Matérias Mais Lidas

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Carlinhos Brown: ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razãoCarlinhos Brown
Ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razão

Guns N' Roses: Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivoGuns N' Roses
Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivo

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Yngwie Malmsteen: aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigosYngwie Malmsteen
Aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigos

AC/DC: Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)AC/DC
Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)

Kurt Cobain: ele não curtia Led Zeppelin e Aerosmith devido às letras machistasKurt Cobain
Ele não curtia Led Zeppelin e Aerosmith devido às letras machistas

New York Dolls: morre o guitarrista Sylvain Sylvain, aos 69 anosNew York Dolls
Morre o guitarrista Sylvain Sylvain, aos 69 anos

Sebastian Bach: ele volta a criticar Chris Jericho e diz que wrestling é uma m*rdaSebastian Bach
Ele volta a criticar Chris Jericho e diz que wrestling é uma m*rda

Accept: Fomos a primeira banda de metal da Alemanha, afirma Wolf HoffmannAccept
"Fomos a primeira banda de metal da Alemanha", afirma Wolf Hoffmann

Jon Schaffer: Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarristaJon Schaffer
Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarrista

Accept: confira vídeo oficial de Zombie Apocalypse, mais uma música do novo álbumAccept
Confira vídeo oficial de "Zombie Apocalypse", mais uma música do novo álbum

Rock in Rio 2001: 5 shows históricos do festival, realizado há 20 anosRock in Rio 2001
5 shows históricos do festival, realizado há 20 anos

Eddie Van Halen: ele chorou quando Wolfgang mostrou música que fala sobre perdaEddie Van Halen
Ele chorou quando Wolfgang mostrou música que fala sobre perda

Megadeth: Magia negra arruinou minha vida, diz MustaineMegadeth
"Magia negra arruinou minha vida", diz Mustaine


Matérias Recomendadas

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Avenged Sevenfold: 10 músicas que podem fazer você mudar de idéiaAvenged Sevenfold
10 músicas que podem fazer você mudar de idéia

Presença de Palco: dicas para iniciantesPresença de Palco
Dicas para iniciantes

Preços: quanto custa para contratar a sua banda favoritaPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

Stratovarius: em turnê pelo Brasil, guitarrista reclama da cerveja localStratovarius
Em turnê pelo Brasil, guitarrista reclama da cerveja local

Tunecore
Baladas de Sangue

Almah: Edu, se foque na música e arrebente, meu velho!

Resenha - Unfold - Almah

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago El Cid Cardim
Enviar Correções  


Não vou, honestamente, entrar no mérito das declarações discutíveis que Edu Falaschi vem dando nos últimos anos. Mas é preciso dar o braço a torcer, claro, e admitir que ele se encontrou na banda paralela que vinha mantendo enquanto atuava como vocalista do Angra. Quando o seu papel no Angra se complicou, foi justamente quando o Almah começou a ganhar mais corpo, mais forma, a se estabelecer e criar identidade própria.

E quando enfim o vocalista abandona o cargo à frente do Angra, mais do que acertadamente, aquela que agora é a sua banda principal apresenta seu disco mais refinado, inteligente e moderno. "Unfold" tem um vocalista vindo da escola do power metal/metal melódico mas é justamente o ápice de seu distanciamento das amarras deste gênero. Se o Almah já tinha se estabelecido como um dos grandes nomes da atual cena do heavy metal nacional, com "Unfold" eles abrem as portas de vez para conquistar também o mercado internacional.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já na abertura, "In My Sleep", Edu surge cantando mais rasgado, mais agressivo, mas ao mesmo tempo mais confortável, com a voz longe da necessidade de entrar na região dos agudos. E detalhe: a música é absolutamente power metal, inclusive melhor do que o que próprio Edu vinha fazendo com o Angra nos últimos discos.

Aliás, e o elemento étnico de "I Do", que conversa com a música brasileira da mesma forma que a antiga banda do cantor, mas mantendo praticamente intactas as características do Almah, sem soar como uma mera cópia? Mesmo quando o frontman se arrisca num agudo mais intenso, como em "The Hostage", o faz com precisão, com cautela, sem exageros. E acerta na mosca. O grande trunfo de "Unfold", no entanto, está justamente nos momentos em que a banda sai desta zona de conforto do metal melódico. Escute "Beware The Stroke", por exemplo, e perceba uma forção afiada que também sabe fazer, com excelência, um metal tipicamente tradicional, na melhor escola Iron Maiden.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em "Cannibals In Suits", o Almah entrega um instrumental mais pesado, urgente, agressivo, quase como se estivesse bebendo da fonte do thrash metal. A letra, de cunho mais crítico e ácido, praticamente pede uma entrega mais furiosa. Ah, acha impossível? Pois vamos então para um outro lado, completamente diferente, já que "Wings Of Revolution" é um exercício de música pop brilhante, uma canção limpa e que poderia rivalizar com qualquer Coldplay da vida, talvez até pela chance de se tornar música-tema de um evento como as Olimpíadas, por exemplo (enquanto ouve a faixa, imagine um vídeo com cenas de artistas nas mais diferentes modalidades esportivas, superando seus limites, e você vai entender exatamente o que estou querendo dizer). Este espectro cristalino típico da música pop também fica claro em "Warm Wind", uma balada triste, tocante e bastante corajosa – porque, apesar de ser totalmente radiofônica, é repleta de bom gosto e sofisticação. Merece uma audição detalhada.

Um dos grandes momentos do álbum, no entanto, reside em "You Gotta Stand". Trata-se de uma música tipicamente hard rock, que tem tudo que precisa para não sair mais da cabeça do fã de boa música: uma dupla de guitarras disparando riffs envolventes e grudentos; um tecladinho irresistível que trabalha totalmente a favor do restante da composição, entrando nos momentos certos; e uma interpretação brilhante do vocalista, que vai dos gritos mais violentos a um refrão cavalgado e quase alternativo, que lembra imediatamente algo como o Faith No More. Dá pra imaginar? Então.

É hora do Edu se focar na música. Na sua própria música. É hora de deixar as polêmicas de lado, as discussões, o #mimimi, as fofocas. E pensar, apenas e tão somente, no seu trabalho. Que, aliás, se continuar assim, tem tudo para conquistar o mundo. Vai fundo. E arrebenta, meu velho!

Line-up
Edu Falaschi - Vocal
Marcelo Barbosa - Guitarra
Gustavo Di Padua - Guitarra
Raphael Dafras - Baixo
Marcelo Moreira - Bateria

Tracklist
In My Sleep
Beware The Stroke
The Hostage
Warm Wind
Raise The Sun
Cannibals In Suits
Wings Of Revolution
Believer
I Do
You Gotta Stand
Treasure Of The Gods
Farewell


Outras resenhas de Unfold - Almah

Almah: Impressiona pela versatilidade e criatividadeAlmah
Impressiona pela versatilidade e criatividade

Almah: Sim, o Power Metal ainda tem salvação!Almah
Sim, o Power Metal ainda tem salvação!

Almah: Inspiração é pouco para o novo discoAlmah
Inspiração é pouco para o novo disco

Almah: confira primeira resenha brasileira do novo álbumAlmah
Confira primeira resenha brasileira do novo álbum


Stamp
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Almah: confira Edu Falaschi tocando Pegasus Fantasy no pianoAlmah
Confira Edu Falaschi tocando "Pegasus Fantasy" no piano

Edu Falaschi: 10 discos que marcaram a vida do vocalistaEdu Falaschi
10 discos que marcaram a vida do vocalista


Metallica: a regressão técnica de Lars UlrichMetallica
A regressão técnica de Lars Ulrich

Whiplash.Net: Contribua para manter o site como éWhiplash.Net
Contribua para manter o site como é


Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.