Rainbow: o momento mais "Spinal Tap" da história da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Rafael Tavares, Fonte: Antimusic, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O "momento mais Spinal Tap" do RAINBOW foi revelado durante uma conversa mantida por Nightwatcher (do site antiMusic) com Joe Lynn Turner, tendo como tema principal o projeto OVER THE RAINBOW - basicamente o RAINBOW com o filho de Ritchie Blackmore assumindo o posto de seu famoso pai. Durante a entrevista, Nightwatcher perguntou a Joe sobre seu maior momento "Spinal Tap" e acabou indo mais longe do que o esperado, confira:

2755 acessosDeep Purple: não há por que cogitar uma reunião com Blackmore5000 acessosMarcos De Ros: guitarrista comenta o "fiasco" da Paula Fernandes

"Ritchie realmente era um dos maiores brincalhões de todos. Ele sempre fazia todo tipo de brincadeira. Seja colando seu quarto com krazy glue [Nota: Krazy Glue é uma marca de super cola]... Ele usava krazy glue na fechadura de seu quarto, então você nunca conseguiria colocar a sua chave na fechadura. Uma vez que a cola secou, pode esquecer. Uma vez, quando Chuck Burgi estava na banda, nós fomos para a parte de cima do bar para podermos ir para nossos quartos bem rápido. Acho que queríamos usar algumas drogas ou qualquer coisa que fazíamos naquela época. Nós colocamos a chave, e ela travou. Quando a viramos, ela quebrou. Então vimos o Ritchie andando na ponta dos pés pelo corredor. Sabíamos que ele tinha colado nossa fechadura com krazy glue naquela hora. Essas coisas estavam sempre acontecendo (risos). Mas tem várias histórias, inúmeras para serem contadas. Mas era muito engraçado, muito divertido. Quando eu fui aceito na banda, eu fazia parte das brincadeiras de todo mundo. Então, você era citado, desmentido, forçado a se juntar à diversão. 'Sim, vamos foder com o Roger e colocar toda sua mobília no banheiro'. (Risos) Essa também era boa. Você pega toda a mobília do quarto, coloca no banheiro, com o colchão por último. Agora você tem o colchão, e você tem talvez um vão de uns 12cm entre a porta por onde você pode espiar, isso se você conseguir fazer isso. Tudo está lá, abajures, tudo. Então, quando você entra no seu quarto, e acende a luz, nada".

"Esses caras eram loucos. Eles costumavam cagar e se limpar com lâmpadas. Seu quarto estaria completamente normal, você acenderia a luz, telefonava para casa, ou estaria escrevendo, tanto faz. Então você sentiria um estranho cheiro, tipo fecal. Você ficaria como, 'Mas que diabos é isso?' Então você iria se ligar que tinha um pouco de cocô na sua lâmpada. Uma vez acesa, iria simplesmente empestear o quarto (risos). Incrível. E por aí vai. Como alho em sua escova de dentes, no caso de você ir pegar alguma garota. Você correria para o banheiro, para escovar os dentes, e ficar com um hálito refrescante, e tem pó de alho por toda parte (risos). E você não consegue se livrar disso. Você ficaria com esse gosto na boca por uns 4 ou 5 dias".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Deep PurpleDeep Purple
Não há por que cogitar uma reunião com Blackmore

1911 acessosRainbow: Ritchie Blackmore gravou músicas com a nova formação2202 acessosRainbow: veja detalhes do novo álbum duplo gravado ao vivo1468 acessosLorde: em vídeo, canta Rainbow aos 12 anos com banda de escola0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rainbow"

Monsters of RockMonsters of Rock
O lendário Castle Donington de 1980

AC/DC, Wings, Eagles e maisAC/DC, Wings, Eagles e mais
Os grandes álbuns lançados em 1976

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Ritchie Blackmore e Mr. Bean

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 14 de abril de 2013
Post de 23 de dezembro de 2014

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Rainbow"

Marcos De RosMarcos De Ros
Guitarrista comenta o "fiasco" da Paula Fernandes

AteísmoAteísmo
Vídeo cristão faz reflexão sobre morte de rockstars

Iron MaidenIron Maiden
Nicko McBrain fala sobre sua conversão ao cristianismo

5000 acessosGuns N' Roses: Axl agradece Grohl pela cadeira, veja alterações5000 acessosNirvana: entrevista com garoto da capa do "Nevermind"5000 acessosIron Maiden: A guerra entre Dickinson e Steve Harris em 935000 acessosRolling Stone: os 20 melhores álbuns de metal lançados em 20145000 acessosAngra: Fábio Lione comenta os estilo vocais de Andre Matos e Edu Falaschi5000 acessosDuff McKagan para Lemmy: "Você fará muita falta, irmão"

Sobre Rafael Tavares

Nascido em 1987, descobri o rock and roll já cedo, aos 6 anos de idade, quando ouvi "I Don't Care About You" com o Guns N' Roses em algum momento de 1993. De lá pra cá minha paixão pela música pesada e, especialmente pelo Guns N' Roses (que estará para sempre marcado em minha pele, alma e coração) cresceu exponencialmente. Sebastian Bach me fez querer virar cantor e o resto é história. Produtor fonográfico, formado em Letras e professor. Tão diversificado quanto o Rock and Roll, essa é minha vida, esse é meu clube. =D

Mais informações sobre Rafael Tavares

Mais matérias de Rafael Tavares no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online