Spock's Beard: Entrevista exclusiva com o tecladista Ryo Okumoto

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Enviar correções  |  Ver Acessos


Por Guilherme Vignini

Listed: TV americana elege os maiores bad boys da músicaMilho Wonka: quem são os Posers do Rock hoje em dia?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nos últimos quatro anos, devido as minhas atividades paralelas produzindo meu programa de rádio, o Startrips Show, tive centenas de contatos com músicos de rock dos estilos mais variados. Recentemente tive a grata surpresa de estabelecer contato com um dos músicos mais conceituados do mundo, Ryo Okumoto, tecladista de uma das principais bandas de Rock Progressivo do mundo, o Spock's Beard.

Ryo nasceu no Japão e com 19 anos já tocava com o ícone Kitaro. Mudou-se para Los Angeles para se aperfeiçoar e ganhou o reconhecimento da comunidade musical, chegando a tocar e gravar com músicos como Aretha Franklin, Phill Collins, Eric Clapton, Roberta Flack, Eric Burdon, Natalie Cole, Barry White e muitos outros.

Em 1997 Neal Morse, líder do Spock's Beard, viu que precisava de mais um tecladista para a banda. Ryo foi fazer um teste e já chegou com o primeiro álbum da banda todo escrito e ensaiado. Com isso ganhou a confiança da banda, que tratou de efetivá-lo como membro fixo.

Recentemente Neal Morse anunciou o desligamento da banda, logo após o lançamento do trabalho mais ousado, o disco duplo conceitual "Snow", deixando órfãos milhões de fãs no mundo inteiro e uma banda genial sem seu vocalista e principal compositor.

Ryo aqui fala um pouco sobre seu novo álbum solo, "Coming Through", sobre "Snow", a saída de Neal e o futuro do Spock's Beard. Espero que vocês apreciem a entrevista desse grande músico, em um momento tão importante na sua carreira.

GV - Como foi sua entrada no Spock's Beard?

Ryo / Eles me acharam.


GV - Quanto tempo demorou para gravar seu novo álbum solo? O cd tem diversas participações especiais, como Steve Lukather, Bobby Kimball, Simon Phillips, Glenn Hughes, alem dos seus colegas de Spock's Beard. Foi muito difícil reunir todos esses músicos?

Ryo / Cerca de dois anos para gravar e um ano de planejamento. Não foi muito difícil juntar os músicos. Bastou alguns telefonemas.

GV - Seu filho de 11 anos toca bateria no cd, dando um aspecto bem familiar ao projeto. Ele não quis tocar teclado?

Ryo / Eu tentei dar a ele algumas aulas de teclado, mas como ele estava ocupado com outras coisas, deixei-o com a bateria. Talvez quando ele estiver mais velho, ele queira aprender, então o ensinarei.

GV - Você pretende se apresentar ao vivo mostrando esse material?

Ryo / Você quer dizer fazer uma turnê do CD? A resposta é SIM! Mas eu não sei quando. Vai depender das vendas.

GV - O Spock's Beard recentemente lançou Snow, um dos cd's mais aguardados pelos fãs de rock progressivo, com uma historia bem complexa em um trabalho conceitual. Como está sendo a recepção do álbum?

Ryo / A recepção tem sido ótima! Tenho tido um bom retorno de todo mundo. Eu estou muito feliz com esse CD, por ter participado e tocado nele!

GV - Nesse álbum há uma música chamada "Ladies and Gentleman, Mister Ryo Okumoto on the keyboards", onde você faz um solo que me lembra bastante Keith Emerson nos trabalhos iniciais do ELP. Emerson foi uma das suas influencias?

Ryo / Sim, ele foi! Assim como Eddie Jobson.

Spock`s Beard
Spock`s Beard

GV - Logo apos o lançamento de Snow, Neal, Morse anunciou a saída do grupo, e isto caiu como uma bomba. Ele chegou a demonstrar algo que indicasse essa atitude durante as gravações?

Ryo / Não! Eu não posso falar nada, até o dia que fomos gravar a música bônus. Aliás, ele estava cantando no "Coming Through", um dia antes da gravação do bônus, quando ele anunciou que estava deixando a banda. Você pode ouvir e ver no vídeo de "Coming Through", que Neal estava chorando quando cantou essa canção.

GV - Vocês já sabem como substituir Morse? Quem cuidará dos vocais do Spock's Beard durante o show de Nick D'Vigilio no Progwest 2002.

Ryo / O próprio Nick.

GV - Quando o grupo espera voltar a fazer turnês?

Ryo / Tão logo lançarmos um próximo CD.

GV - Você fez shows e gravou com gente como Phil Collins, Eric Clapton, Kitaro, Aretha Franklin, Natalie Cole e outros. Qual desses artistas foi sua experiência mais produtiva?

Ryo / Spock's Beard e Natalie Cole.

GV - No Japão, quais as bandas de progressivo com futuro?

Ryo / Kenzo.

GV - Ryo, obrigada pela entrevista, e desejo boa sorte com a nova formação, em nome de todos os fãs brasileiros do Spock's Beard, e esperamos que um dia tenhamos a oportunidade de vê-los tocando ao vivo aqui.

Ryo / Obrigado.

Site Oficial Spock's Beard: www.spocksbeard.com
Site Oficial Ryo Okumoto: www.ryookumoto.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Spocks Beard"


Mike Portnoy: os dez melhores discos de rock progressivoMike Portnoy
Os dez melhores discos de rock progressivo


Listed: TV americana elege os maiores bad boys da músicaListed
TV americana elege os maiores bad boys da música

Milho Wonka: quem são os Posers do Rock hoje em dia?Milho Wonka
Quem são os Posers do Rock hoje em dia?


adClio336|adClio336