The Runaways: destratadas pelo Rush nos anos 70

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 


241 acessosAvery Molek: medley de Rush na bateria aos 10 anos de idade5000 acessosKiss: as 10 músicas mais "demoníacas" da banda

O mestre-criador das RUNAWAYS, KIM FOWLEY, afirma que o RUSH tratou a banda de modo ‘terrível’ quando suas discípulas abriram para o grupo canadense em Detroit nos anos 70.

Ele diz que uma cena no filme baseado nas Runaways, na qual Joan Jett, Lita Ford e Cia. reagem ao tratamento negativo recebido de outra banda, é baseada no modo que os gigantes do rock progressivo se comportaram com elas.

Fowley disse ao site Legendary Rock Interviews: “O Rush tinha letras pseudo-intelectuais e coisas muito cabeça que eram muito HP Lovecraft, e isso nem sempre cai muito bem em Detroit.”

“Acrescente a isso os interlúdios musicais complicados e os vocais gritados, e não é difícil entender o apelo das Runaways.”

“Eles também não foram muito gentis com as meninas. Se você assistir ao filme, há um incidente no qual as garotas se rebelam contra um bando de caras mais velhos no mesmo show que elas. Era o Rush, e aquilo de fato acontecera, lamentavelmente, com elas.”

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 21 de agosto de 2012
Post de 22 de agosto de 2012

RushRush
Capivaras de zoológico em Toronto ganham nome do trio

241 acessosAvery Molek: medley de Rush na bateria aos 10 anos de idade436 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rush"

RushRush
Alex Lifeson explica por que virou ateu depois de velho

Ao vivoAo vivo
Álbuns clássicos que você deveria conhecer

Mike PortnoyMike Portnoy
Ensinando filho de 14 anos a tocar música do Rush

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Rush"0 acessosTodas as matérias sobre "Runaways"

KissKiss
As 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Heavy MetalHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

Led ZeppelinLed Zeppelin
Perguntas e respostas e curiosidades

5000 acessosCarlos Eduardo Miranda: "Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"5000 acessosLemmy: "Radiohead e Coldplay são bandas sub-emo"5000 acessosSeparados no nascimento: Andre Matos e Steve Perry5000 acessosSlash: Falando sobre seus filmes preferidos5000 acessosMotorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice5000 acessosMetallica e Pink Floyd: entre os preferidos da bandidagem

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online