Foo Fighters: O debut, quase 20 anos depois

Resenha - Foo Fighters - Foo Fighters

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Victor Oliveira
Enviar correções  |  Ver Acessos


O ano era 1995, e o mundo ainda chorava a morte do amado (e odiado) Kurt Cobain, um ano antes. Em 1994 o ex-baterista do NIRVANA, Dave Grohl, desiludido com sua vida musical após a morte do velho companheiro, decide gravar um apanhado de composições próprias, gravadas ainda na época da banda.

Guitarras e Baixos: Perguntas e RespostasCradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religião

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O conteúdo foi gravado em pouco mais de uma semana, com Dave tocando todos os instrumentos. Após o término das gravações, o material foi distribuído para pessoas próximas e amigos de Dave. Como por obra do destino (ou não), o material chamou a atenção do chefão da Capitol Records, Gary Gersh, velho conhecido de Grohl. Eis que tínhamos o primeiro disco do FOO FIGHTERS.

O disco, homônimo, abre com a ótima "This is a Call", um Rock simples,cheio de energia e que cativa o ouvinte logo na primeira audição. Seguindo em frente, temos "I'll Stick Around", um pouco mais "devagar" que a primeira faixa, mas também com momentos empolgantes, e "Big Me", talvez a faixa mais "bonitinha" do disco, o que não a impede de ser uma ótima canção.

Logo depois vem "Alone+Easy Target", ótima faixa, mas que é ofuscada pela seguinte: "Good Grief", faixa essa que considero como a melhor do disco, devido a sua melodia cativante e por mostrar que Grohl, é também um exímio vocalista. "Floaty" não empolga tanto, mas "Weenie Beenie", com seu riff grudento combinado aos vocais de Dave, fazem muita gente bater cabeça.

Em seguida, há uma trinca de canções digamos mais, "suaves": "Oh, George", "For All the Cows" e "X-Static". Cada uma com suas peculiaridades, preparam o ouvinte para a porrada seguinte: "Wattershed", uma canção quase punk que disputa com "Weenie Beenie" o título de mais pesada do disco. Para finalizar, temos a bela "Exhausted", uma faixa mais tranquila, que nos brinda com os belos vocais limpos de Grohl.

Um belo disco, que apresentou ao mundo uma banda que para muitos (inclusive este que vos escreve), é atualmente uma das maiores do gênero.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Foo Fighters"Todas as matérias sobre "Nirvana"


Censura: ouvir Rock e Metal é porta de entrada para virar gay?Censura
Ouvir Rock e Metal é porta de entrada para virar gay?

Kurt Cobain: 5 projetos que se tornariam reais se ele não tivesse morridoKurt Cobain
5 projetos que se tornariam reais se ele não tivesse morrido


Guitarras e Baixos: Perguntas e RespostasGuitarras e Baixos
Perguntas e Respostas

Cradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religiãoCradle Of Filth
Dani Filth explica seu conceito de religião


Sobre Victor Oliveira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336