Basttardos: Novo disco é mais pesado e denso que seu antecessor

Resenha - O Último Expresso - Basttardos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Pablo Mathias
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O segundo álbum de uma banda muitas vezes é considerado o fiel da balança em sua carreira. Primeiro, pois muitas vezes vem junto o peso e a responsabilidade de suceder um disco que foi bem recebido pela crítica especializada e fãs; segundo, com o tempo vem o amadurecimento e crescimento musical que permite a banda explorar ainda mais seu potencial artístico criativo. Em resumo, podemos dizer que muitas vezes o segundo disco é responsável pela consolidação da carreira de uma banda consagrada ou que busca seu lugar ao sol.

5000 acessosRobert Plant: "quase saí do Led quando meu filho morreu"5000 acessosLinkin Park: Bennington fala sobre alcoolismo e abuso na infância

E de cara, posso dizer a vocês leitores que o ÙLTIMO EXPRESSO cumpre com louvor os pontos acima citados. Além disso, podemos perceber que o disco está mais pesado e denso que seu antecessor - DOIS CONTRA O MUNDO. Mas tudo isso sem perder o jeito BASTTARDOS de ser, ou seja, um ROCK AND ROLL direto, com peso, personalidade e autenticidade.

Em O ÚLTIMO EXPRESSO a banda continua misturando com propriedade elementos que encontramos no HARD ROCK, STONER e SOUTHERN ROCK. A banda chega a flertar com HARDCORE, e, ouso dizer, que devido à influência de filmes de TERROR e WESTERN em sua música, podemos perceber em algumas inflexões ainda que superficiais e até mesmo acidentais do METAL INDUSTRIAL em algumas composições. Mas a verdade, que definir ou rotular o som dos BASTTARDOS ainda é um desafio. A única coisa que posso garantir que tal qual em DOIS CONTRA O MUNDO no álbum O ÚLTIMO EXPRESSO você encontra ROCK AND ROLL original e de qualidade.

A banda também investe numa fórmula certeira onde para eles “MENOS É MAIS”. Pois tal qual em DOIS CONTRA O MUNDO em O ÚLTIMO EXPRESSO os BASTTARDOS entregam para seus fãs e apreciadores da boa música cinco (05) faixas matadoras onde perfeitamente qualquer uma delas poderia ser a faixa de trabalho, virar um clipe, etc. Nota-se nitidamente o cuidado da banda em entregar o seu melhor ou invés de entregar um álbum longo, com uma ou duas faixas de trabalho e as demais de qualidade duvidosa apenas para encher o disco. E isso, se deve ao trabalho e cuidado do Guitarrista/Vocalista ALEX CAMPOS que além de assinar as composições do disco, também atuou como produtor em O ÚLTIMO EXPRESSO.

Outra inevitável comparação entre os dois registros musicais da banda é que os BASTTARDOS investem na qualidade da gravação, produção e arte gráfica e que fazem você querer comprar o CD só pela capa. E, aqui abro um parêntese para ARTE do CD onde ilustração ficou a cargo de ALEXANDRE FERREIRA que conseguiu captar em cores e imagem o som dos BASTTARDOS em O ÚLTIMO EXPRESSO.

O ÚLTIMO EXPRESSO abre com a faixa BASTTARDOS que é uma “biografia” da banda e que foi lançada em 2014 como single anunciando o que estaria por vir. E faixa cumpre perfeitamente o seu papel de abrir o álbum, pois nela encontramos todos elementos de um HIT, ou seja, uma bela intro, belos riffs, solos e um refrão que gruda na cabeça.

Após a banda “auto apresentar-se”, chega a vez da faixa LICOR DE CEREJA. Talvez a faixa menos pesada e com apelo mais “comercial” do disco. Nela encontramos mais um belo trabalho das Guitarras de ALEX CAMPOS com seus slides se misturado ao peso e velocidade.

E eis que surge a “balada” DESPERTAR DO PARTO. Ao contrário das baladas tradicionais que vemos no universo Rock And Roll, a música explora o sentimento de amor entre pai e filho e descoberta da paternidade. Com uma pegada mais HARD ROCK a faixa DESPERTAR DO PARTO é uma feliz surpresa em o ÚLTIMO EXPRESSO, pois revela todo seu potencial radiofônico sem ser uma música clichê.

Depois do momento “romântico” do disco eis que surge EXILADOS um verdadeiro tapa no ouvido. EXILADOS é a faixa mais pesada do disco onde a banda flerta com HARDCORE e o METAL INDUSTRIAL e, acreditem, ainda sim poderia tocar numa rádio perfeitamente.

E o melhor a banda guardou para o final com faixa TERCEIRO ELEMENTO. A faixa nasceu para ser um clássico, pois reúne tudo que é necessário para colocar a galera para cantar junto e bater cabeça e funcionará perfeitamente seja ao vivo ou em sua casa tocando no radinho. Em TERCEIRO ELEMENTO a banda apresenta, resumidamente, o som dos BASTTARDOS. Aqui também nota-se no som da banda toda a sua influência dos filmes de TERROR em seu som numa bela viagem pelo trem musical que é o álbum O ÚLTIMO EXPRESSO.

A verdade que O ÚLTIMO EXPRESSO dos BASTTARDOS revela-se como um sopro de vida do ROCK BRASIL e uma feliz surpresa no final deste ano 2015. Ouso dizer que se O ÚLTIMO EXPRESSO deixou a estação em direção ao sucesso e ao estrelato, a banda BASTTARDOS tomou de assalto este trem com este trabalho.

Faixas:
01. Basttardos
02. Licor de Cereja
03. Despertar do Parto
04. Exilados
05. Terceiro Elemento

Produção: Alex Campos
Gravadora/selo: independente
Lançamento: 2015

Formação:
Alex Campos – Guitarra e Voz
Bernardo Martins - Bateria
Terceiro Elemento - Baixo

Links Oficiais:

Facebook:
https://www.facebook.com/Basttardosrock

Youtube:
https://www.youtube.com/user/Basttardosrock

Soundcloud:
https://soundcloud.com/basttardos

Twitter:
https://twitter.com/basttardos

Contatos:
contato@basttardos.com.br - (21) 992021922
Site:
http://www.basttardos.com.br/

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Basttardos"

Robert PlantRobert Plant
"Quase saí do Led quando meu filho morreu!"

Linkin ParkLinkin Park
Bennington fala sobre alcoolismo e abuso sexual na infância

Roqueiro poserRoqueiro poser
100 regras essenciais para se tornar um

5000 acessosAxl Rose: vocalista do Trans-Siberian ensina a cantar como ele5000 acessosAlemanha: a terra do... Metal?5000 acessosAndreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"5000 acessosKiss x Secos & Molhados: o fim da polêmica5000 acessosGuitarra do futuro: fabricação com impressora 3D5000 acessosJaden Smith: Plágio "depressivo" de música do Pink Floyd

Sobre Pablo Mathias

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online