Anarchos: Se inspirando em mestres conterrâneos

Resenha - Descent into the Maelstrom - Anarchos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Este é o segundo registro dos holandeses do Anarchos, sendo que a banda formada em 2010 havia lançado até então somente a demo "Tortured Beyond Death" (2012). Optando pelo Death Metal, o grupo une influências de todas as partes do estilo com uma pegada bem enraizada.

O tempo, ah o tempo!: rockstars nos anos oitenta e hojeIron Maiden: O que a equipe consome quando vai a um pub?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Produzido no Dirty Birth Studios por Fredde Kaddeth (Massive Assault, Absorbed), "Descent Into The Maelstrom" traz uma sonoridade suja e distorcida, mas de qualidade e muito peso, fazendo com que a sonoridade da banda soe entre o rústico e o atual, dando certa diferenciação à identidade do Anarchos.

Optando por ritmos mais cadenciados (não arrastados), sendo que varia muito pouco, a banda consegue se inspirar nos conterrâneos do Asphyx, além de nomes como Six Feet Under e Possessed aqui e acolá. Uma dose homeopática de melodia é inclusa, principalmente nos solos, e deixa o som ainda mais interessante.

Com um clima maléfico a banda destila temas como a morte, a decadência humana e o oculto, sendo que faixas como Morbid Ways to Decay e Sarggeburt se destacam, mas não estando muito à frente das outras composições. Se aprecias um Metal extremo mais visceral, não perca a oportunidade de conhecer.

https://www.facebook.com/anarchos666?fref=ts
http://anarchos.bandcamp.com/




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


O tempo, ah o tempo!: rockstars nos anos oitenta e hojeO tempo, ah o tempo!
Rockstars nos anos oitenta e hoje

Iron Maiden: O que a equipe consome quando vai a um pub?Iron Maiden
O que a equipe consome quando vai a um pub?


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor