Mesmerize - Entrevista exclusiva com o baixista Andrea Tito.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Enviar Correções  

Entrevista concedida a Claudia R. Folador

Tradução Claudia R. Folador

Whiplash! / No site de vocês, cada um mostra um pouco de suas influências pessoais. Até que ponto, na sua opinião, tais influências afetam o som da banda?

Andrea Tito / Bom, no fim das contas a regra geral é que você acaba tocando o que gosta: dito isso, é claro que a nossa preferência metal clássica da década de 80 vem à tona: Iron Maiden, Helloween, Manowar e coisas assim... o que não significa que somos apenas um clone, uma cópia destes atos famosos: nossa música derrete todas as nossas influências com nossa visão pessoal do heavy metal, e o resultado desta mistura seria... nós, Mesmerize, sinceramente. :)

publicidade

Whiplash! / A agenda anda lotada?

Andrea Tito / Desde o lançamento do nosso primeiro CD, as coisas mudaram drasticamente na nossa agenda de shows: antes disso, ficávamos felizes em tocar uma vez por mês, e somente nas redondezas de Milão, onde moramos; considere que mesmo um show por mês é satisfatório aqui na Itália, onde a maioria das bandas dá mais atenção às gravações dos álbuns do que aos shows ao vivo... De qualquer maneira, disso passamos a 4-5 shows por mês, e ainda em cidades por todo o norte da Itália onde nunca tocamos antes, como a região de Turim, que é muito receptiva para o Metal! /)

publicidade

Whiplash! / Qual a sensação de estar fazendo cada vez mais shows?

Andrea Tito / Ficamos lisonjeados, obviamente, com toda a atenção e os pedidos de promotores locais e fãs, então não estamos nem pensando em reclamar; somos em grande parte uma "banda ao vivo"... quero dizer, nosso ambiente favorito é a performance ao vivo, é onde mais nos divertimos e onde mostramos de que somos feitos! Claro que tocar por aí pode ser cansativo às vezes, se você considerar que somos uma banda pequena ainda, sem "crew": todo o trabalho pesado por trás de um show nosso é inteiramente feito por nós mesmos, desde o arranjo dos amplificadores até dirigir para o local... Se você pensar que fazemos isso após nosso horário de trabalho, pode entender a paixão que temos! /)

publicidade

Whiplash! / Pode nos contar como andam os próximos trabalhos?

Andrea Tito / Claro que posso! Nossos projetos atuais incluem o lançamento de um MiniCD (single) de quatro faixas, que gravaremos neste inverno: este vai ser o último lançamento com o selo Underground Symphony. Podemos dizer honestamente que estamos fazendo isso por razões contratuais: pessoalmente, não sou um fã de singles, mas este vai ser o preço a pagar para nos vermos livres para assinar com um selo maior no ano 2000. No single, por enquanto chamado "Vultures Paradise", vão estar duas músicas novas do Mesmerize e mais dois covers: esses dois vão ser bem peculiares, pois serão cantadas por Folco em francês e espanhol! Não vou contar mais, queremos que seja uma surpresa. De qualquer maneira tenho certeza que os fãs de metal clássico vão adorar! Então, falando do nosso segundo CD, completamos a composição das músicas que serão incluídas: faltam apenas algumas letras e arranjos e estaremos prontos. Como falei, estamos planejando lançá-lo em parceria com um selo maior, recebemos algumas propostas e estamos pensando nisto definitivamente. Após lançarmos o single escolheremos a melhor oferta.

publicidade

Whiplash! / Existe previsão para o lançamento de algum álbum internacionalmente? E alguma previsão de shows em outros países da Europa ou outros países fora dela?

Andrea Tito / A Underground Symphony tem um contrato recente com o selo mundialmente famoso Nuclear Blast para distribuição mundial dos seus produtos, então eu presumo que nosso single terá maior facilidade de ser encontrado do que nosso primeiro CD. Sobre nosso próximo trabalho, estamos bastante confiantes que conseguiremos licenças internacionais... bem, veremos. Sobre shows em outros países, nós nunca fizemos nenhum, lembre que ainda somos uma banda pequena, e não podemos bancar uma turnê grande para fora, mesmo que nos deixasse muito felizes. É claro que se aparecerem chances no futuro, não as deixaremos passar! /)

publicidade

Whiplash! / A origem do nome da banda foi uma teoria proposta pelo Dr. Mesmer. De quem foi a proposta inicial? Por que o nome da banda foi ao assinar com a Underground Symphony?

Andrea Tito / Como disse, o termo "Mesmerize" é inspirado pelo Mesmerismo, a ciência do hipnotismo ligado ao magnetismo animal, fundada pelo Dr. Mesmer no século XVIII. Quando a banda começou a existir, os caras se interessavam muito por esses assuntos (bem, inclusive hoje em dia, pra falar a verdade!) e "The Mesmerizers" parecia ser um nome muito bom e intrigante para uma banda de Metal. Em 1996, então, decidimos mudar nosso primeiro nome "The Mesmerizers" para o nome atual "Mesmerize": concluímos que precisávamos de um nome mais fácil, de melhor pronúncia, mas sem mudar muito. Ainda estávamos ligados ao tema do Mesmerismo, logo não mudaríamos nosso nome em nossos corações; chegamos, portanto, a um consenso, de apenas modificá-lo um pouco, quando assinamos com a Underground Symphony. Você sabe, uma das piores coisas nos nossos primeiros anos foi o fato das pessoas, promotores e jornalistas errarem a escrita do nosso nome, mutilando-o de todas as maneiras possíveis!!! Ainda temos um livrinho onde escrevemos todas as maneiras que já escreveram nosso nome: "Mezmeraider", "Messmerisers" e coisas assim [risos]... Algumas vezes pode ser engraçado, se você estiver querendo dar umas risadas!! De qualquer maneira, com a mudança do nome tais erros diminuíram consideravelmente, então ficamos felizes com nossa decisão... mesmo se ainda lemos "Mezmerize" em alguma revista!!! /)

publicidade

Whiplash! / Como vocês vêem a aceitação do seu trabalho pelo público?

Andrea Tito / Sabe, talvez por causa da tendência power-metal atual, temos uma reação realmente calorosa da imprensa especializada e dos fãs quase em todos os lugares! Isso nos recompensa por nossos tempos mais obscuros, alguns anos atrás, quando os selos nos consideravam piada, dizendo que nossa música estava fora de moda e que ninguém gostaria do que fazemos! Estávamos na era "Grunge", seguida da era Progressiva e levamos muitas gargalhadas na cara. Foi um grande prazer e alegria receber tantas boas opiniões após o lançamento de "Tales Of Wonder"! Isso mostra como o Heavy Metal é um estilo que nunca vai morrer!

publicidade

Whiplash! / Existe algum país que seja da preferência de vocês tocar (a curto prazo)?

Andrea Tito / Bem, o Brasil lógico [risos]!!! Depois do show nós poderíamos mesmo ganhar um churrasco que nos prometeram tanto [risos]!! Piadas à parte, nós gostaríamos muito de tocar na América do Sul, pois é um dos lugares que temos melhor aceitação por fãs de Metal! Para ser mais realista, eu acho que há maior probabilidade de tocarmos na Grécia e Alemanha, que são mais perto para nós do que A. Sul ou Japão... De qualquer maneira, ainda não temos planos concretos para turnês internacionais, então eu sinto muito, mas todo mundo (inclusive nós) terá que esperar! /(

Whiplash! / Quais os principais temas das letras de suas músicas?

Andrea Tito / Depende em qual de nós as escreveu. Por exemplo: Piero e eu, mesmo, somos fãs de longa data de coisas como filmes de fantasia/horror, comics de ação, livros de ficção científica/fantasia, lendas mitológicas... estas preferências nos trouxeram algumas idéias atraentes para músicas: "Forging The Darksword" é inspirada no livro homônimo da Trilogia "Darksword" escrito por Margaret Weis e Tracy Hickman; "Ragnarök" é sobre o fim do mundo de acordo com a mitologia nórdica; "War Journal" lembra o famoso personagem da Marvel Comics, O Justiceiro; "Children Of Reality" se inspira no livro e filme "Logan’s Run" da década de 70, enquanto "Flatliners" foi inspirada pelo filme homônimo. Divertimo-nos muito escrevendo sobre as coisas que gostamos, e esperamos que os ouvintes também apreciem as letras! As duas letras mais orientadas para problemas sociais (‘Sea Of Lies’, ‘Danse Macabre’), pelo contrário, foram escritas por Folco. Ele é muito crítico com a mídia, instituições e religião, todas consideradas pontos intocáveis de referência em nossa sociedade. Estas músicas têm temas mais sérios que as outras, mas não são menos importantes. Vamos dizer que gostamos que nossos ouvintes parem e pensem um pouco sobre os problemas da nossa sociedade.

Whiplash! / Como vocês vêem a influência de histórias de fantasia, comics e toons em tantas letras e/ou músicas de bandas de metal?

Andrea Tito / Podem ser uma grande inspiração e eu acho que eles cabem muito bem com o heavy! Na minha opinião, o heavy metal consiste em atmosferas muito épicas e evocativas, e caem perfeitamente com estas histórias. Para dar um exemplo nosso, no Mesmerize: escolhemos o título do CD "Tales Of Wonder" e dividimos o leit-motif do "Tale" (N. da T.: ‘conto’, em português) entre as músicas, exatamente porque uma história pode criar mundos fascinantes se o leitor deixar-se levar. Como disse, é como uma homenagem às histórias que mais nos encantaram.

Whiplash! / Na sua opinião, qual seria a banda ideal ("os melhores de todos os tempos")?

Andrea Tito / Como você já sabe dos meus gostos, essa "banda de estrelas" que eu vou citar não vai ser surpresa: 3 de 5 são do Iron Maiden!!! BRUCE DICKINSON (vocais), KAI HANSEN (Guitarra #1), ADRIAN SMITH (Guitarra #2), STEVE HARRIS (Baixo), VINNIE APPICE (Bateria). Claro, como estamos falando de Heavy Metal real, SEM TECLADOS!! :)

Whiplash! / As bandas de hoje. Quais são as preferidas?

Andrea Tito / [pensando] Incontáveis! Ainda estou muito preso ao som do metal da década de 80, então ainda fico arrepiado quando ouço coisas antigas do IRON MAIDEN, MANOWAR ou RONNIE JAMES DIO! Gosto muito da nova cena Power Metal também, com bandas como GAMMA RAY, HELLOWEEN, IRON SAVIOR, BLIND GUARDIAN e coisas assim. Sei que os gostos dos outros membros do Mesmerize são mais ou menos os mesmos: fora as bandas que já mencionei, Piero curte muito SKYCLAD, enquanto Folco fica louco com ANGRA e QUEENSRŸCHE...

Whiplash! / Como vocês encaram o sucesso e os altos e baixos das bandas Angra, Blind Guardian, Iced Earth e Iron Maiden?

Andrea Tito / Eu sempre acompanho a cena Metal com interesse hoje em dia e me mantenho bem informado (com revistas especializadas e sites da Internet também) sobre os acontecimentos das minhas bandas favoritas. Fiquei feliz recentemente pela volta do Bruce e do Adrian para o MAIDEN, e estou contando os dias no calendário para o show em Milão! Estou definitivamente ansioso para ficar na primeira fila e ver os garotos tocarem! A seguir, você falou sobre "altos e baixos", porque, claro, nem tudo sai como se espera, mesmo para grandes bandas. Uma decepção recente foi o último lançamento do Megadeth. "Risk" está realmente abaixo de seus padrões e eu literalmente não suporto! Depois do Metallica, outra banda boa está sendo desperdiçada! [suspiro] :(

Whiplash! / Como foi a experiência de vocês com o Tributo ao Iron Maiden? Que outras músicas do Maiden vocês gostariam de tocar?

Andrea Tito / Foi definitivamente uma grande honra para nós e além disso foi muito divertido! O selo italiano Adrenaline nos ofereceu [a chance de] participar neste tributo, e aceitamos de uma vez. Como disse, somos grandes fãs da banda; mesmo em nossas músicas originais, a influência da banda número um de Metal de todos os tempos pode ser notada! Escolhemos "The Prisioner" porque, depois de olhar outros tributos ao Maiden, era a única música que nenhuma banda havia escolhido ainda, então decidimos tentar. Eu realmente acho que fizemos um bom trabalho, ainda mais porque não gastamos nosso tempo "aprendendo" a música, pois já o fazíamos em nossos shows! Tocamos nos nossos shows alguns covers do Maiden, quando temos tempo de sobra: músicas como "Revelations", "Flash Of The Blade", "Wrathchild" e coisas assim... agora, acredite ou não, vou lhe contar uma coisa: eu pessoalmente posso tocar quase todas as músicas do Iron Maiden... eu aprendi todas durante todos esses anos [risos]! Eu disse que eles são uma grande influência para mim! /)

Whiplash! / Vocês gostariam de tomar parte em tributos a outras bandas?

Andrea Tito / Falando em outros tributos, adoraríamos ter a chance de tocar algum MANOWAR ou DIO e, se um dia tivermos que participar de um tributo a eles, faremos com prazer! Pra falar a verdade, nós estamos perto de gravar covers para outros tributos. Entramos em contato com dois selos americanos especializados em projetos como esse e faremos parte de dois ou três CDs tributo à vários artistas. Posso adiantar que estamos a ponto de gravar "The Powers That Be" do Metal Church para um futuro Conquest Record Tribute CD.

Whiplash! / Andy, você foi o último a integrar a banda. Que influências você (e os outros) considera que teve tanto no andamento do trabalho, como na sonoridade da banda?

Andrea Tito / Minha chegada na banda não trouxe mudanças muito drásticas no som ou estilo do Mesmerize, na verdade. Talvez alguma precisão a mais no ritmo, mas é só. Antes de entrar, toquei em muitas bandas diferentes, até 2 ou 3 ao mesmo tempo, mas sem sucesso em fazer o que eu realmente queria. Eu já conhecia os caras da banda, porque eles já tinham algum nome onde eu moro por essa época. Você pode dizer que eu era um dos maiores fãs, já tinha visto algo como 12 shows antes! Então quando me ofereceram a oportunidade eu nem pensei duas vezes e deixei todas as bandas que eu tocava, isso há cinco anos e eu posso dizer honestamente que foi uma boa escolha, pois estou feliz com o que estamos tocando e eu me dou muito bem com os outros "Mesme-guys"! /)

Whiplash! / Folco participou de vários projetos fora do Mesmerize. Ele encara isso como um estímulo para a banda? Como fica o estímulo pessoal nisso (dentro e fora da banda)?

Andrea Tito / Vou eu mesmo responder pelo Folco, porque está muito difícil falar com ele por causa do trabalho nesses dias (ele é arquiteto). Eu não acho que o fato de Folco participar em colaboração para outros músicos nos estimula, particularmente, a não ser que o nome do Mesmerize apareça, claro! Vou dar um exemplo: o CD do Time Machine que Folco fez os vocais. No passado (e ainda hoje, algumas vezes) sempre houve um mal-entendido sobre Folco, quando alguns fãs disseram que ele era, na verdade, o vocalista [do Time Machine]. De jeito nenhum! Mesmo o próprio Time Machine nunca deixou claro para revistas e público; acho que era mais fácil para eles. Mesmo que injusto para nós, claro. Folco foi apenas um músico convidado do CD "Galileo" [N. do E.: "Act II: Galileo", do Time Machine] e ele apenas o fez para chamar a atenção e colocar o foco sobre ele e o MESMERIZE. Infelizmente nosso nome foi mencionado raras vezes, então sua colaboração não ficou tão útil para nós. Então, o ponto principal é que gostamos das colaborações, de qualquer maneira... Eu mesmo vou participar tocando alguma coisa para outras bandas em um futuro próximo, mas deve estar bem destacado, para evitar confusões entre os fãs sobre a integridade da nossa banda.

Whiplash! / Muitas pessoas dizem que o heavy metal morreu. Como vocês encaram tal afirmação?

Andrea Tito / De maneira alguma. Nunca vi época melhor para o Heavy Metal nos últimos 12-15 anos do que o momento em que estamos agora... E ainda assim, nos anos passados, o Metal nunca esteve morto, mas talvez apenas o número de fãs reduzido, só isso. A verdade é que não se pode falar no fim da música Metal, simplesmente porque não há tendência nenhuma... Sempre foi algo fora da lógica objetiva, uma coisa mais underground e eu acho que vai ficar assim pra sempre. Não que eu esteja reclamando! /) Deixe as massas estúpidas alimentarem seus cérebros bovinos com o lixo trazido pela MTV; enquanto eles se cobrem de sujeira, nós nos deliciaremos com música de verdade! /)

Whiplash! / Pela criação de arquivos de som como mp3 e realaudio, o marketing do trabalho de uma banda fica mais fácil pela Internet. Mas também há risco de pirataria, e os artistas reclamam que as pessoas deixam de comprar seus trabalhos por isso. No que isso afeta a situação do Mesmerize?

Andrea Tito / Nós estamos avisados, com certeza, das grandes possibilidades da promoção de uma banda na Internet e por isso sempre colocamos amostras de nosso trabalho no nosso site (http://welcome.to/Mesmerize). Mas note: apenas amostras, não músicas inteiras. De fato eu só vejo a Internet como um aperitivo para possíveis compradores do CD. Sendo apenas uma pequena e ainda não tão famosa banda, não estamos muito preocupados com a piratagem dos nossos lançamentos: entendo perfeitamente, porém, o ponto de vista dos artistas que reclamam.

Whiplash! / Qual o grau de dificuldade para uma banda de metal conseguir uma boa gravadora na Itália?

Andrea Tito / Ainda é difícil, mas não como alguns anos atrás. Vou explicar melhor: sempre houve inumeráveis bandas aqui em meu país, enquanto que apenas algumas boas gravadoras para os lançamentos. Nos últimos anos, com esta nova exposição do cenário italiano, graças ao sucesso de bandas como Eldritch, Labyrinth & Rhapsody, as chances para uma banda da Itália se tornaram mais e mais concretas: e não apenas com selos italianos, mas também com companhias internacionais de locais importantes como a Alemanha e a América. Falando de situações específicas, gastamos muitos anos recebendo risadas na cara por selos italianos nada profissionais, e quando começamos a pensar que ninguém iria se preocupar com a nossa música, entramos em contato com a independente Underground Symphony, que nos deu a chance que estávamos procurando. Agora nós quase cumprimos nosso contrato com eles para irmos em busca de uma gravadora maior, mas não vamos esquecer que foram eles que deram um empurrão na nossa sorte.

Whiplash! / Três CDs absolutamente indispensáveis:

Andrea Tito / Ahhhh... só três??? Quase impossível [risos] !! Bom, vou tentar... Claro que tenho certeza que depois de ter dito os três nomes antes, vou ter outros três para incluir!! /) Então, vamos dizer: "Live After Death" do IRON MAIDEN, pelas melhores músicas, músicos e performance nesse álbum; "Keeper Of The Seven Keys" do HELLOWEEN, um dos melhores CDs de melodic-power metal; "Heaven And Hell" do BLACK SABBATH, um verdadeiro clássico, com o grande Ronnie James Dio nos vocais!

Whiplash! / Vocês têm Fã-clube (se não talvez façamos um! [risos])?

Andrea Tito / Bem, para ser honesto, nossos fãs não são tão numerosos para justificar a existência de um Fã-clube; algum tempo atrás um cara da Grécia se ofereceu para começar um [fã-clube] lá, mas não ouvimos mais nada dele faz algum tempo, então acho que ele mudou de idéia por agora [risos]!! De qualquer maneira, tomamos o cuidado de responder a todos os fãs nós mesmos agora: não é problema algum, fazemos com entusiasmo, pois é muito gratificante ouvir das pessoas que gostam das coisas que você faz!

Whiplash! / Ouvi dizer que vocês estão celebrando o décimo aniversário do Mesmerize. Todo o trabalho que tiveram até agora, valeu a pena? Como vocês vêem o futuro?

Andrea Tito / Com certeza valeu a pena: sempre nos divertimos muito, mesmo nos anos em que só tocávamos em nossa sala de ensaio sem contrato ou CD ou selo nenhum! É esse o objetivo, mesmo que tenham se passado 10 anos desde que a banda começou, lá no segundo grau. Nossa paixão pela música permaneceu intacta e fazemos tudo só porque curtimos fazer! Eu acho sinceramente que o dia que sentirmos em nosso coração que fazemos tudo só pelo "trabalho", nós pediremos demissão! (Claro que isso não vai acontecer por um booooooooom tempo, tenho certeza! [risos])

Whiplash! / Deixe uma mensagem para os navegadores da Whiplash!. /)

Andrea Tito / Bom, em primeiro lugar, deixe-me dizer que se alguém quiser mais informações a nosso respeito, temos nosso próprio site na Internet, o "PAGE OF WONDER", que pode ser acessado pelo endereço http://welcome.to/mesmerize; o site ganha novos contatos a cada dia e é atualizado pela própria banda. Lá você pode encontrar novidades, fotos, datas da nossa tour e, mais do que tudo isso, amostras de áudio de nossas músicas do CD "Tales Of Wonder" e o cover do Iron Maiden "The Prisioner". A Internet é uma fonte tão incrível, interessante e divertida, e nesse caso ainda útil para você saber tudo sobre nós, MESMERIZE! Dito isso, gostaria de agradecer a todos vocês pelo tempo e interesse em nós! Vocês foram muito legais conosco e espero encontrá-los em algum de nossos shows no futuro (e talvez ainda um certo churrasco que me foi prometido [risos]) UP THE 'RIZERS!!! Bye!!!!

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dave Mustaine: há bandas cujo nome me ofendeDave Mustaine
"há bandas cujo nome me ofende"

Raul Seixas: 10 importantes obras do Maluco BelezaRaul Seixas
10 importantes obras do Maluco Beleza


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin