londres,quando escreviam nas paredes "Clapton is God" (N do T: "Clapton é Deus") por toda Londres. Como você lidou com as altas expectativas do público no decorrer dos anos?

Yngwie: "Eu aprendi muito cedo que elogios e criticas não podem ser levadas ao pé da letra. A única coisa que sei é que eu sou meu pior crítico. Ninguém me critica mais que eu mesmo. Sou muito chato e perfeccionista. E, é claro que é ótimo quando as pessoas curtem o que você faz. Todos os elogios são bem-vindos".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Powerline A.D.: Qual é a sua opinião sobre o termo "Shredder" (traduzido/adaptado para "Fritador", embora o literal fosse "triturar")?

Yngwie: "Bem, você pode fritar ovos, fritar queijo, fritar muitas coisas. Eu frito notas. Eu acho que é só um termo pois quando vim pela primeira vez ao EUA ainda adolescente, as pessoas chegavam e diziam: 'Hey, cara, você frita... Eu não sabia a principio do que eles estavam falando, mas depois é claro que entendi. Eu não me importo. Tudo é bom".

Powerline A.D.: Depois do STEELER e do ALCATRAZZ, você foi chamado para outra grande banda?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Yngwie: "Teve algumas pessoas que me perguntaram sobre a possibilidade, mas eu estou em bandas desde meus 10 anos na Suécia e sempre fui o líder. Sempre fui o compositor, o guitarrista solo, o vocalista. Eu era sempre o bom, mas quando vim para os EUA já sabia que teria que dar uma desacelerada e passar por algumas bandas para voltar a ser o líder de novo. Quando isso aconteceu, eu voltei pra Suécia com o RISING FORCE. Eu sempre me certifiquei que estaria numa posição em que teria o controle, porque democracia simplesmente não funciona para mim. Eu sou um ditador nato. É apenas como eu trato minha musica. Eu acho que lido com ela como um pintor lida com seus quadros, mas com um toque rock and roll. Algumas pessoas não entendem e eu simplesmente encho o saco explicando, até que desisto".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Powerline A.D.: Mas, se alguém como Axl Rose pedisse para você entrar no GUNS N´ ROSES – uma oportunidade única na vida - você iria?

Yngwie: "Provavelmente não. Mas, estaria aberto a isso como convidado. Quando eu participo em álbuns de outras bandas, sou o comandado. Faço exatamente o que é pedido. Faço o que um profissional faria. E fiz isso muito na minha carreira. Porém como guitarrista da banda, acho que não. Mas, quem sabe. Nunca sabemos o que nos reserva".

Powerline A.D.: O que você prefere: vida na estrada com sua guitarra ou compor no estúdio?

Yngwie: "Bom, são situações bem diferentes. Eu adoro tocar ao vivo e o som da banda quebrando tudo quando encontramos uma boa casa de shows, é simplesmente ótimo. Eu tento conseguir essa atmosfera em estúdio. Muitos tentam "copiar" o álbum quando tocam ao vivo. Eu sou o oposto, gosto da pegada das arenas. Mas o estúdio é um laboratório onde você pode ser um cientista maluco e mudar tudo sempre. Eu simplesmente amo os dois. Poder tocar algo nos dois ambientes é muito bom".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Leia a entrevista completa (em inglês) no powerlinead.com.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Yngwie Malmsteen diz que deve ser surdo quem não nota emoção no que ele toca

Yngwie Malmsteen fará show único no Brasil em outubro

A opinião de Yngwie Malmsteen sobre o Metallica e Kirk Hammett

Cheio de humildade, Brian May fala sobre guitarristas que considera melhores que ele

Os problemas que Jeff Scott Soto teve ao participar da banda de Yngwie Malmsteen

Após resposta de Malmsteen, Jeff Scott Soto rebate guitarrista e diz que deseja paz

Malmsteen diz que Jeff Scott Soto foi expulso de seu show porque não pagou entrada

Malmsteen ameaça cancelar show por que vocalista Jeff Scott Soto estava no local

Yngwie Malmsteen: Joe Lynn Turner fala sobre ego do guitarrista

Cheio de humildade, Brian May fala sobre guitarristas que considera melhores que ele

Yngwie Malmsteen rasga elogios ao AC/DC e relembra tour com a banda

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre André Biasuz

Com 5 anos já incomodava seus pais com uma guitarra de brinquedo verde lilas muito hard rock. Ainda se lembra do dia que, com 13 anos, seu amigo o apresentou à donzela de ferro. Hoje, depois de varias tentativas frustadas de matar os vizinhos com seu alto grau de excelência guitarrística, deixou um pouco de lado as 6 cordas e estuda Automação Industrial na faculdade. Tem 19 anos e ouve muito Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth, Metallica, Arch Enemy, Rammstein, Pantera e Black Sabbath.

Mais matérias de André Biasuz.