Helloween: "Tudo o que fazemos surge naturalmente"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fábio Emerenciano, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A Get Ready to Rock! recentemente entrevistou Michael Weikath, guitarrista do HELLOWEEN, que, dentre outras coisas, comentou a devoção dos fãs da banda.

866 acessosMasterplan: ouça recriação de "Escalation 666" do Helloween5000 acessosNikki Sixx: "transei com a mulher do Bruce Dickinson"

Get Ready To Rock!: Sobraram idéias do álbum anterior quando vocês começaram a trabalhar em "Gambling with the Devil" ou vocês trabalharam com idéias novas?

Michael: "Sim, a gente mais ou menos faz isso, considerando que sempre há uma grande quantidade de idéias deixadas pra trás quando a gente faz um álbum, mas muitas dessas idéias acabam lançadas como bônus ou lado B de nossos singles. Se você quiser chamar Markus (nota do tradutor - Markus Grosskopf, baixista da banda) de 'Rei dos Singles', você pode, pois ele de fato o é. Algumas coisas ficaram de fora do último álbum, mas não sabemos se elas serão algum dia lançadas pelo Helloween. A única coisa que podemos fazer é reestruturar algumas delas, mas normalmente a gente gosta de fazer material novo ao invés de trabalhar em algo já estabelecido".

Get Ready To Rock!: Uma das coisas que eu mais gosto desse disco é a variedade. Vocês não colocaram só elementos clássicos do Helloween, mas também as coisas mais pesadas desde o "Better Than Raw". Você acha que a música da banda está abrangendo um público maior agora?

Michael: "Bem, tudo que fazemos e a reação a essas coisas vêm naturalmente, simplesmente por sermos os cinco caras que somos, ou talvez ou quatro compositores que somos e, quando Sascha (Gerstner, guitarrista) decide compor, ele faz tudo do jeito dele. Eu também tenho tendências a fazer as coisas do meu jeito e Andi (Deris, vocalista) normalmente tenta fazer as coisas da maneira mais moderna, visto que ele é nosso 'frontman' e que gosta de impressionar tanto os fãs mais antigos como os novos. Quanto ao Markus, ele é o responsável por algum do material mais clássico da banda, o que é muito bom pra mim, já que eu não tenho que ser o único a me preocupar com manter o espírito clássico do grupo. Eu posso compor 'Can Do It', que é mais para o Glam rock, diferente do material mais antigo - é um material mais excêntrico, sabe? Fico feliz com essa oportunidade e fico sem a cobrança de ter sempre que compor na linha clássica".

Get Ready To Rock!: Michael, como banda, o Helloween tomou muitas direções "diferentes" e mesmo assim os fãs estavam lá apoiando vocês. Esta devoção deve ser muito compensadora para você, como artista. Hoje, uma das maiores casas de shows de Londres vai ter um show com ingressos esgotados com vocês como atração principal, o que é uma grande realização!

Michael: "É realmente compensador. Primeiro você irrita seus fãs com mudanças drásticas. Uma década depois vem a recompensa. Isso é ótimo e eu sempre me orgulho de visitar países como a Inglaterra e Escócia e tocar nossa música, especialmente considerando que somos uma intensa banda alemã de Hamburgo. Sabe-se que os Beatles visitaram Hamburgo muitas vezes, então os britânicos sabem o que é ser uma banda de Rock / Metal naquela cidade. Eu fiz grande esforço para aprender bem o inglês para um dia vir aqui e dar uma entrevista como essa, apesar de você estar notando meu sotaque ruim e estar com vontade de tirar um sarro da minha cara! (risos)"

Get Ready To Rock!: O Helloween é uma daquelas bandas que já conseguiram tudo aquilo que podiam e não há mais necessidade de provar nada a ninguém. O que vocês ainda desejam para 2008 e para o futuro?

Michael: "Não há nada tipo um objetivo específico. Na última vez que excursionamos foi como banda de abertura para o Iron Maiden e nós devíamos ter tentado trabalhar como atração principal (nota do tradutor - provavelmente Michael se referia a sair em outra turnê, onde poderiam ser atração principal). O que queremos é fazer música, gravar discos e vender esse material deixando nossos fãs satisfeitos, isso é o que tendemos a fazer. A gente trabalha duro e sempre quer coisas maiores e melhores. Para isso, temos que tocar todas as noites, apesar de estarmos envelhecendo e não podermos fazer tudo do jeito que fazíamos antes. Está ficando mais difícil, mas foi isso que decidimos fazer quando éramos mais jovens".

Leia a entrevista completa no getreadytorock.com.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MasterplanMasterplan
Lyric video de "The Chance", do Helloween

866 acessosMasterplan: ouça recriação de "Escalation 666" do Helloween1188 acessosHelloween: banda russa com nome esquisito faz cover em russo1536 acessosHansen & Friends: veja vídeo com cover de "Save Us", do Helloween1119 acessosUnisonic: CD e DVD "Live in Wacken" sai em julho806 acessosEm 29/05/2015: Helloween lança o álbum My God-Given Right0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Helloween"

HalloweenHalloween
Dez clássicos do Heavy Metal para curtir a data

HelloweenHelloween
Reunião com Michael Kiske e Kai Hansen, 1º show será no Brasil

HelloweenHelloween
Banda rejeitou música que se tornaria clássico do Masterplan

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Helloween"

Nikki SixxNikki Sixx
Baixista diz ter transado com mulher de Bruce Dickinson

MetallicaMetallica
Ulrich comenta os motivos da saída de Jason Newsted

Dave MustaineDave Mustaine
Maroon 5 o deixou boquiaberto

5000 acessosPlágio ou coincidência: trechos semelhantes no rock/metal5000 acessosPra convencer: dez álbuns de metal para quem não gosta de metal5000 acessosIron Maiden: veja Bruce abandonando o palco em 19995000 acessosRafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio4749 acessosUdo: vocalista conta porque não tem mais relações com o Accept5000 acessosBlack Sabbath: 35 anos do acidente de "Trashed"

Sobre Fábio Emerenciano

Graduado em Letras, trabalha como professor de inglês em escolas de idiomas desde 1994. Além do (bom) stress da sala de aula, arrisca-se também no mundo virtual, fazendo sites. Adora cinema, tendo visto mais 3.500 filmes, e é consumidor da boa literatura. Na música, já tocou baixo em bandas de rock n' roll, hard rock e heavy metal. Em casa mantem uma coleção de rock e heavy metal com cerca de 700 ítens entre CDs, LPs, DVDs e VHS. Mora em Campina Grande-PB com a esposa. Se tiver um tempinho livre, visite o site de Fábio Emerenciano.

Mais informações sobre Fábio Emerenciano

Mais matérias de Fábio Emerenciano no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online