Oasis: em 1995, um marco na historia da música

Resenha - (What's the Story) Morning Glory? - Oasis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10

Nos anos 90, uma nova onda musical explodiu na Inglaterra. O britpop, caracterizado pela mistura do rock and roll com elementos do pop, conquistou ouvintes pelo mundo inteiro, e apresentou ao mundo bandas como o Blur e o Oasis.

Heavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capasHistória do Rock: dos primórdios aos anos 70

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fundada pelos irmãos Gallagher, a banda inglesa se tornou não só apenas a maior expoente do estilo, mas também uma das maiores bandeiras da década, além de ter sido um dos maiores marcos da hisoria recente do rock. Muito desse sucesso passa pelo segundo disco do grupo, o cultuado, marcante e inesquecível "(What's the Story) Morning Glory?".

Lançado em 1995, é considerado o maior disco do britpop. Por consequência, é também o trabalho mais exaltado do Oasis. Motivos para tantos elogios não faltam, afinal de contas, o álbum mais se parece com uma coletânea, por conta da quantidade enorme de hits que emplacou.

Não há dúvidas que a música mais conhecida no disco é "Wonderwall", que chegou até mesmo a tocar em novela no Brasil, o que prova sua popularidade. Uma música bem construída, leve e muito cativante.

Esse clima mais tranquilo e agradável permanece durante todo o disco, através de outros clássicos do calibre de "Don't Look Back In Anger", "Hey Now", a faixa rítulo, "She's Electric", "Some Might Say" e "Champagne Supernova".

São raros os casos de álbuns que podem ser ouvidos sem pular uma faixa que seja. Com "(What's the Story) Morning Glory?" fica impossível deixar de ouvir alguma música, por conta da qualidade altíssima do disco.

Se você for o rockeiro radical que não gosta de nada mais popular, talvez anos depois do lançamento, o disco possa te conquistar. Se é fã da banda, sabe o tamanho do legado deixado pelo Oasis e pelo segundo álbum.

Marcante, necessário e atemporal.

Ano de lançamento: 1995

Faixas:

"Hello"
"Roll with It"
"Wonderwall"
"Don't Look Back in Anger"
"Hey Now!"
"The Swamp Song, Excerpt 1"
"Some Might Say"
"Cast No Shadow"
"She's Electric"
"Morning Glory (canção)"
"The Swamp Song, Excerpt 2"
"Champagne Supernova"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Oasis"


Liam Gallagher: ele prefere comer fezes a ouvir U2Liam Gallagher
Ele prefere comer fezes a ouvir U2

Demonstrações de afeto: fotos de rockstars que já se beijaram, parte 1Demonstrações de afeto
Fotos de rockstars que já se beijaram, parte 1


Heavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capasHeavy Metal
O Diabo e personagens bíblicas nas capas

História do Rock: dos primórdios aos anos 70História do Rock
Dos primórdios aos anos 70


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

adGoo336