Anthrax: Volume 8 é um álbum injustamente esquecido

Resenha - Volume 8; The Threat Is Real - Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Lançado no dia 28 de julho de 1998, "Volume 8: The Threat Is Real" é o oitavo álbum de estúdio do Anthrax. Terceiro disco com o vocalista John Bush, não é exatamente o disco preferido de alguns críticos e fãs.

Rob Caggiano: ele não se arrepende de ter deixado o Anthrax e entrado para o VolbeatUncut Magazine: fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

Vale ressaltar que a entrada de John na banda fez com que a sonoridade do Anthrax mudasse bastante, o que já era notado no maravilhoso "Sound Of White Noise". As mudanças e experimentos continuaram em "Stomp 442" e por consequência, em "Volume 8...", que mistura o peso e velocidade característicos do grupo com pitadas de groove metal e até mesmo de grunge.

De fato, o disco apresenta ótimas músicas, como a tensa "Crush", "Inside Out" (que conta com o genial Dimebag Darrell fazendo uma participação), a inusitada e interessante "Toast To The Extras" (uma espécie de country divertido), a moderna "Born Again Idiot", "Big Fat", "Harms Way" (a mais grunge do disco) e "Catharsis", que é a melhor do álbum e uma das mais potentes faixas já gravadas pela banda.

Há espaço também para algumas faixas curtas e despretensiosas, como "604" e "Cupajoe", que somadas não somam 90 segundos. Mais duas provas do humor que sempre acompanhou a banda.

No final, há uma faixa escondida, a comovente "Pieces", escrita pelo baixista Frank Bello para homenagear seu irmão Anthony, morto em uma tentativa de assalto.

Talvez o saudosismo de alguns os impeça de enxergar que "Volume 8..." é moderno, original e mostra que o Anthrax, ao contrário de muitas bandas, não queria ficar no mesmo lugar (pelo menos naquela época). Mas não dá pra negar que se trata de um ótimo trabalho, que reúne com muita personalidade a identidade da banda com o que acontecia nos anos 1990.

Um grande disco, que não agradou alguns por apostar em mudanças, e por outro lado, se tornou perfeito para outras pessoas justamente pela mesma aposta.

Grande trabalho, que merece ser ouvido de cabeça e coração abertos.

Ano de lançamento: 1998

Faixas:

"Crush"
"Catharsis"
"Inside Out"
"P&V"
"604"
"Toast to the Extras"
"Born Again Idiot"
"Killing Box"
"Harms Way"
"Hog Tied"
"Big Fat"
"Cupajoe"
"Alpha Male"
"Stealing from a Thief"
"Pieces"

Observação:algumas versões contam com 3 faixas bônus: "Giving The Horns", "The Bends" (cover do Radiohead) e "Snap/I'd Rather Be Sleeping" (covers do D.R.I.).

John Bush: vocal
Scott Ian: guitarra e vocais de apoio
Frank Bello: baixo, vocais de apoio e vocal principal em "Pieces"
Charlie Benante: bateria
Paul Crook: guitarra solo em "Killing Box", "Hog Tied", "Big Fat" e "Stealing From A Thief".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Anthrax"


Rob Caggiano: ele não se arrepende de ter deixado o Anthrax e entrado para o Volbeat

Volbeat: em exclusiva, Rob Caggiano fala de novo álbum, turnês, metal e AnthraxVolbeat
Em exclusiva, Rob Caggiano fala de novo álbum, turnês, metal e Anthrax

Wacken 2019: assista a todos os shows do festival que tiveram transmissãoWacken 2019
Assista a todos os shows do festival que tiveram transmissão

Resenha - Among The Living - AnthraxAnthrax
Em 1987, um dos pilares do thrash metal

Slayer: Charlie Benante mostra banda se despedindo dos fãs na Europa

Wacken 2019: assista shows de Opeth, Demons & Wizards e mais da quinta e sextaWacken 2019
Assista shows de Opeth, Demons & Wizards e mais da quinta e sexta

AC/DC: Scott Ian comenta sobre a banda e sobre Malcolm YoungAC/DC
Scott Ian comenta sobre a banda e sobre Malcolm Young

The Damned Things: segundo álbum fica abaixo da expectativaAnthrax: banda agora faz parte do Hall Of Heavy Metal History

O lado b do Big 4: músicas subestimadas do quartetoO lado b do Big 4
Músicas "subestimadas" do quarteto

Dimebag: Scott Ian e Kerry King partilham lembranças etílicasDimebag
Scott Ian e Kerry King partilham lembranças etílicas

Scott Ian: nova guitarra com homenagem a Dimebag e DioScott Ian
Nova guitarra com homenagem a Dimebag e Dio

Mascotes do Metal: os dez maiores segundo The GauntletMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet


Uncut Magazine: fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink FloydUncut Magazine
Fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

Slayer: Tom Araya revela seus ídolos do baixoSlayer
Tom Araya revela seus ídolos do baixo

Mulheres no Rock: resistência em um meio machistaMulheres no Rock
Resistência em um meio machista

Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debateBizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioMotorhead: assista robôs interpretando clássico da bandaGuns N' Roses: veja Dodge Challenger inspirado pelo guitarrista DJ Ashba

Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336