Voodoo Circle: um belo disco para fãs de Whitesnake e Rainbow

Resenha - Raised on Rock - Voodoo Circle

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Em seu quarto disco, o quinteto alemão Voodoo Circle segue fazendo a alegria de quem curte hard rock. Em "Raised on Rock", a banda entrega mais uma vez um rock pesado e influenciado por grandes nomes do estilo durante os anos 1980, como Whitesnake, Rainbow e Scorpions.

Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoAstros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?

O álbum é um passeio pelas diversas facetas pelo hard e heavy daquela época, mas traz uma pegada contemporânea que faz com que nada soe datado. E além disso, a banda ainda tem a manha de incluir referências em suas composições que deixam claro para os mais lentos quais são as suas inspirações - "Higher Love", por exemplo, é prima irmã de "The Zoo", do Scorpions. Em "Walk the Line", a lembrança é de "Crying in the Rain", do Whitesnake. E tudo isso é feito com propriedade e conhecimento de causa, nunca resvalando para o plágio puro e simples - lá no meio de "Where in the World We Love", por exemplo, tem uma referência escondida para "Is This Love", também da banda de David Coverdale.

Apesar de passar longe da originalidade, o Voodoo Circle consegue entregar um disco agradável e que proporciona uma audição divertida. O tracklist é muito bem balanceado entre canções agitadas e momentos mais contemplativos, onde a banda explora baladas e faixas épicas como "DreamcHaser", uma clara homenagem aos primeiros anos do Rainbow.

Já escrevi isso algumas vezes, mas é sempre bom repetir: existem momentos em que você só precisa de um bom disco de rock como companhia, um álbum honesto, bem tocado e que não queira reinventar nada. "Raised on Rock é um desses discos".



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Voodoo Circle"


Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

Astros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?Astros mortos
Como estariam alguns se ainda estivessem vivos?


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.