Slipknot: 12 histórias que retratam o quão insana a banda é

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Testa, Fonte: Kerrang!, Tradução
Enviar Correções  

No Slipknot, a verdade é mais estranha do que a ficção. Confira as 12 histórias mais absurdas que envolvem a banda reunidas em matéria da Kerrang! A materia completa pode ser lida no link abaixo.

http://www.kerrang.com/16299/11-slipknot-stories-wont-believ...

publicidade

12 - Chuva dourada

Existe um fetichista na banda. Corey deu mais detalhes: "Te digo que alguém na banda, que não vou falar quem, foi filmado na Inglaterra no chuveiro com duas mulheres mijando nele. Foi definitivamente a coisa mais estranha de todas."

publicidade

11 - Clown comeu fezes no palco

O rumor dos rumores. Teria Clown comido cocô durante um show? De acordo com o guitarrista Jim Root, a verdade é essa mesmo. "Ele tinha um pouco na sua mão e um pedaço acabou na sua boca", disse à K!. "Ele não deu uma mordida com gosto como se estivesse comendo um Snickers.", esclareceu.

10 - A banda se formou num posto de gasolina

O local em questão era Sinclair, onde Joey Jordison trabalhava no turno da noite até que um dia dois músicos locais entraram e forçaram ele a entrar na banda. Voilá - nasceu o Slipknot. Antes de Jordison se juntar à banda, Shawn Crahan (Clown) na bateria, Paul Gray no baixo, Anders Colsefini nos vocais e o guitarrista Steele formavam a banda The Pale Ones. Com a entrada de Jordison, Clown passou a ser percussionista.

publicidade

9 - Ross Robinson atirava vasos de planta na banda

Enquanto gravavam seu disco de estreia, em 1999, Ross Robinson era o produtor. A banda recordou como Ross aplicava suas peculiares técnicas de gestão no dia a dia da banda. Por exemplo, acordar os membros de manhã inesperadamente para gravar tomadas ou então fazê-los descer uma montanha próxima para fazer o sangue circular. Sem falar no hábito de jogar coisas na banda. "Uma vez, eu estava tocando e Ross me jogou um vaso de planta", sorriu Jordison. "A terra entrou na minha boca. Foi incrível!"

publicidade

8 - Os gritos da faixa (515)

Enquanto gravavam Iowa, Sid Wilson foi ao estúdio em um dia em que não era para estar. Seu avô havia morrido na noite anterior, e ele precisava gritar, como dito por Clown. Deram um microfone a ele e deixaram ele colocar tudo para fora. "Ele estava chorando tanto que foi ficando mais e mais fora de tempo", explicou Clown. As gravações terminaram como faixa de introdução do disco.

publicidade

7 - O acidente da pistola de pregos

Clown disse que uma vez, durante as gravações de All Hope Is Gone, ele teve que proibir seus companheiros de banda de brincar com armas de fogo. Clown não contava com as habilidades de Sid Wilson para se machucar, mesmo sem armas de fogo. Enquanto trabalhava no estúdio em sua casa, Sid atirou com uma pistola de pregos em si mesmo.

publicidade

6 - Abordados pela polícia

Eles estavam atrasados para uma apresentação, então decidiram se trocar na van. Mas a polícia não achou a mesma coisa. De fato, quando nove caras em macacões e máscaras saem de uma van em uma rua movimentada, se supõe que é um assalto acontecendo. A polícia prontamente começou a gritar para que a banda deitasse no chão.

publicidade

5 - Corey calado

Durante o Ozzfest de 1999, a voz de Corey estava tão falha que ele não tinha permissão de falar, exceto no palco. Imagine o tamanho da tortura para o vocalista, já que ele nunca sabe quando parar de falar.

4 - Kerrang! em chamas

Aconteceu em 2000. A banda foi convidada para a premiação da Kerrang! Três prêmios foram dados a eles. Eles devolveram o gesto quebrando óculos, atirando coisas nos outros convidados e Sid Wilson foi o responsável pelo estopim da noite, colocando fogo nos enfeites da mesa, pouco antes de virá-la.

3 - Expulso do 'museu do rock'n roll'

É difícil de ser chutado do Rainbow Bar and Grill, famoso bar em Los Angeles, frequentado por estrelas do rock'n roll desde a década de 60. Lemmy é um cliente assíduo. Corey foi expulso depois de um desentendimento com um "heroi". Ele disse: "Eu vi um dos meus herois lá, um cara que eu simplesmente amava, e eles simplesmente não me deu atenção. Isso me deixou louco. Comecei a jogar doses de bebida nele até o gerente me mandar embora e dizer que estou banido para sempre."

2 - Os fãs

Os fãs da banda não ficam atrás. São completamente loucos. Clown falou um pouco sobre essa loucura deles: "Antigamente, eu recebia um monte de pássaros mortos, um monte de merda em frascos. Mas especificamente uma menina na costa leste me trouxe um coração de vaca. Me lembro dela chegar me batendo na cabeça com o coração na mão falando "pode assinar para mim?". O que há de errado com o caderno de autógrafos?

1 - Insanidade

A coisa mais estranha que Corey foi pedido para autografar foi um fêmur humano, em algum país que ele não quis revelar. O fêmur era decorado com as palavras "People = Shit".

publicidade


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin