RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemClassic Rock elege a melhor música do Guns N' Roses (e não é "Sweet Child O' Mine")

imagemGastão Moreira elege o seu disco preferido dos Titãs, que ele considera um "Best Of"

imagemFabio Lione revela característica que não curte nas vozes de Andre Matos e Tarja Turunen

imagemFãs já estão falando mal da performance do novo baterista do Foo Fighters

imagemO hit da Legião Urbana que seria recado de Renato Russo para Bonfá e Villa-Lobos

imagemCorey Taylor confirma vinda do Slipknot no Brasil em outubro deste ano

imagemQuando Renato Russo revelou qual o verdadeiro objetivo principal da Legião Urbana

imagemJoão Gordo contou como é ser punk velho e lidar com as críticas dos jovens

imagemFernanda Lira revela procedimento que faz para evitar secura na garganta durante shows

imagemO único hit da Legião Urbana que Russo não fez a letra e marca reencontro com baixista

imagemA música do Dream Theater mais difícil de tocar ao vivo, segundo o baixista John Myung

imagemO motivo pelo qual os Mutantes não mencionam Rita Lee em seus shows

imagem10 álbuns de metal dos anos 1990 que merecem uma segunda chance, segundo a Loudwire

imagemQuem foi a primeira grande paixão de Cássia Eller?

imagemEx-baixista do Metallica diz que Mustaine deixava outros membros comendo poeira


Anunciar

Degolate/Gulag: Split unindo duas forças nacionais do Death Metal

Resenha - Consanguineous Fury - Degolate/Gulag

Por Vitor Franceschini
Postado em 01 de dezembro de 2014

Nota: 8

"Consanguineous Fury" é um split que marca a estreia em registro de duas bandas. De Atibaia/SP vem o Degolate, enquanto o Gulag tem sua origem fincada em Campinas/SP. Ambas investem no Death Metal e, obviamente, cada uma do seu jeito e com competência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

O Degolate surgiu das cinzas do Cruscifire, nome que gerou bons frutos e sabe-se lá porque deu uma pausa em suas atividades. A banda investe em um Death Metal agressivo, com resquícios do que nos habituamos a chamar de Brutal Death Metal. Além de tudo o trio injeta doses homeopáticas de ‘groove’ em sua música, fato evidente em Scalped Murder.

O som do trio mostra certo dinamismo, com levadas raivosas de bateria e riffs de ótima qualidade. Victor Angelotti, também baixista, parece estar urrando bem melhor que em sua antiga banda e seus vocais se encaixam perfeitamente com a proposta. Destaque também para a brutal Rot Alone (que lindo nome).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

O Gulag, que curiosamente também é um trio, parte para um lado mais obscuro e ‘old school’, o que não quer dizer que seu som também não possui brutalidade. A diferença é que a banda varia mais em seus ritmos e possui composições mais mórbidas, além de apostar numa produção mais orgânica.

Sem dúvidas a influência do Metal extremo de ‘raiz’ faz com o que som da banda soe muito interessante e cative os fãs mais ardorosos do Death Metal. Os vocais de André Neil (também guitarrista) são cavernosos e resgata um jeito de cantar que não se vê desde um passado recente. As quatro faixas são de ótimo nível.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

"Consanguineous Fury" une duas bandas de extrema categoria e fogem dos padrões atuais do Metal extremo, provando que underground nacional ainda tem muitos frutos a dar. Se és fã de Death Metal de alta qualidade e com aquela veia nacional, não pode perder este trabalho.

Degolate:
https://www.facebook.com/degolate
http://degolate.bandcamp.com/

Gulag:
https://www.facebook.com/GulagDeathMetal

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Facchini Medeiros | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.
Mais matérias de Vitor Franceschini.