Job For A Cowboy: ganhando muito dinheiro com Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Felipe Ferraz, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Mike R. Meyer do College Times recentemente conduziu uma entrevista bem humorada com o vocalista do JOB FOR A COWBOY, Jonny Davy, que falou sobre a fortuna que ganha como músico e para onde vão as mulheres bonitas que gostam de Metal quando não estão em um show.

5000 acessosOzzy Osbourne: Madman dá a cura para a ressaca5000 acessosManowar: A vida real e nada épica dos Reis do Metal?

College Times: Nós temos lido muito na Internet sobre como vocês são um bando de anti-sociais lucrando com um som popular. Como vocês estão gastando todos os milhões que tem ganho em um gênero tão lucrativo como o Death Metal?

Jonny: "Ah claro, Death Metal é realmente muito popular em todo lugar, então estamos faturando muito (risos). O gênero é provavelmente o menos acessível para qualquer padrão ou meios em todo o mundo, então nós somos realmente sortudos por estarmos indo bem como estamos. Tem sido muito surpreendente. Quero dizer, nós ainda nos sentimos como uma banda podre de garagem, mas tivemos muita sorte em viajar o mundo em turnê, eu acho. Nós estamos fazendo o que nós amamos, tocando música pesada. Eu acho que tem funcionado por alguma razão. Mas nós ainda estamos quebrados".

College Times: O quanto de reações adversas vocês tiveram relacionadas ao nome da banda? Existem pessoas que pensam que é preciso ter um nome como DISEMBOWELED MESSIAH para ser um verdadeiro Death Metal.

Jonny: "Sim, eu acho que nosso nome é uma maldição em muitas maneiras. Se eu pudesse, eu o mudaria, mas eu acho que agora já está um pouco tarde. Tudo começou quando começamos a pensar em todo nome genérico de banda de Metal, e claro, todos já eram utilizados. JOB FOR A COWBOY apareceu e eu não sei como ele pegou, mas eu gostaria que não o tivesse às vezes".

College Times: Você acha que existe um tipo de discriminação reversa no Heavy Metal, em que se você não é gordo, velho e feio, de alguma forma você não é considerado legítimo?

Jonny: "Eu acho que sim, de muitas maneiras. É apenas meio estranho que mesmo nesse gênero as pessoas sejam críticas sobre a aparência das pessoas. É meio hipócrita, considerando que todo mundo aparenta agir como se o Metal fosse o único gênero de música em que você pode fazer o que quiser".

College Times: Vocês conseguem muitas groupies enquanto estão em turnês com todos esses caras gordos, feios e velhos?

Jonny: "Não mesmo. Nós somos os caras menos sociáveis de todos os tempos. Se uma garota aparecer para nós, nós não saberíamos o que fazer".

College Times: Talvez você possa esclarecer uma questão que tem nos importunado por anos. Onde ficam todas as gatas fãs de Metal quando não estão nos shows de Metal? Você nunca encontra na rua uma garota bonita usando uma camiseta do CATTLE DECAPITATION.

Jonny: "Hum, eu não sei. Eu acho que a maioria delas é como a maioria dos caras do Metal. Elas realmente não saem muito e elas ficam no porão de seus país ouvindo músicas pesadas e ficam na internet o dia todo, eu acho. Deve ser assim que as coisas funcionam".

Leia a entrevista completa (em inglês) neste link.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Job For A Cowboy"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Job For A Cowboy"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Madman dá sua receita para curar ressaca

ManowarManowar
A vida real e nada épica dos Reis do Metal?

Filhos de RockstarsFilhos de Rockstars
Qualquer coincidência é mera semelhança

5000 acessosBlack Sabbath: mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward5000 acessosInspiração: 30 canções (não somente rock) para mantê-lo motivado5000 acessosMetallica: prejudicando as finanças da Igreja Universal4030 acessosNile: "eles diziam que eu não podia tocar sobre o Egito"5000 acessosIron Maiden: O lançamento do single "The Number of the Beast"5000 acessosHeavy Metal: as piores capas dos grandes artistas do gênero

Sobre Felipe Ferraz

Estudante de computação conformado com o futuro dos dedos em um teclado e longe dos fretes de uma guitarra, pois após muito tentar teve que admitir que, com sua sofrível técnica, nem se quisesse tocar no Calypso teria chance. Amante de Rock e Heavy Metal desde ouvir os primeiro acordes de "Iron Man" do Black Sabbath, não se prende a rótulos musicais, ouvindo tudo que lhe agrada. No geral sons pesados, melódicos e com muita guitarra, apesar de detestar exibições de virtuosismo desnecessárias nas músicas. Acompanha o Whiplash! desde os tempos de internet discada, tomando a feliz iniciativa de contribuir após desistir de virar notícia no site e encontrar o link de colaboração.

Mais matérias de Felipe Ferraz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online