Concept of Hate: Encorpado Groove Metal nacional

Resenha - Black Stripe Poison - Concept of Hate

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Sobreira
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Vinda da tradicional região do ABC – mais especificamente da cidade Santo André, no estado de São Paulo, a banda Concept of Hate desde 2009 está na luta do underground, com sua musicalidade fincada no Groove Metal. Em 2015 lançaram seu primeiro registro, o EP ‘Black Stripe Poison’, e ainda colhem seus frutos.

5000 acessosSepultura: Derrick Green não era o cara certo, diz Max Cavalera5000 acessosSeparados no nascimento: Paul Stanley e Ioná Magalhães

Com apenas quatro composições, em exatos 15:37” de duração e embalado no conhecido “envelopinho”, o som agrada até o mais inexperiente ouvinte do estilo – como este que vos escreve – e realmente é capaz de prender a atenção. Produzido por Sebastian Ortornol no Estúdio Chile (São Paulo), percebemos que tudo soa honesto, nítido e de acordo com a proposta desse material de estréia, mas é algo que pode melhorar um pouco mais no futuro, pois sente-se que a guitarra de Daniel Pereira, ficou levemente baixa e um pouco sem o peso desejado.

Encarregada de iniciar os trabalhos, a faixa título “Black Stripe Poison” logo de cara, exibe aquilo que se espera, e busca na variação musical o apoio para surpreender e ainda conta com um interessante, porém, curto solo de guitarra. Também é perceptível que o vocal de Flávio Giraldelli traga bastante influências de nomes conhecidos como Phill Anselmo e (apesar de também ter sido influenciado pelo mesmo) do vocalista do Machine Head – cujo nome não faço questão de me lembrar – porém sem a adição de vocalizações limpas/melodiosas… Ponto pra ele, pois realmente esse recurso não cairia bem nas composições.

Após uma bem sacada e tensa introdução, “In Human Nature” chega a superar a abertura, indo de levadas rápidas à discretamente quebradas, além do destaque para o baterista Takashi Maruyama, que realmente sabe “brincar” com seu kit. Dando seqüencia ao breve ‘track list’, “Chaospiracy” (trocadilho entre Chaos e Conspiracy) mantém a qualidade e prepara o ouvinte para o encerramento com a igualmente impactante “Sanity is Not an Option”, que também exibe ótimas linhas do baixo de Rafael Biebrach, um dos responsáveis pelo Groove consistente e direto da banda.

Certamente o Concept of Hate cumpriu muito bem o seu dever, e agora, que venha um novo registro (completo, dessa vez!) o quanto antes!

Formação:
Flávio Giraldelli (vocal);
Daniel Pereira (guitarra);
Rafael Biebrach (baixo);
Takashi Maruyama (bateria)

Faixas:
01. Black Stripe Poison
02. In Human Nature
03. Chaospiracy
04. Sanity is Not an Option.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Black Stripe Poison - Concept of Hate

270 acessosConcept Of Hate: Groove Metal com muita competência e loucura


0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Concept Of Hate"


SepulturaSepultura
Derrick Green não era o cara certo, diz Max Cavalera

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Paul Stanley e Ioná Magalhães

CuriosidadesCuriosidades
10 músicas que foram "tomadas" emprestadas

5000 acessosRock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 19855000 acessosMegadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine5000 acessosOlavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburrece5000 acessosAC/DC: demência não foi o único problema de Malcolm4391 acessosBruce Dickinson: "Poucas vezes na vida podemos fazer parte de algo realmente grande"5000 acessosMegadeth: Mustaine explica mesmo elogio a Kiko e Broderick

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online