Anette Olzon: "Às vezes é preciso ser malvada"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Garcia, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Anette Olzon foi destaque da edição de janeiro de 2008 da Metal Maniacs.

4041 acessosFinlândia: as dez melhores bandas de Heavy Metal do país5000 acessosTop 10 Guitarristas: matéria empolgada no Jornal da Globo

Sobre ser uma mulher no Metal:

“Toda essa beleza (de música) é adorável, mas você precisa ser malvada às vezes. Eu sou uma garota simpática, mas eu não sinto que todas as coisas que canto são apenas de uma perspectiva masculina. Todo mundo tem pecados e pensamentos maliciosos. Você só precisa trazer isso para fora quando você está no palco. Quando canto: ‘She is my Sin’, eu tento cantá-la da minha perspectiva, mesmo que a música fale sobre uma garota.”

Como ela entrou no Nightwish após a partida da vocalista Tarja Turunen:

“Eu acho que eu estava entre as 10 ou 20 candidatas. O engenheiro de som da minha outra banda disse, 'Você ouviu? NIGHTWISH dispensou a Tarja. Você deveria se candidatar.’ Eu falei, ‘Não. Por que deveria?’ Ele disse, 'Bem, você deve se apressar, porque eu ouvi que eles já têm alguém'. Isso foi uma semana depois de tudo ocorrer. Eu corri para o estúdio, pedi ajuda de um amigo, fiz a música rapidamente e a despachei. Eu só mandei a ‘Ever Dream’, uma nova versão. Nós refizemos o segundo plano e as guitarras. É a minha versão. Cerca de uma semana mais tarde, o Tuomas [Holopainen] me mandou um e-mail dizendo que ele realmente gostara da música, mas não foi antes de setembro [2006] que eu realmente os conheci. Eles me reprovaram uma vez, antes disso! Eu não soube por que. Eles não me disseram, mas agora eu sei que foi por ter uma criança. Eu estava obstinada e durante o verão, eu enviei a eles mais material, mas eu ainda tive que esperar até o final de janeiro para saber que era a escolhida”.

Sobre sua contribuição no “Dark Passion Play”:

“Mesmo sendo a mesma melodia, o jeito como canto é um pouco diferente pois dei ênfase em certas palavras. Eu realmente me aprofundei em ‘Eve’. Em ‘Sahara’, no final, onde eu tinha que fazer os ‘ohs’ eles simplesmente disseram, ‘Faça alguma coisa.’ Há diversos pequenos detalhes por todos os lados. Quando eu canto uma música, eu nunca canto exatamente como está escrito. Essa é a diferença entre eu e uma cantora clássica. Eu não canto por notas. Eu improviso e canto por audição, então a interpretação é minha”.

A matéria completa está na revista, que pode ser encontrada nas bancas lá fora - ou que trabalhem com importadas.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 31 de janeiro de 2017

FinlândiaFinlândia
As dez melhores bandas de Heavy Metal do país

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

NightwishNightwish
Tuomas fala sobre Anette, DVD, Religião e mais

Theatre of TragedyTheatre of Tragedy
Liv diz que foi demitida igual a Tarja no Nightwish

Symphonic MetalSymphonic Metal
As dez cantoras mais influentes e impressionantes

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"

Top 10 GuitarristasTop 10 Guitarristas
Matéria empolgada no Jornal da Globo

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Madman dá sua receita para curar ressaca

King DiamondKing Diamond
Alguém já viu Kim Petersen sem a maquiagem?

5000 acessosRock In Rio I: Pra quem tem menos de quarenta anos fica difícil imaginar5000 acessosAjustes e Consertos em Baixos e Guitarras5000 acessosMetallica: ouça apenas o baixo de Cliff Burton em clássicos3986 acessosRodrigo Oliveira: "Não temos só vermes que vivem o rock/metal!"5000 acessosMegadeth: em vídeo, Mustaine puto por ter sido interrompido por um "monte de merda"5000 acessosRádio AOL: Os Top 10 da música pesada da década de 2000

Sobre Fernando Garcia

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Fernando Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online