RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Summer Breeze

Apple Sin: Banda convence e agrada em "Fire Star"

Resenha - Fire Star - Apple Sin

Por Fabio Reis
Postado em 13 de julho de 2016

Às vésperas do lançamento de seu primeiro álbum de estúdio, eis que a Apple Sin, banda formada em 2012 e original de Barroso, Minas Gerais, disponibilizou seu EP "Fire Star", para audição na íntegra através de seu canal no Youtube e aproveitei esta ocasião para indicar mais um ótimo nome que surge em nossa cena.

O grupo executa um Heavy Metal forte e consistente, calcado em belíssimos riffs de guitarra e construções das mais interessantes. Os vocais de Patric Belchior chamam a atenção de imediato por possuir timbres bem parecidos aos do cantor Bruce Dickinson (Iron Maiden), porém as semelhanças com o Maiden param por aí, a Apple Sin apresenta composições cheias de identidade e a icônica banda britânica é apenas uma das muitas influências do grupo.

Durante as audições, é notável o poder que a banda possuí de compor canções altamente pegajosas e que fixam-se no subconsciente do ouvinte. O primeiro exemplo disso é a faixa de abertura "Apple Sin", experimente escutá-la por algumas poucas vezes seguidas e saberá exatamente o que estou descrevendo. O riff inicial e o refrão gruda igual chiclete e você não será capaz de se livrar dela tão cedo.

"Darkness Of The World" mostra uma sonoridade mais pesada e assim como em "Black Hole", fica nítido o excepcional trabalho de guitarras da dupla Beto e Tainan Vilela, assim como a competência de Raul Lourenço (baixo) e Eduardo Rodrigues (bateria), conduzindo de maneira sólida e precisa, a parte rítmica da banda.

Em "Poison In My Eyes", temos novamente uma faixa grudenta, o que parece ser uma das especialidades do quinteto. Com um andamento cadenciado e regido por um riff impactante, a canção agrada de imediato e serve como uma ponte perfeita para a última música do registro, a excepcional "Fire Star", direta, rápida e certamente, uma das melhores que o grupo já compôs (ah se o Maiden tocasse assim ainda...).

Certamente, esta é uma estréia que surpreende e nos deixa com boas expectativas a respeito do debut, que será lançado ainda em 2016 via Black Legion, assim como foi neste ótimo EP. A Apple Sin convence e agrada em "Fire Star", provando mais uma vez a força do Metal underground brasileiro.

Finalizo esta análise com uma observação que venho usando frequentemente em meus textos, um disco jamais pode ser analisado em uma única audição, tendo como exemplo este EP, são apenas 25 minutos de duração, porém você não vai absorver todo seu conteúdo ouvindo uma única vez e de forma desatenta. Os clássicos só são clássicos por que as pessoas os escutaram milhares de vezes, as novas bandas merecem ao menos algumas chances. No caso da Apple Sin, o fã de Heavy Metal tradicional que der a merecida atenção ao trabalho, não irá se decepcionar de forma alguma.

Integrantes:

Patric Belchior (vocal).
Beto (guitarra) .
Raul Lourenço (baixo) .
Eduardo Rodrigues (bateria)
Tainan Vilela (guitarra)

Faixas:

1. Apple Sin
2. Darkness of the World
3. Black Hole
4. Poison In My Eyes
5. Fire Star


Outras resenhas de Fire Star - Apple Sin

Resenha - Fire Star - Apple Sin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Fabio Reis

Paulista, 32 anos, Editor do Blog Mundo Metal, fã de Rock Clássico e Diversos subgêneros do Metal. Banda favorita: Megadeth. Conheceu o Rock ainda quando criança por intermédio dos pais (amantes de Beatles) e com 11 anos já ia na galeria do Rock comprar seus primeiros LP's, desde sempre fez do Metal seu estilo de vida e até os dias de hoje essa paixão pela música só aumenta.
Mais matérias de Fabio Reis.