Venom: Cronos comenta mudança de guitarristas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Living For Metal, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Steve Saks, do site LivingForMetal.com, entrevistou recentemente o frontman do VENOM, Conrad "Cronos" Lant. Alguns trechos desse papo:

2796 acessosNWOBHM: os 25 maiores álbuns do gênero entre 1980 e 19825000 acessosChristian Bale: ator aprendeu Pantera na bateria para novo filme

LivingForMetal.com: O que podemos esperar do VENOM em 2007 após o sucesso que tiveram em 2006? O VENOM já tem planos confirmados?

Cronos: “Já tivemos reuniões com nossa equipe de agenciamento e com a gravadora, agentes, advogados, etc., e analisamos o que conseguimos em 2006, que foi um ótimo ano em muitos aspectos positivos, mas eu gostaria que houvesse mais peso e agressividade, então precisamos afiar as presas do VENOM e dar uma mordida maior, porque precisamos avançar para um nível mais alto e seguir em frente”.

“Mykvs nos disse, após a turnê norte-americana, que seus outros compromissos estavam causando muitos conflitos para ele e que achava difícil dedicar-se 100% à agenda do VENOM em 2007. Eu devo admitir que estávamos muito empolgados e esquecemos que Mykvs tinha outras atividades que ele precisou interromper; além disso, achávamos que ele poderia fazer as coisas dele quando houvesse uma folga nos trabalhos do VENOM mas, enfim, eu tinha outras idéias na manga prontas para serem usadas num caso como esse”.

“O fato é que ele quase não participou do álbum ‘Metal Black’ e eu já estava procurando outro guitarrista para substituí-lo no álbum logo antes dele ir a Londres para mixar as masters em dezembro de 2005. Eu não tinha certeza se ele realmente estava se encaixando e também achava que poderiam entender como uma paródia o fato de ter um guitarrista que parecia o nosso guitarrista anterior, com longos cabelos loiros e um nome que não era tão diferente assim; além disso, como sabíamos que ele não podia se comprometer 100% com a banda, isso causou conflitos com a nossa equipe de agenciamento mas, depois de muitas discussões, decidimos deixar suas guitarras no álbum e arriscar um pouco. Os planos para 2007 são começar o ano trabalhando nas faixas do novo álbum e depois fazer alguns shows, começando no final de junho e terminando depois de setembro; isso é o que estávamos planejando, então fique de olho no nosso website para saber as últimas novidades”.

LivingForMetal.com: Se Mykvs disse que não podia se comprometer 100% com a agenda do VENOM, isso significa que Mykvs vai sair do VENOM? Se for esse o caso, quando seria?

Cronos: “Nós anunciamos em janeiro no website do VENOM que Mykvs não está mais no VENOM. Decidimos que era a hora certa para mudanças, pois não poderíamos continuar com ele. O VENOM precisa evoluir e, como ele não podia se comprometer com a nossa agenda, então era a hora certa de fazer a mudança. Se sacrifícios precisam ser feitos para o benefício da banda, então que seja assim".

"Eu aprendi muito com os erros das formações anteriores do VENOM e não faz sentido ficar parado lambendo nossas feridas. Todos na banda precisam se dedicar 110% no que estão fazendo, pois é preciso suar sangue para criar uma grande banda e, se um membro não pode fazer isso ou não está fazendo a coisa certa pela banda, então é hora de seguir em frente e encontrar alguém mais adequado. O melhor de tudo é que não houve ressentimentos entre nós, pois sabíamos que essa era a coisa certa a ser feita".

"Mykvs até me escreveu para explicar o que ele sentia em relação a essa decisão, agradecendo a mim e a Antton [baterista] por darmos a ele a oportunidade de tocar no VENOM novamente e dizendo que adorou a experiência de trabalhar com a banda e que mal pode esperar para ver o próximo capítulo da história do VENOM. Ele estava preocupado, achando que podia manchar a reputação da banda se ele continuasse, já que estava cansado de viajar e não sentia que estava tocando o melhor que podia. Ele disse: ‘Eu odiaria que a banda ou a música fossem prejudicadas devido ao fato de eu estar sempre viajando entre os Estados Unidos e o Reino Unido. O VENOM é maior e mais importante do que qualquer membro sozinho e, por respeito ao legado do VENOM, a Cronos e a Antton, eu prefiro sair amigavelmente ao invés de ser conhecido como o cara que sacaneou a banda’".

"Ele continuou agradecendo as legiões de fãs pelo apoio, à Sanctuary e à Agency pelo trabalho árduo e pelos conselhos profissionais e a todo o pessoal técnico, tanto no estúdio quanto ao vivo, com o qual ele trabalhou no ano passado. Ele também mencionou em sua carta que ele espera poder colaborar musicalmente comigo e com Antton no futuro. Então, para o próximo álbum, eu decidi reescrever todas as músicas do zero e as demos que gravei com Mykvs e Antton serão bem guardadas e não serão usadas. Se um dia tivermos a chance de trabalharmos juntos novamente, eu verei se vale a pena trabalhar com elas".

"Mykvs também estava realmente preocupado sobre como as pessoas reagiriam às notícias e me perguntou como deveríamos lidar com essa situação, mas eu disse a ele que não fazia sentido inventar alguma besteira, que não havia nada de mal naquilo e que deveríamos dizer o que realmente aconteceu, já que merdas acontecem e precisamos lidar com essas situações. Não houve nenhuma briga ou coisa parecida, isso faz parte da vida e, que diabos, essas coisas fazem com que fiquemos sempre em alerta. Eu não espero que a vida seja fácil e sempre gosto de um desafio. Na verdade, eu posso dizer honestamente que nunca esperei que ele ficasse na banda para sempre. Ele nunca ficou parado em algo por muito tempo em sua vida e as pessoas não mudam de uma hora para outra”.

“Mykvs me ajudou a estabelecer o VENOM com o álbum ‘Metal Black’ e com os nossos shows do anos passado. Isso é o que eu realmente queria dele, ele passou a maior parte do tempo viajando entre o Reino Unido e os Estados Unidos, o que o deixou esgotado. Ele estava sempre cansado e parecia doente a maior parte do tempo, porque o ‘jetlag’ estava esgotando o organismo dele. Ele tem sido um camarada meu há mais de 20 anos, isso porque sempre fomos sinceros um com o outro; ele sabe que prefiro tratar dos problemas cara a cara e que eu o ajudaria se ele precisasse. Eu só não consigo trabalhar com mentirosos e covardes. Esse é o problema com certos ex-membros que fizeram coisas às escondidas e mentiram sobre suas intenções. Pessoas assim nunca duram muito tempo neste negócio. É, esses p*tos sabem de quem estou falando”.

LivingForMetal.com: O VENOM está fazendo audições? Como o grupo faz para encontrar um novo guitarrista? É claro que isso não é uma tarefa fácil, já que não é todo mundo que consegue se encaixar.

Cronos: “O novo guitarrista do VENOM chama-se Rage. Conhecemos Rage (também conhecido como La Rage, ou The Rage) alguns anos atrás quando Mykvs tinha viajado de volta aos EUA para resolver alguns problemas. Antton e eu ainda queríamos continuar ensaiando para os shows e para o álbum enquanto ele estivesse longe, mas não é a mesma coisa ensaiar apenas com baixo e bateria. Então eu disse ao Antton como seria legal se pudéssemos encontrar alguém daqui mesmo como substituto enquanto Mykvs estivesse nos Estados Unidos; depois de um ou dois dias, Antton disse que conhecia um cara chamado Rage que provavelmente seria capaz de aprender todas as músicas, pois ele era um verdadeiro ‘metalhead’. Rage veio aos estúdios em que estávamos ensaiando, discutimos o que procurávamos e ele disse que seria um prazer substituir Mykvs e começamos a ensinar as faixas para ele".

"Rage é realmente maluco por Metal e chegou para os primeiros ensaios com três de suas guitarras BC Rich. Quando começamos a tocar as músicas, ficou evidente porque seu nome é Rage [fúria]: seu estilo de tocar é bem agressivo e ele gosta de usar bastante o trêmolo. Ele disse que escuta bandas como TESTAMENT, SLAYER, ARCH ENEMY etc, então começamos a ensaiar com ele sempre que Mykvs estava fora do Reino Unido, o que foi ótimo para Antton e eu pois, quando Mykvs voltava para se preparar para os shows, estávamos afiados como navalhas”.

“Quando Mykvs nos contou que estava preocupado com seus compromissos, nós imediatamente pensamos em perguntar ao Rage se ele poderia em tocar na banda como membro permanente. Não tínhamos certeza se ele chegaria a pensar nisso, mas achamos que ele tinha o ‘pedigree’ certo para completar a banda. A boa notícia foi que ele estava realmente pronto. Na verdade, ele ficou bastante surpreso num primeiro momento e perguntou o que tinha acontecido com Mykvs, então fomos sinceros e dissemos que se Mykvs pudesse ter evitado aquela situação nós não estaríamos tendo aquela conversa. Rage começou a pular de satisfação pela sala; fomos então direto para os ensaios para começar a trabalhar nas novas músicas e nas faixas para os nossos próximos shows. Já fizemos algumas sessões de fotos e as enviamos para a gravadora e para o nosso webmaster fazer as modificações no site. Agora estamos organizando as entrevistas, músicas, etc”.

LivingForMetal.com: Então para quando podemos esperar o novo álbum? E os fãs terão a chance de ouvir Rage tocar antes dos seus shows no segundo semestre de 2007?

Cronos: “Sim, como estamos gravando as demos agora vou fazer o mesmo que no último álbum e colocar uma amostra ou duas no website para as legiões de fãs ouvirem. Elas vão ser colocadas na seção multimídia; além disso, estamos preparando uns vídeos com o Rage que também podem estar disponíveis em breve no site. Estou muito a fim de colocar algumas gravações com o Rage no website para que todos possam ver esse maluco trabalhando. Eu sempre fui muito fã dessas loucuras com guitarras e, mesmo quando estávamos apenas ensaiando com ele, eu disse pro Antton que esse maníaco soaria muito bem na banda, o som do VENOM é assim mesmo, tem que estraçalhar com a sua guitarra ou baixo. O que quero dizer é que ele não teve nenhum problema para tocar os solos dos nossos clássicos e que ele consegue tocar os solos do álbum ‘Metal Black’ nota por nota. Eu só fico encorajando ele a se concentrar no que faz e, em faixas como o final de ‘Warhead’, ele pode realmente detonar”.

“Com relação ao novo álbum, estamos trabalhando duro nas novas demos e é por isso que estivemos tão quietos desde que voltamos da turnê nos EUA. Estamos trabalhando muito no estúdio com o novo cara e com as novas faixas. Estamos planejando lançar o álbum por volta de setembro, mais uma vez pela Sanctuary Records”.

Leia a matéria na íntegra (em inglês) no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

NWOBHMNWOBHM
Os 25 maiores álbuns do gênero entre 1980 e 1982

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Venom"

Sexta-feira 13Sexta-feira 13
Treze músicas para escutar nesta data

SlayerSlayer
Quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo

VenomVenom
Quem são as crianças da capa do "Possessed"?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Venom"

Christian BaleChristian Bale
Ator aprendeu Pantera na bateria para novo filme

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
As Top 10 músicas para o fim do mundo

Zakk WyldeZakk Wylde
"Black Sabbath com o Dio não é Black Sabbath"

5000 acessosGosto Musical: artistas falam do que devia ser banido para sempre5000 acessosIron Maiden: veja Bruce abandonando o palco em 19995000 acessosKim Kardashian: usando camiseta do Metallica de dois mil dólares?5000 acessosEm 21/10/1995: Shannon Hoon, do Blind Melon, morre de overdose de cocaína5000 acessosPassos do rock: alguns dos mais famosos em gif animado5000 acessosDimebag Darrell: esboços da guitarra Razorback

Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online