Em 12/09/2011: Worship Music sacramentava o real retorno do Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Igor Miranda
Enviar correções  |  Comentários  | 

A década de 2000 não foi a mais estável para o Anthrax. Mudanças na formação, turnê fracassada com os vocalistas Joey Belladonna e John Bush (Belladonna desistiu de última hora), polêmica relacionada ao nome da banda após os ataques de antraz nos Estados Unidos, tentativa de reunião da formação clássica, retorno de John Bush... a banda virou uma bagunça durante esse período.

978 acessosAnthrax e Accept: Reunindo os dois continentes em um único show5000 acessosIndústria: atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandas

A instabilidade durante os anos 2000 se refletiu na discografia do Anthrax: somente um disco, "We've Come For You All" (2003), foi lançado durante o período. Até que, em 2010, Joey Belladonna anunciou que estava de volta para a banda. E de lá não saiu mais.

Lançado em 12 de setembro de 2011, "Worship Music" trouxe de volta a estabilidade que o Anthrax merece. O disco foi responsável por mostrar ao mundo inteiro que a banda estava de volta e ainda tinha lenha para queimar.

Como os anos anteriores foram tumultuados, não era de se espantar que o background de "Worship Music" também tivesse sido um pouco confuso. O disco começou a ser composto em 2008, ainda com Dan Nelson nos vocais. O cantor ficou apenas dois anos na formação, mas foi o suficiente para que ele pudesse contribuir com, basicamente, metade das faixas utilizadas no álbum.

Após Dan Nelson sair da banda, em 2009, o retorno de John Bush parecia promissor. No entanto, o vocalista decidiu que não gostaria de se dedicar exclusivamente ao Anthrax e acabou abandonando o barco em 2010, quando a volta de Joey Belladonna foi anunciada.

Por fim, algumas músicas de "Worship Music" precisaram ser refeitas para encaixar os vocais de Joey Belladonna. Outras não precisaram ser regravadas: Belladonna apenas sobrepôs sua voz.

Com toda essa bagunça, dá para pensar que "Worship Music" se tornou um álbum confuso. Não foi o caso. Tudo se casou tão perfeitamente que parece ter sido o disco ideal para que os cinco envolvidos: Joey Belladonna, Rob Caggiano, Scott Ian, Frank Bello e Charlie Benante.

Aliás, créditos aos cinco mencionados, que conseguiram extrair o melhor resultado possível de uma colcha de retalhos. Nesse quesito, vale destacar o trabalho do competente Rob Caggiano, que assinou a produção.

Em seus pouco mais de 60 minutos de duração, "Worship Music" mostra que os anos de experiência fizeram bem ao Anthrax. Neste disco, é possível enxergar um pouco de cada trabalho anterior da banda: em suma, do thrash metal descompromissado dos álbuns iniciais ao som groovy dos registros com John Bush.

Agressivamente sofisticado, "Worship Music" sacramentou o verdadeiro retorno do Anthrax. Ok, a banda nunca parou, mas se apequenou na década de 2000. E nada como alguns anos de confusão para colocar, enfim, tudo em seu devido lugar.

Joey Belladonna (vocal)
Rob Caggiano (guitarra)
Scott Ian (guitarra)
Frank Bello (baixo)
Charlie Benante (bateria)

1. Worship
2. Earth on Hell
3. The Devil You Know
4. Fight 'Em 'Til You Can't
5. I'm Alive
6. Hymn 1
7. In the End
8. The Giant
9. Hymn 2
10. Judas Priest
11. Crawl
12. The Constant
13. Revolution Screams + New Noise (Refused cover)

Comente: Qual a sua opinião sobre este clássico?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

978 acessosAnthrax e Accept: Reunindo os dois continentes em um único show634 acessosAnthrax: os veteranos deram uma aula de thrash metal em POA17 acessosEm 22/03/1987: Anthrax lança o álbum Among The Living14 acessosEm 26/02/2016: Anthrax lança o álbum For All Kings11 acessosEm 26/02/1985: Anthrax lança o EP Armed And Dangerous5 acessosEm 01/01/1987: Anthrax lança o EP I'm The Man0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Anthrax"

KissKiss
As dez mais pesadas releituras de músicas da banda

MetalMetal
Você acredita na "lenda do terceiro álbum"? - Parte 1

MetallicaMetallica
Banda planejou demitir Lars após a turnê de Master

0 acessosTodas as matérias da seção Fatos Importantes0 acessosTodas as matérias sobre "Anthrax"


IndústriaIndústria
Atrizes pornô começam a seguir rumo das bandas

G. G. AllinG. G. Allin
No mundo dele Ozzy apresentaria programas infantis

KissKiss
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

5000 acessosNickelback: 11 razões para respeitar - muito - a Chad Kroeger5000 acessosLemmy: "Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões4218 acessosRhapsody Of Fire: Staropoli fala sobre Lione, Holzwarth e futuro da banda5000 acessosUltimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rock5000 acessosJack White: Sem laços de amizade com a "eremita" Meg White

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de setembro de 2016


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013 – apesar de ainda manter por lá uma coluna semanal, chamada Cabeçote.

Mais informações sobre Igor Miranda

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online