RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemA atitude punk da Legião Urbana que causou irritação e deu trabalho na gravação

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemO conselho realista de John Petrucci para bandas que estão começando agora

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagem"Quem não gosta de Beatles bom sujeito não é", diz João Gordo

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemDeep Purple: David Coverdale revela quem quis como substituto de Ritchie Blackmore

imagem5 motivos para assistir ao novo RockGol 2023 que estreia em fevereiro

imagemProdutor da turnê de Paul Di'Anno explica problemas no primeiro show

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemClipe de "From The Ashes" ultrapassa 1 milhão de views e Fernanda Lira celebra

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical


Stamp

Bruce Dickinson: primeiro solo aconteceu graças a Freddy Kruegger

Resenha - Tattooed Millionaire - Bruce Dickinson

Por Paulo Giovanni G. Melo
Fonte: Ultimate Classic Rock
Postado em 08 de maio de 2015

Depois de anos liderando o IRON MAIDEN, o vocalista Bruce Dickinson resolveu se aventurar fora da donzela de ferro por conta própria, precisamente em 8 de maio de 1990, com seu primeiro álbum solo, o "Tatooed Millionaire". E tudo aconteceu graças a Freddy Kruegger.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Dickinson e o guitarrista do MAIDEN, Janick Gers, contribuiram com a canção "Bring Your Daughter… to the Slaughter" para trilha sonora do filme "A Hora do Pesadelo 5". Parceiros antigos, desde os primórdios da "New Wave of British Heavy Metal" quando Dickinson liderava a banda SAMSON e Gers tocava no WHITE SPIRITS, os dois haviam se reencontrado apenas alguns anos antes de 1989 em uma performance com o MARILLION em um evento de caridade.

Então, quando o IRON MAIDEN resolveu tirar o ano de 1989 para recuperar o fôlego depois de quase uma década de atividades ininterruptas, as férias de Dickinson se transformaram acidentalmente em um início de carreira solo. Ele e Gers escreveram e gravaram tudo de "Tatooed Millionaire" em duas semanas inspiradas e cheias de atividade e com ajuda do baixista Andy Carr e do baterista Fabio Del Rio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O resultado foi um grande desprendimento do som patenteado do IRON MAIDEN, passando por um tipo de Hard Rock melódico como "Son of Gun", a autobiográfica "Born in '58" até "Zulu Lulu". Mas "Dive! Dive!" e "Lick the Gun" tanto fizeram.

Destaca-se também a faixa título, que tirou onda dos roqueiros-celebridades de tabloides da época, a acústica "Gypsy Road" e "All the Young Dudes", um cover do MOTT THE HOOPLE, escrita por David Bowie. Entretanto, a faixa catalisadora do disco, "Bring Your Daughter… to the Slaughter", foi deixada de fora do track list depois que Steve Harris, baixista do IRON MAIDEN, pediu a Dickinson para guardá-la para o próximo álbum da donzela, o "No Prayer for the Dying" de 1990.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Naquela altura, Janick Gers já era um membro em tempo integral do IRON MAIDEN, substituindo Adrian Smith, que deixou a lendária banda para investir em carreira solo. "Tatooed Millionaire" provocou um senso de criatividade maior que iria levar Dickinson a deixar o IRON MAIDEN em 1993. Ele retornou ao grupo que o deixou famoso somente no final da década de 1990.


Outras resenhas de Tattooed Millionaire - Bruce Dickinson

Resenha - Tattooed Millionaire - Bruce Dickinson

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Paulo Giovanni G. Melo

Mineiro de Belo Horizonte. Fã de Hard Rock e Heavy Metal, especialmente a partir dos anos 80, não dispensa um disco ao vivo destes estilos. Entre várias de suas bandas preferidas estão Ratt, Aerosmith, Buckcherry, The Cult, Whitesnake, Whitecross, Guns N' Roses e Motley Crue.
Mais matérias de Paulo Giovanni G. Melo.