Matérias Mais Lidas

Mamonas Assassinas: a história por trás do enigmático CreuzebekMamonas Assassinas
A história por trás do enigmático "Creuzebek"

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

Nirvana: músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTokNirvana
Músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTok

Robert Fripp: veja cover de Welcome to the Jungle com esposa segurando halteresRobert Fripp
Veja cover de "Welcome to the Jungle" com esposa segurando halteres

Iced Earth: Jon Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiançaIced Earth
Jon Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiança

Megadeth: quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de A Tout Le MondeMegadeth
Quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de "A Tout Le Monde"

Slayer: Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperavaSlayer
Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperava

Kiss: Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogasKiss
Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogas

AC/DC: a resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da bandaAC/DC
A resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da banda

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Faith No More: todas as faixas do magnífico The Real Thing, da pior para a melhorFaith No More
Todas as faixas do magnífico "The Real Thing", da pior para a melhor

Chester Bennington: viúva anuncia separação de bombeiro após um anoChester Bennington
Viúva anuncia separação de bombeiro após um ano

Enjaulados: Os crimes mais chocantes da história do rockEnjaulados
Os crimes mais chocantes da história do rock

Alexi Laiho: A banda de metal do céu agora tem um guitarrista solo, afirma MustaineAlexi Laiho
"A banda de metal do céu agora tem um guitarrista solo", afirma Mustaine

Metallica: todas as faixas do polêmico Load, da pior para a melhorMetallica
Todas as faixas do polêmico "Load", da pior para a melhor


Matérias Recomendadas

Jack Bruce: Foda-se o Led Zeppelin, eles são um lixo!Jack Bruce
"Foda-se o Led Zeppelin, eles são um lixo!"

Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalGastão Moreira
A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

Queen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicosQueen
Ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos

Contra-baixo: as melhores introduções do Heavy MetalContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Alice In Chains: seria essa a última foto de Staley com vida?Alice In Chains
Seria essa a última foto de Staley com vida?

Malvada
Dead Daisies

Graveworm: Vibrações e novo começo no Black Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

Os italianos do Graveworm já possuem um "curriculum" de respeito, com quatro CDs lançados, e shows pela Europa, como "headliners" ou em festivais de verão. A banda lança agora "Nutopia", no qual supera a saída do guitarrista e compositor Steve Unterpertinger, com a entrada do igualmente talentoso Lukas Flarer. Completam o time: Stefano Fiori nos vocais, Hary Klenk - que saíra da banda e voltou para este CD - no baixo, Sabine Mair nos teclados, Eric Righi na segunda guitarra e Moritz Neuner na bateria. Lukas se mostrou um bom substituto e a banda emplaca mais um grande álbum. Batemos um papo com Stefano Fiori para adquirir mais detalhes do novo CD e falar de outras coisas muito interessantes, como a versão para o clássico pop "Losing My Religion" do R.E.M.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - As bandas de power metal têm sido o grande destaque da Itália. Como é ser de uma banda de metal extremo em seu país? A aceitação é boa para o estilo ao que vocês se propõem?


STEFANO FIORI - Desde o começo tivemos um direcionamento mais focado no metal alemão e austríaco. Todos falamos alemão e foi fácil para nós lidar com algumas pessoas nessa época. Mas preciso ressaltar que somos uma banda de metal italiano e nos sentimos assim. Fico chateado quando alguns italianos pensam que somos alemães ou austríacos, por causa do idioma e do direcionamento musical, mas sabemos que o contrato com a Nuclear Blast irá nos ajudar a mudar essa situação no futuro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - Algumas pessoas rotulam o Graveworm como uma banda de "Symphonic Black Metal", ,mas "Nutopia" apresenta vários elementos que fogem do espectro "black metal", como passagens de metal melódico, e atmosféricas. Como você definiria o estilo de sua banda?

STEFANO FIORI - Para mim a melhor maneira de nos descrever é "Dark Metal". Somos influenciados por vários estilos musicais, do Black ao Death, Gothic e Metal em geral. Em nosso novo CD você ainda vai encontrar alguns ‘riffs’ de metalcore ou coisas do tipo. Eu particularmente considero isso como ‘Dark’...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - Seu primeiro contato com o gótico foi no EP "Eternal Winds" (1997). Agora vocês trabalham com vários estilos, fincando suas raízes no Death Metal. Como você analisaria a evolução musical da banda no decorrer dos anos?

STEFANO FIORI - Quando começamos a tocar fazíamos vários "covers" de bandas como Napalm Death, Cannibal Corpse e outras. Aí começamos a procurar as melodias que nos satisfizessem como músicos. Nossos primeiros lançamentos foram inspirados pela banda alemã Crematory. Depois destes discos passamos a procurar nosso som, nosso diferencial. Os dois álbuns seguintes foram influenciados por bandas como Dimmu Borgir e Cradle Of Filth. Nunca quisemos copiar esta ou aquela banda, mas a sonoridade similar ás vezes simplesmente surge em um riff ou uma passagem de música. Com o novo CD mudamos o processo de composição, e isso trouxe algo novo para a banda, o que chamamos de "Nutopia".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - "Nutopia" reflete um novo começo. A saída de Steve Unterpertinger teve algo a ver com isso?

STEFANO FIORI - Como disse depois da saída de Steve, nos vimos em dois grandes problemas: achar um novo guitarrista e um bom compositor. Lukas preencheu os dois requisitos plenamente. Ele nos afirmou que suas idéias visavam como a banda soaria no futuro. Devo confessar que estava meio receoso, mas a escolha não poderia ter sido melhor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - Como foi o processo de composição, agora com a participação de Lukas e o retorno de Harry ao baixo?

STEFANO FIORI - Lukas tem um estúdio em sua casa e foi responsável por 95% das músicas. Quando ele escreve, ele escreve a música completa, da bateria aos teclados e ainda colocando as letras. Foi um processo diferente, mas funcional e prático para nós.

Whiplash! - "The Machine" funde com habilidade heavy, death e metal gótico e será o primeiro vídeo de "Nutopia". Porque desta escolha?

STEFANO FIORI - Tínhamos três opções de início. "The Machine", "Nutopia" e "Hateful Design". Depois de algumas discussões com nossa gravadora decidimos pela primeira opção, por ser a mais acessível e ao mesmo tempo agressiva e forte. Mas pode ser mostrada na TV sem problemas. Acho que o vídeo não é algo tão especial, pois queríamos apenas mostrar a banda como ela é. Uma "performance" ao vivo com efeitos visuais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - "Nutopia" lembra muito o som praticado por In Flames e Children Of Bodom. Você concorda com isso? O que acha destas bandas que agregam o death e o heavy metal?

STEFANO FIORI - Concordo! In Flames é uma das minhas bandas favoritas. Adoro os novos trabalhos deles. Children Of Bodom é uma grande banda, mas não é a minha favorita. Também acho que a faixa citada lembra o Hypocrisy... uma das melhores bandas que tocam Death Metal no mundo.

Whiplash! - A banda usou alguns elementos industriais em "Hateful Design" e "MCMXCII". É algo a ser mais desenvolvido no futuro?

STEFANO FIORI - Não sei afirmar com certeza. Gostamos de experimentar, mas sem comprometer nossas raízes. Somos o Graveworm e continuaremos sendo o Graveworm no futuro.

Whiplash! - "MCMXCII" tem um conteúdo muito pessoal. Poderia nos contar mais sobre isso?

STEFANO FIORI - Sim, é uma música especial para mim. É o número 1992 em romano. Este foi o ano em que perdi meu pai. Venho desenvolvendo este tema a um bom tempo, e agora decidi escrever as letras, como uma homenagem a ele usando meu trabalho.

Whiplash! - Outra grande música é "Deep Inside", que eu acho que seria ótima para um segundo "single" ou vídeo. Há planos para tal?

STEFANO FIORI - Definitivamente não. Vamos nos concentrar em compor músicas para o próximo álbum. Fizemos duas turnês este ano e faremos mais uma em outubro. Depois de encerrar estes shows, começaremos a compor. Isto é mais importante para mim. Faremos um vídeo no próximo álbum, com certeza.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - Em "Engraved In Black" vocês fizeram uma versão fantástica para "Losing My Religion" do R.E.M., e esta veio como bônus em "Nutopia". Vocês chegaram a tocar esta música ao vivo?

STEFANO FIORI - Na verdade tivemos muitos problemas legais com esta música em nosso CD anterior, porque mudei alguns versos das letras. Nossa gravadora teve que retirar do mercado os CDs que tinham a música (na época de "Engraved in Black") e lançar uma nova tiragem sem a mesma. Como muitas pessoas nos perguntaram aonde poderiam encontrar a música, por não possuírem a primeira tiragem do CD, decidimos refazer o trabalho e colocar como bônus em "Nutopia". Tocamos a música algumas vezes e foi muito divertido.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - Vocês já excursionaram com várias bandas, e tocaram em festivais europeus de renome. Há algum momento em especial que tenha marcado a carreira do Graveworm?

STEFANO FIORI - Só poder ficar em frente a tantos fãs loucos já se configura um momento marcante. É ótimo ver tantas pessoas pulando quando ouvem sua música. A energia que emana do público é indescritível.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - A banda já recebeu emails ou cartas do Brasil? Há algum plano para shows na América do Sul?

STEFANO FIORI - Sim... e é uma felicidade ver que os brasileiros gostam de nosso trabalho. Não temos plano para shows no Brasil agora, mas no próximo álbum vamos tentar ao máximo viajar para aí e tocar para nossos fãs.

Whiplash! - "Black Metal" é um estilo que vem sofrendo mudanças com o aparecimento de bandas como Dimmu Borgir, Cradle Of Filth, que diferem drasticamente dos nomes mais consagrados como Venom e Possessed. O que você considera como uma banda de "Black Metal" plena?

STEFANO FIORI - Para mim bandas deste estilo tocam música muito selvagem, rápida e agressiva, sem compromisso. Considero bandas de "Black Metal" Marduk, Immortal e Darkthrone. Estas sim se encaixam no estilo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash! - Stefano, obrigado pela entrevista. Este espaço é seu para deixar uma mensagem aos fãs brasileiros que visitam o WHIPLASH! Rocksite.

STEFANO FIORI - Muito obrigado pela oportunidade de falar aos brasileiros. E obrigado a todos por nos apoiarem e ouvirem nossa música. Vamos tocar para vocês no futuro, e não vai demorar... até logo!


Malvada
Dead Daisies
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Classic Rock: revista elege 100 melhores músicas de rockClassic Rock
Revista elege 100 melhores músicas de rock

King Diamond: O que significa ser Satanista?King Diamond
O que significa ser Satanista?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.