Delain: Mostrando a qualidade de seu Gothic Metal

Resenha - Lunar Prelude - Delain

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vicente Reckziegel
ENVIAR CORREÇÕES  

Lunar Prelude é o novo EP da banda holandesa Delain, que está completando dez anos de carreira, e neste lançamento da mostras que está em grande fase.

Em 13/05/1987: nascia a vocalista Charlotte WesselsMega-hits Manjados: 10 clássicos que se tornaram clichês

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A verdade é que o sexteto sempre sofreu um pouco com a síndrome de "Within Temptation", algo bem normal visto que seu idealizador, Martijn Westerhlot era tecladista da mesma. E "Lunar Prelude" é uma tentativa de sair desta "Sombra", apesar de que o Delain sempre teve sua identidade e méritos próprios.

Contando com 8 faixas, sendo duas inéditas, uma nova versão de Don’t Let Go ( do álbum anterior, "The Human Contradiction") uma versão orquestrada da música de trabalho e outras faixas ao vivo da última turnê da banda, "Lunar Prelude" é um EP com quase cara de disco completo, e é justamente um prelúdio de um novo disco que deve estar pintando ainda este ano.

Falando das faixas inéditas, "SuckerPunch", que é a música principal do disco e teve um vídeo lançado (o mesmo se encontra ao final desta resenha), na minha opinião é inferior a segunda faixa "Turn the Lights Out". "Suckerpunch" possui uns teclados com forte acento Pop, e mesmo o peso constando aqui parece meio falso, apesar da música possuir um ritmo mais cativante e agradar os fãs de um Gothic Rock mais light. Já "Turn the Lights Out" tem uma aura mais melancólica, com refrão marcante. De comum a ambas as faixas o grande desempenho de Charlotte, que mostra uma evolução incrível como vocalista. A nova roupagem de "Don’t Let Go" trouxe a música mais próxima ao que o Theatre of Tragedy fazia em certo momento de sua carreira. E o disco acaba com a versão orquestrada de "Suckerpunch", que não traz muita surpresa, mas foi uma boa maneira de encerrar o EP, com uma carga maior de dramaticidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já das quatro faixas ao vivo (todas do álbum anterior, lançado em 2014) que aparecem em "Lunar Prelude", os maiores destaques ficam com "Lullaby", com os vocais mais sussurrantes de Charlotte e atmosfera mais tétrica, o hit "Stardust", um dos grandes sucessos da banda, e a pesada "Here Comes the Vultures". Estas músicas executadas ao vivo também são uma boa amostra da boa performance técnica de seus integrantes.

Agora ficamos na expectativa este ano do próximo álbum completo do Delain, para conferirmos qual o caminho que os mesmos seguirão daqui para frente...

Formação:
Charlotte Wessels (vocais)
Martijn Westerholt (teclados)
Otto Schimmelpenninck van der Oije (baixo)
Ruben Israel (bateria)
Timo Somers (guitarra)
Merel Bechtold (guitarra)

8 Faixas – 36:22

Tracklist:
01. Suckerpunch
02. Turn The Lights Out
03. Don't Let Go
04. Lullaby (Live 2015)
05. Stardust (Live 2015)
06. Here Come The Vultures (Live 2015)
07. Army Of Dolls (Live 2015)
08. Suckerpunch Orchestra




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Em 13/05/1987: nascia a vocalista Charlotte Wessels

Musas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmenteMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente

Delain: vocalista da banda diz que foi enfeitiçada por Kate Bush na infânciaDelain
Vocalista da banda diz que foi enfeitiçada por Kate Bush na infância


Mega-hits Manjados: 10 clássicos que se tornaram clichêsMega-hits Manjados
10 clássicos que se tornaram clichês

Separados no nascimento: Ronnie James Dio e Maria BethaniaSeparados no nascimento
Ronnie James Dio e Maria Bethania


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280