RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Summer Breeze

Zakk Wylde: Country e melancolia em disco belíssimo

Resenha - Book of Shadows II - Zakk Wylde

Por Ricardo Seelig
Fonte: Collector's Room
Postado em 30 de junho de 2016

Lançado em junho de 1996, "Book of Shadows" foi uma anomalia na carreira de Zakk Wylde. Um disco calcado no country e na rica tradição do cancioneiro popular ianque, com uma sonoridade totalmente diferente da que consagrou o guitarrista norte-americano. E é justamente nesse contraste em relação a tudo que Wylde gravou com o Black Label Society e com Ozzy Osbourne que está a principal qualidade de "Book of Shadows", que mostrou uma faceta até então inédita de Zakk, e de uma maneira incrivelmente espontânea e autêntica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Duas décadas depois, Zakk Wylde está de volta ao universo de "Book of Shadows". Neste período, além do enorme desenvolvimento como músico, o cara casou, virou pai, saiu da banda de Ozzy e adentrou uma bem-vinda fase de sobriedade, distante dos excessos etílicos de antes. É este novo homem o responsável por "Book of Shadows II", lançado no início de abril nos Estados Unidos e que chega ao Brasil pela Hellion Records.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se antes o vocalista e guitarrista explorava temas do cotidiano em suas letras, nessa segunda parte soa mais lírico e poético ao cantar a respeito de sua vida, desafios e desejos. Nesse aspecto, "Book of Shadows II" soa mais profundo que seu antecessor. Musicalmente, Wylde retoma a seara explorada anteriormente, revelando um elenco de influências repleto de ícones. Se o timbre de sua voz muitas vezes se assemelha ao de Gregg Allman, nos arranjos e melodias são sentidas reminiscências de Neil Young, Stephen Stills e Anders Osborne.

A espinha dorsal está na voz e no violão de Wylde, que ganha a bem-vinda companhia do órgão Hammond, sutis linhas de baixo e bateria e melodias cortantes vindas direto do coração do country e do rock sulista. Autêntico e verdadeiro, "Book of Shadows II" mostra a maturidade de Zakk Wylde como músico, vocalista e compositor, além de documentar um novo período na carreira do guitarrista.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se decidir seguir por este caminho daqui para frente, Zakk tem tudo para alcançar o sucesso e o respaldo de público e crítica também em um universo musical distinto dos riffs e solos agressivos que o levaram ao topo.

Melancolicamente excelente!


Outras resenhas de Book of Shadows II - Zakk Wylde

Resenha - Book of Shadows II - Zakk Wylde

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Zakk Wylde: era complicado beber com o amigo Dimebag Darrell

Zakk Wylde: vídeo de inacreditável shred acústico para a EMG


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.
Mais matérias de Ricardo Seelig.