Mastodon: Competência, peso e versatilidade

Resenha - Once More Round the Sun - Mastodon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O Mastodon é uma das maiores bandas do movimento que ganhou o nome de "New Wave Of American Heavy Metal", que entre outros nomes, nos presenteou com Lamb OF God, Trivium e Killswitch Engage.

Vocalistas: algumas das grandes vozes do rockSeparados no nascimento: Dave Mustaine e Mika Hakkinen

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde o seu início, o grupo formado em Atlanta (Geórgia) chamou a atenção pela imenso leque de influências em sua sonoridade, que vai do metal até o progressivo, passando pelo stoner e pelo thrash. Os primeiros discos chamaram a atenção não somente por isso, mas pelas letras trabalhadas, pelo peso e complexidade das composições.

A cada álbum lançado, cria se a certeza de que a banda vai se reinventar e criar algo surpreendente. Isso de fato aconteceu com "Once More 'Round the Sun", sexto álbum de estúdio da banda.

Após o ótimo "The Hunter", que é um pouco mais "reto", o Mastodon fez um disco sensacional, que reúne muito bem todas as características que tornam o seu som algo único.

As guitarras distorcidas e viajadas, os vocais alternados, o peso, a velocidade e o clima lisérgico, tão comuns em trabalhos anteriores, continuam presentes, mas com uma maturidade jamais vista, e com um certo apelo mais "pop". Esse toque mais popular pode ser notado de cara na ótima "The Motherload", cantada de maneira exímia pelo multitarefas Brann Dailor. Apesar do clipe de gosto duvidoso, que mistura "Until It Sleeps" (Metallica) com qualquer banda de axé dos anos 90, é uma grande faixa, e de longe, o maior destaque de todo o trabalho.

Não muito atrás, temos a maravilhosa "High Road", que mostra o lado progressivo da banda, com muitas variações, quebras de tempo, além de um belo trabalho vocal. O vídeo consegue ser infantil, tocante e motivador ao mesmo tempo.

Além dessas duas faixas mais "comerciais", merecem destaque especial "Asleep In The Deep", a épica "Diamond In The Witch House", a faixa título, a grande "Tread Lightly", que abre o álbum de maneira avassaladora e a perfeita "Chimes At Mifnight", que combina muito bem com a arte da capa e resume bem o disco todo: uma viagem que passa pelo peso, melodia, riffs pesados, bateria precisa como um relógio e vocais marcantes. Uma verdadeira aula!

Tal qual os demais trabalhos da banda, é possível que ouvidos menos acostumados possam se assustar na primeira audição, mas depois que os ouvidos se acostumam, é um caminho sem volta.

Atualmente, a banda encontra se em um patamar alto, e muito disso passa pelo ótimo "Once More'Round the Sun", que fez o Mastodon fixar de vez seu nome como um dos grandes nomes não apenas da nova geração, mas da música pesada como um todo.

Aperte o play, viaje e esqueça do mundo com esse disco formidável!

Ano de lançamento: 2014

Faixas:

"Tread Lightly"
"The Motherload"
"High Road"
"Once More 'Round the Sun"
"Chimes at Midnight"
"Asleep in the Deep"
"Feast Your Eyes"
"Aunt Lisa"
"Ember City"
"Halloween"
"Diamond in the Witch House"

Formação:

Troy Sanders - baixo/vocal
Brent Hinds - guitarra/vocal
Brann Dailor - bateria/vocal
Bill Kelliher - guitarra




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Mastodon"


Pra convencer: dez álbuns de metal para quem não gosta de metalPra convencer
Dez álbuns de metal para quem não gosta de metal

Mastodon: a surreal história de como conheceram o MetallicaMastodon
A surreal história de como conheceram o Metallica


Vocalistas: algumas das grandes vozes do rockVocalistas
Algumas das grandes vozes do rock

Separados no nascimento: Dave Mustaine e Mika HakkinenSeparados no nascimento
Dave Mustaine e Mika Hakkinen


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

adGoo336