Metallica: o que a revista Spin achou de Master Of Puppets?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Renato Alves, Fonte: Van do Halen
Enviar Correções  

A resenha abaixo foi publicada na revista Spin de julho de 1986, quando do lançamento do álbum Master Of Puppets, do Metallica.

Chiclete: músicas que grudam na cabeça na primeira vez que são ouvidas - Parte 1

Metallica: foto rara de formação original do grupo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O terceiro e mais recente LP do Metallica evita uma boa porção do que a banda fez em Kill’Em All e busca uma "direção criativa" típica de quem quer se estabelecer em uma grande gravadora. Nota-se isso em faixas que deviam ter sido jogadas fora, como "Welcome Home (Sanitarium)", a Black Sabbath/Uriah Heep "Orion’ e as execráveis guitarras da faixa-título. Para deixar tudo mais confuso, todas elas chegam ou se aproximam da casa dos oito minutos, no formato pomposo dos piores art-rockers.

Ainda tentam injetar uma perspectiva intelectual, abordando problemas como impacto sociopolítico e abuso de drogas. Apenas "Battery", "Damage Inc." e "Disposable Heroes" criam a atmosfera agressiva necessária. Esperava mais de Master Of Puupets. Pedirei reembolso de, ao menos, metade de meu dinheiro.

Judge J-Rankin
Revista Spin, julho de 1986

Comente: E você? O que acha de Master Of Puppets?


Goo336x280 GooAdapHor